Booking.com

quinta-feira, outubro 31, 2019

Juvenis: Dupla do Marinhense na liderança dos Melhores Marcadores

4 Golos: André Frias e Rodrigo Crespo (AC Marinhense)
3 Golos:Renato Sousa (AC Marinhense); João Pereira (Caldas SC B); Miguel Fernandes (CC Ansião);  David Muchacho (SCL Marrazes); Pedro Capitão (UD Serra) 
2 Golos:Renato Sousa e Simão Silvestre (AC Marinhense), Gonçalo Duarte (Caldas SC B);  David Santos (EAS Marinha Grande); Bernardo Jorge e João Corvelo (GC Alcobaça), Diogo Costa e Eduardo Pedrosa (ID Vieirense), José Ferreira e Rodrigo Carvalho (SC Pombal);  Alvarez (SCL Marrazes); Guilherme Luís (UD Batalha), João Alves (UD Leiria B)
1 Golo:Pedro Fareleiro (AC Avelarense), André Matos e Tiago Sousa (AC Marinhense), António Teotónio (Caldas SC B), Gonçalo Rodrigues e Tomás Oliveira (CC Ansião); Tiago Fernandes (EAS Marinha Grande), Arlindo Dias (GC Alcobaça), João Figueira, Gonçalo Santos e Rui Barbosa (GD "Os Nazarenos"), Duarte Gomes e Tiago Vieira (GRAP), André Bujaca, Diogo Soares, Rodrigo Fonseca e Rúben Ferreira (ID Vieirense),  Luís Martins e Jota Laranjo (SCL Marrazes), Bernardo Monteiro, Daniel Savchuk, Francisco Alcântara e Francisco Jorge e Miguel Lopes (SC Pombal), Dário Fernandes (UD Batalha), Alexandre Vieira, Manuel Marques, Mário Cabral e Manuel Vitorino (UD Leiria B)

Juvenis: AC Marinhense e SC Pombal na liderança da Divisão de Honra

Resultados da 3ª Jornada:
AC Marinhense 10 - AC Avelarense 0
CC Ansião 0 - SCL Marrazes 5
GC Alcobaça 1 - UD Leiria B 3
GD "Os Nazarenos" 2 - ID Vieirense 2
GRAP 0 - SC Pombal 2
UD Batalha 1 - Caldas SC B 2
EAS Marinha Grande 1 - UD Serra 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada:
AC Avelarense - EAS Marinha Grande
Caldas SC B - GD "Os Nazarenos"
ID Vieirense - CC Ansião
SCL Marrazes - GRAP
SC Pombal - AC Marinhense
UD Leiria B - UD Batalha
UD Serra - GC Alcobaça

Treino de preparação para a UEFA CUP

Vai decorrer no próximo dia 6 de Novembro, uma quarta-feira, em Picassinos, um treino da Selecção Sénior, com vista à preparação da UEFA CUP. Estão convocados os seguintes jogadores: 
.
AD Portomosense (3): Ricardo Carvalho, Miguel Velosa, Francisco Carreira
AC Marinhense B (4): David Santos, Edgar Alves, António Gonçalves, Marcos Santos
CCR Alqueidão da Serra (6): David Marques, Guilherme Graça, Francisco José, Rodolfo Galveias, Vasco Gonçalves, Rúben Araújo
CC Ansião (2): Gabriel Lemos, Rui Castela
GD Guiense (3): Nelson Marques, Ricardo Pontes, Carlos Moreira
GD Peniche (3): Paulo Brites, Miguel Duarte, João Martinho
GDR Boavista (1): Daniel Gregório
GRAP (7): João Monteiro, Fábio Pedro, Miguel Ferreira, Pedro Domingues, Miguel Vieira, Dani Marques, André Amores
ID Vieirense (2): Rúben Lopes, Daniel Oliveira
SCL Marrazes (1): Marcelo Sousa, Celso Vieira
SC Pombal (1): Vasco Cruz
UD Serra (1): Miguel Pereira

Mapa Semanal de Castigos

Seniores
1 jogo: Rodrigo Santos (GAU/Bajouca), Vítor Coimbra (CC Ansião), José Rito (AC Marinhense B), Fábio Santos (GC Alcobaça), José Vitória e Tiago Nunes (Sport Castanheira de Pêra), André Ferreira (Caseirinhos), Xavier Ribeiro (Almagreira), Frederico Reis (Biblioteca)
2 jogos: John Abraham (AC Marinhense B), Joel Oliveira e Quévin Rodrigues (AC Carnide), Vítor Hugo (AC Avelarense), Pedro Neves (ARCUDA)
3 jogos: Rúben Nogueira (GD Santo Amaro)
Suspensões: Dino Silva (AC Marinhense B / 15 dias), João Mendes (AC Marinhense B / 25 dias), José Ricardo (AC Marinhense B / 15 dias), Marco Aurélio (GRAP / 15 dias)
Multas: Dino Silva (AC Marinhense  B / 25 €), João Mendes (AC Marinhense B / 30 €), José Ricardo (AC Marinhense B / 20 €), Marco Aurélio (GRAP / 20 €)
Diversos: GRAP (Aguarda Esclarecimento), AC Avelarense (Processo de Averiguação), UDRC Matamourisca (Processo de Averiguação)

Juniores
1 jogo: Miguel Pereira (GC Alcobaça), Bruno Silva (UD Serra), Rodrigo Ferreira (GD Alvaiázere)
2 jogos: Bernardo Henriques (GD Pelariga), Miguel Santos (Beneditense), Francisco Louro (AD Portomosense)
Suspensões: David Gordo (UD Serra / 8 dias)
Multas: David Gordo (UD Serra / 5 €)
Diversos: Areco/Coto (Processo de Averiguação)

Juvenis
2 jogos: Afonso Ferreira (SCL Marrazes)
Diversos: UD Leiria B (Aguarda Esclarecimento)

Iniciados
1 jogo: Alexandre Vital (AC Marinhense B), Miguel Marques (Recreio Pedroguense), João Piló (GD Nazarenos), Lourenço António (Costifoot B)

Juniores: André Lopes na liderança dos Melhores Marcadores da Honra

8 Golos: André Lopes (GC Alcobaça)
6 Golos: João Ribeiro (SL Marinha)
4 Golos: Rúben Ferreira (GD Ilha)
3 golos: Marcos Santos (Beneditense); Guilherme Aniceto (SCL Marrazes)
2 golos: André Leitão (AD Figueiró dos Vinhos) ; Miguel Piedade (Beneditense); Gonçalo Santos (GD Guiense); Luís Dionísio e Martim Laranjeira (GD Peniche); Tiago Nunes (GD "Os Vidreiros"); Pedro Morgado (ID Vieirense); Alexandre Monteiro, Guilherme Henriques, Simão Bastos e Bernardo Silva (SCL Marrazes); João Domingues (SL Marinha); João Pires (UD Batalha); Bruno Gordo e Sandro Gordo (UD Serra)
1 golo: Daniel Frunze e Rúben Agostinho (Beneditense); Filipe Mano (GD Ilha); Leandro Gaspar e Pedro Gonçalves (GD Pelariga);Leandro Novo e Rodolfo Neto (GD Peniche); Eugénio Costa, Flávio Pedrosa, Luís Pereira, Miguel Santos e Yuri Pinto (GD "Os Vidreiros"); Diogo Pedrosa, Francisco Grama, Gonçalo Pedrosa, João Vieira, Júlio Souza e Tomás Marques (ID Vieirense); Alexandre Costa, Gonçalo António, Miguel Pereira, Romeu Henriques e Tomás Cordeiro (GC Alcobaça); João Oliveira (GRAP) ; Rene Dantas (SCL Marrazes); Daniel Leandro (SL Marinha); João Gonçalves, Miguel Conceição e Pedro Semeão (UD Batalha); Duarte Silva e Tomé Nunes (UD Serra)

3ª Jornada - Divisão de Honra de Juniores - 2019/2020

Resultados:
Beneditense 0 - GC Alcobaça 1 (Tomás Cordeiro 70')
GD Ilha 1 (Rúben Ferreira 81') - GD Peniche 2 (Luís Dionísio 32' e Martim Laranjeira 90')
GD Pelariga 1 (Leandro Gaspar 10') - GRAP 1 (João Oliveira 39')
ID Vieirense 5 (Diogo Pedrosa; Tomás Marques; Gonçalo Pedrosa; Pedro Morgado; Francisco Grama) - AD Figueiró dos Vinhos 1 (André Leitão)
SCL Marrazes 6 (Simão Bastos 2; Alexandre Monteiro 2; Guilherme Aniceto; Rene Dantas) - GD Guiense 0
UD Serra 2 (Sandro Gordo e Bruno Gordo) - SL Marinha 2 (João Ribeiro e Daniel Leandro)
GD Vidreiros 6 (Tiago Nunes 2; Eugénio; Flávio; Luís; Yuri Pinto) - UD Batalha 0
--
Classificação:

--
Próxima Jornada 2/11/2019
UD Batalha - ID Vieirense
SL Marinha - Beneditense
GRAP - SCL Marrazes
GD Peniche - GD Vidreiros
AD Figueiró dos Vinhos - UD Serra (Adiado)
GC Alcobaça - GD Pelariga
GD Guiense - GD Ilha

David Fernandes (GD Ilha) na liderança dos Melhores Marcadores da 1ª Distrital/Norte

3 Golos: David Fernandes (GD Ilha)
2 Golos: Francisco Rodrigues (AC Avelarense); Carlos Santos (AC Carnide); David Gouveia, Gregório Tomás e Jorge Esteves (AD Figueiró dos Vinhos); Tiago Frazão (Almagreira); Paulo Gameiro (ARCUDA); Alexandre Barbosa (AR Meirinhas); Edgar Cunha (Recreio Pedroguense); Yann Santos (UDRC Matamourisca)
1 Golo: Domingos Vandro, Renato Quintas e Rafael Caetano (AD Figueiró dos Vinhos); João Pires (AC Avelarense); João Sousa, Miguel Mendes e Rafael Santos (AC Carnide); Cláudio Marques (Almagreira); Fábio Martins, Ricardo Rua e Rui Tavares (ARCUDA); Luís Lisboa (AR Meirinhas); André Ferreira (Caseirinhos); Alexandre Gomes, Bruno Tavares, Carlos Gomes e Pedro Ferreira (Lusitano Chão de Couce); Carlos Ferreira (GD Alvaiázere); Anselmo, Joni Alberto e Skender (GD Ilha); César Palheira e Rui Moreira (Recreio Pedroguense); Afonso Tomás, Jorge Pereira e Papi (Sport Castanheira de Pêra); André Ferreira, Andrésito e Narciso Silva (UDRC Matamourisca) 

Rui Ferreira (UD Serra) na liderança dos Melhores Marcadores da 1ª Distrital/Sul

4 Golos: Rui Alexandre Reis Ferreira (UD Serra)
3 Golos: Miguel Pereira (UD Serra)
2 golos: Bernardo Silva (SCE Bombarralense); Patrick Santos (UD Serra)
1 golo: Diogo Lopes e Marcelo Marquês (Beneditense); Gonçalo Reis (Biblioteca); Damião Marques e Francisco Rocha   (GD Atouguiense);  Ednan Muniz, Francisco Mota, João Pimentel, João Santos, Victor Silva e Wagner Demetrio (GD "Os Nazarenos"); João Fortes e Félix Carvalho (GD "Os Vidreiros"); Duarte Martins, Paulo Santos e Miguel Marques (GD Peso); Nelo (GDRC Unidos); João António (Motor Clube); Ricardo Santos (SCE Bombarralense); Nuno Reis, Mickael Soares, Pedro Gordo e Rafael Ferreira (UD Serra)

terça-feira, outubro 29, 2019

Dany Marques (GRAP) na liderança dos Melhores Marcadores da Divisão de Honra após a 6ª Jornada


7 Golos: Dany Marques (GRAP)
6 Golos: Miguel Velosa (AD Portomosense) ; Rúben Araújo (CCR Alqueidão da Serra) 
5 Golos: Dembele (CC Ansião) ; Yannick Gomes (SC Pombal) 
4 Golos:Luiz Fernando (AD Portomosense) ; Jani Mota (GAU/Bajouca); Vieirinha (GRAP) ; Nélson Pereira (Moita do Boi) 
3 Golos: Marcos Duque (AC Marinhense B); Salvador Sulce (CC Ansião); Eduardo Valente (CCR Alqueidão da Serra)
2 Golos: Rodrigo Rivas (AD Portomosense); Normando Carvalho (CC Ansião); David Marques e Vasco Gonçalves (CCR Alqueidão da Serra); Fábio Sousa e Kevin Alberto (GAU/Bajouca); Tomás Santos (GC Alcobaça); Cajo (GD Guiense); Motinha e Paulo Henriques (GD Peniche); Marcos Vareta e Pedro Domingues (GRAP); André Cruz e Baixinho (ID Vieirense); Nuno Joaquim (SCL Marrazes), Igor Marcon (UR Mirense)
1 Golo:Alex Deliberto, António Gonçalves e Jonh Abraham (AC Marinhense B); Alex Sousa, Hugo Romana e José Andrade (AD Portomosense); Pedro Ferreira e Vítor Rodrigues (CC Ansião); Fitas (CCR Alqueidão da Serra); Fábio Pereira, Joel Domingues e Rodrigo Santos (GAU/Bajouca); Dinis Quitério e Lucas Grilo (GC Alcobaça); Ricardo Pontes (GD Guiense); Digo, Francisco Balteiro e José Marques (GD Pelariga); Hugo Duarte, Miguel Duarte, Paulo Brites e Valdir Junior (GD Peniche); João Batista e Miguel Carvalho (GDR Boavista); Cedric Jorge e Lagoa (GRAP); Diogo Freitas, Daniel Oliveira e Teles (ID Vieirense); Marco Costa, Micael Costa, Jimmy e João Cintra (Moita do Boi); Celso Vieira e Diogo Gomes (SCL Marrazes); Airton, Sebastião Silva "Tião", Vasco, Rafael Abreu, Alexi, Guilherme, Miguel Cá, Leonardo Ferreira e Fidalgo (SC Pombal); Daniel Mbala, Diogo Fonseca, Fernando e Romer Jiménez (UR Mirense)

domingo, outubro 27, 2019

Resultados da 6ªJornada da Divisão de Honra 2019-2020

Divisão de Honra
GDR Boavista, 0 - 1 ,GD Pelariga
CCR Alqueidão da Serra, 2 - 6 ,GAU/Bajouca
GC Alcobaça, 0 - 1 ,GD Peniche
SC Pombal, 3 - 0 ,ID Vieirense
AC Marinhense B, 0 - 3 ,GRAP
UR Mirense, 2 - 4 ,AD Portomosense
CC Ansião, 4 - 1 ,Moita do Boi
GD Guiense, 1 - 0 ,SCL Marrazes
---
1ª Distrital Norte
GD Ilha 0 - AD Figueiró dos Vinhos 1
AC Avelarense 1 - UDRC Matamourisca 3
Castanheira de Pêra 2 - AC Carnide 2
Recreio Pedroguense 0 - AR Meirinhas 1
---
1ª Distrital Sul
Biblioteca 1 - GD Nazarenos 6
SCE Bombarralense 1 - GD Peso 1
Caldas SC B 0 - GDRC Unidos 0
GD Atouguiense 2 - GD Santo Amaro 0

sexta-feira, outubro 25, 2019

Juvenis: Miguel Fernandes (CC Ansião) na liderança dos Melhores Marcadores


3 Golos: Miguel Fernandes (CC Ansião)
2 Golos: André Frias e Renato Sousa (AC Marinhense), Gonçalo Duarte (Caldas SC B), Bernardo Jorge e João Corvelo (GC Alcobaça), Diogo Costa (ID Vieirense), Rodrigo Carvalho (SC Pombal), Pedro Capitão (UD Serra)
1 Golo: Pedro Fareleiro (AC Avelarense), André Matos (AC Marinhense), António Teotónio e João Pereira (Caldas SC B), Gonçalo Rodrigues e Tomás Oliveira (CC Ansião), David Santos e Tiago Fernandes (EAS Marinha Grande), Gonçalo Santos e Rui Barbosa (GD "Os Nazarenos"), Duarte Gomes e Tiago Vieira (GRAP), André Bujaca, Diogo Soares, Rodrigo Fonseca e Rúben Ferreira (ID Vieirense), David Muchacho e Luís Martins (SCL Marrazes), Bernardo Monteiro, Daniel Savchuk, Francisco Jorge, José Ferreira e Miguel Lopes (SC Pombal), Dário Fernandes e Guilherme Luís (UD Batalha), Alexandre Vieira, João Alves e Manuel Vitorino (UD Leiria B)

Iniciados: Simão Medina na liderança dos Melhores Marcadores da Honra

4 Golos: Simão Medina (EAS Marinha Grande)
3 Golos: Vasco Ribeiro (AR Meirinhas), Lucas Gonçalves (GRAP), Ricardo Farto (ID Vieirense), Francisco Santos (UD Batalha)
2 Golos:  Rui Sousa (EAS Marinha Grande), Afonso Oliveira e Duarte Alexandre (GC Alcobaça), Afonso Gomes e Francisco Fiteiro (UD Batalha)
1 Golo: Simão Firmino (AC Avelarense), Lucas Rodrigues, Martim Ruivo e Tomás Cardona (AR Meirinhas), Martim Veiga e Tiago Machado (Caldas SC), Guilherme Fernandes e Guilherme Leiria (EAS Marinha Grande), Dinis Melo e Mateus Emídio (GC Alcobaça), Rafael Dinis (GD Santo Amaro), Gonçalo Vicente e Tomás Gameiro (GRAP), Rodrigo Carvalho (ID Vieirense), Simão Rodrigues (SC Pombal), João Rosa, Miguel Monteiro, Iuri Moreno e Rafael Nunes (UD Batalha), Miguel Borges (UD Leiria B)

quinta-feira, outubro 24, 2019

Juniores: André Lopes na liderança dos Melhores Marcadores da Honra


8 Golos: André Lopes (GC Alcobaça)
5 Golos: João Ribeiro (SL Marinha)
3 golos: Marcos Santos (Beneditense) e Rúben Ferreira (GD Ilha)
2 golos: Miguel Piedade (Beneditense); Gonçalo Santos (GD Guiense); Guilherme Henriques, Guilherme Aniceto e Bernardo Silva (SCL Marrazes); João Domingues (SL Marinha); João Pires (UD Batalha)
1 golo: André Leitão (AD Figueiró dos Vinhos); Daniel Frunze e Rúben Agostinho (Beneditense); Filipe Mano (GD Ilha); Pedro Gonçalves (GD Pelariga);   Leandro Novo, Luís Dionísio, Martim Laranjeira e Rodolfo Neto (GD Peniche); Miguel Santos (GD "Os Vidreiros"); João Vieira, Júlio Souza e Pedro Morgado (ID Vieirense); Alexandre Costa, Gonçalo António, Miguel Pereira e Romeu Henriques (GC Alcobaça);  João Gonçalves, Miguel Conceição e Pedro Semeão (UD Batalha); Bruno Gordo, Duarte Silva, Sandro Gordo e Tomé Nunes (UD Serra)

Mapa Semanal de Castigos



Seniores
1 jogo: Wellington Silva (GC Alcobaça), Leandro Gaspar (CC Ansião), João do Toco (Moita do Boi), Vasco Couto (GD Ilha)
2 jogos: Fábio Silva e Luís Paixão (Beneditense)
Suspensões: José Gaspar (CC Ansião / 8 dias)
Multas: José Gaspar (CC Ansião / 10 €)
Diversos: CC Ansião (Processo de Averiguação)

Juniores
1 jogo: Manuel Monteiro (SCL Marrazes), Duarte Marques (GRAP), David Saramago (Areco/Coto)
Multas: AD Portomosense (20 €), UD Turquel (20 €)

Juvenis
1 jogo: Francisco Santos (AC Avelarense), Pedro Gonçalves (GD Atouguiense)
2 jogos: Afonso Duarte (UD Batalha), Vasco Cavaco (GD "Os Nazarenos" B)

Iniciados
1 jogo: Diogo Galrão (Escola Académica)

Caldas segue invicto após goleada

Foi um Caldas invicto aquele que recebeu o Vilarense no passado domingo e assim permaneceu depois de golear a formação do concelho de Ourém por 5-0.
Depois de perder os primeiros pontos no campeonato na jornada anterior, após empatar em Fátima, os pelicanos entraram fortes no jogo de forma a evitar surpresas.
Após um bom início de jogo, Tiago Serrazina, depois de uma jogada individual de Daniel Fernandes, inaugurou o marcador com um desvio já dentro da área.
Em desvantagem, o Vilarense não abdicou do seu blo­co baixo e não conseguia acercar-se da baliza do Caldas. Os da casa mantiveram a boa circulação de bola e foram crian­do oportunidades atrás de oportunidades, mas o resultado manteve-se inalterado até ao intervalo.
Na segunda parte, a toada manteve-se e, aos 42', Diogo Vieira, com um remate bem colocado, de fora da área, ampliou a vantagem.
O Caldas não tirou o pé do acelerador e com boas jogadas colectivas, coleccionava mais oportunidades. Assim, foi sem grande surpresa que Martim Cruz converteu uma grande penalidade, aos 57', arrancada por Francisco Ferreira, dois jogadores acabados de saltar do banco de suplentes.
Aos 64', Afonso Constantino apareceu bem na área adversária e, à segunda, depois de uma boa defesa do guarda-redes forasteiro, ampliou a vantagem para 4-0.
O Vilarense ainda esboçou uma pequena reacção, mas foi o Caldas a chegar ao 5-0 final, com Diogo Vieira a bisar, depois de mais uma assistência de Daniel Fernandes.
O Caldas mantém-se, assim, no topo da classificação, juntamente com a Pelariga e está a um pequeno passo de assegurar a passagem à segunda fase do Campeonato Nacional de iniciados.
Excelente arbitragem, sem erros, num jogo fácil de dirigir.|

Caldas SC 5
Rafael Tavares, Afonso Constantino, Wilson Estrela (António Castelo, 59'), David Gonçalves (c), Rafael Dias (Martim Cruz, 50'), Duarte Pereira, Diogo Vieira, Daniel Fernandes, Tiago Serrazina (Dinis Ferreira, 59'), Leonardo Agostinho (Rodrigo Mondim, 59'), e Gustavo Costa (Francisco Almeida, 50').
Não jogaram: Duarte Almeida e Rodrigo Ferreira.
Treinador: João Aguiar.

CD Vilarense 0
Rafael Faria, Afonso Lopes, Simão Guia (Pedro Bento, 46'), Salvador Cardoso, Pedro Rangel (Rodrigo Brás, 30'), Tomás Baptista, Afonso Pereira (João Lopes, 40'), José Lopes (Miguel Neves, 55'), Pedro Ferreira, Duarte Rato (José Duarte, 55') e Francisco Faria.
Não jogaram: Martim Caldeira e Guilherme Francisco.
Treinador: Fábio Filipe.

Campo Quinta da Boneca, Caldas da Rainha
Árbitro: Nuno Filipe. Assistentes: Pedro Pinto e Rafael Massano.
Ao intervalo: 1-0. Espectadores: 150.
Golos: 1-0 Tiago Serrazina (4'), 2-0 Diogo Vieira (42'), 3-0 Martim Cruz (57', p.), 4-0 Afonso Constantino (64'), 5-0 Diogo Vieira (72').
Disciplina: Nada a registar.

Texto: Nuno Copa - Diário de Leiria

UD Leiria vence Caldas e garante segunda fase

Caldas SC 0
Guilherme Maranhão, Tomás Silva, Thomas Milroy, Rodrigo Bernardino, Rodrigo Pereira (João Batista, 84'), Miguel coelho, Miguel Rebelo, Afonso Sousa (Pedro Oliveira, 81'), Guilherme Lopes, Rafael Pinheiro, Salvador Moreira (David Gesteiro, 75').
Não jogaram: Afonso Botelho, Guilherme Santos, Mateus Magalhães, Diogo Bernardino.
Treinador: Rui Roque.

UD Leiria 1
Rúben Silva, José Rodrigues, Gabriel Martins, Manuel Deus, Rafael Marcelino (Rodrigo Silva, 70'), Pedro Cruz, João Sousa (Duarte Mendes, int.), Nuno Diniz (Guilherme Norte, 58'), Bernardo Gomes (Afonso Silva, 67'), Pedro Ferreira (Rodrigo Pedrosa, 67'), Rúben Martins.
Não jogaram: João Costa e Artur Silva.
Treinador: Diogo d'Aprile.

Campo da Quinta da Boneca, Caldas da Rainha
Árbitro: Paulo Barradas. Assistentes: Joaquim Gato e Mauro Santos.
Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Bernardo Gomes (11', p.).
Disciplina: Amarelo a Bernardo Gomes (12'), Pedro Cruz (21'), Rafael Marcelino (58'), Salvador Moreira (65'), Rúben Silva (90+3').

Foto: Vitor Santana

Sporting de Pombal vence e convence

O Sporting de Pombal goleou por 7-0 a Moita do Boi em dérbi concelhio. O conjunto de Ricardo Pateiro foi superior em toda a linha, acabando por alcançar uma vitória robusta.
Os visitantes aos 15 minutos já venciam por 2-0, com golos de Vasco e Rafael Abreu, o que já fazia antever o descalabro que se verificou a seguir por parte da turma da casa.
Ainda assim, a Moita do Boi esteve perto do golo por Nélson Pereira, mas Lionel negou os intentos do avançado com uma bela intervenção. Do outro lado, os 'leões de Arunca' estiveram perto de aumentar a vantagem, mas André e Alexi não conseguiram finalizar a preceito.
Já perto do final da primeira parte, a Moita do Boi ainda deu um ar da sua graça através de Pedrito, que esteve perto de marcar, mas o remate saiu à trave.
No início da segunda parte, o mesmo jogador esteve novamente em evidência e com o mesmo desfecho: na sequência de um livre Pedrito voltou a atirar à trave.
Indiferente ao 'azar' do adversário, o Sporting de Pombal conseguiu rapidamente marcar mais dois golos por André e Yannick, acabando com as dúvidas no encontro.
A Moita do Boi ainda reagiu e Calixto ficou perto do golo, mas em boa posição o médio atirou ao lado.
Se a situação já estava má para os homens da casa, pior ficou quando aos 81 minutos ficaram reduzidos a dez elementos por expulsão de João do Touco por acumulação de amarelos. Assim, os visitantes voltaram a marcar mais duas vezes, por Yannick e Alexi.
Já em período de descontos ficou estabelecido o resultado final, com Guilherme a encostar fácil para o 7-0.
Trabalho regular de Eduardo Brites e assistentes.|

Moita do Boi 0
Rodolfo (Duarte, 68'); João do Touco, Marquito (Simão, 63'), Micael Costa e Paulito; Micael Santos, Calixto e Pedrito (Panenka, 70'); Jimmy, Márcio e Nélson Pereira.
Não jogaram: Pedro Santo, Dany Fernandes, David e Saramago.
Treinador: Marco Gomes.

SC Pombal 7
Lionel; Dedé, Miguel Cá, Fidalgo e Paulo Martins (Leo, 65'); Pedro Marques, Rafael Abreu e Tião; Alexi, André (Yannick, 58') e Vasco (Guilherme, 69').
Não jogaram: Luís, Dani, Thales e Duary.
Treinador: Ricardo Pateiro.

Campo da Guarita, na Moita do Boi
Árbitro: Eduardo Brites. Assistentes: Bruno Colaço e João Dias.
Espectadores: 150. Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1 Vasco (9'), 0-2 Rafael Abreu (15'), 0-3 André (57'), 0-4 Yannick (67'), 0-5 Yannick (86'), 0-6 Alexi (88') e 0-7 Guilherme (90+2').
Disciplina: Amarelo a João do Touco (15' e 81'), Marquito (22'), Paulito (35'), Lionel (39'), Fidalgo (50'), Paulo Martins (60') e Nélson Pereira (60'). Vermelho por acumulação a João do Touco (81').

Texto: Cid Ramos - Diário de Leiria
Foto: Gonçalo Pedrosa

No aproveitar é que esteve o ganho

Num jogo equilibrado, e onde até foi o Boavista quem dispôs das oportunidades mais flagrantes de golo, o GAU foi mais eficaz e um grande tento de Fábio Sousa sentenciou a partida (1-0).
Moralizado pela vitória da última jornada frente ao GRAP, o Boavista entrou melhor e, logo aos 2', Celso Pereira obrigou Joel Pedrosa a uma defesa atenta.
Com uma pressão alta ao portador de bola adversário, a equipa de Pedro Nunes estava claramente por cima no jogo, e pouco depois, ficou muito perto do golo, com Celso Pereira a ter uma finalização artística, após cruzamento de Simão, com a bola a sair a centímetros do poste.
De seguida, novo lance de perigo para o Boavista, com Diogo António a ter um bom lance individual na esquerda, mas o remate saiu ao lado da baliza.
O GAU procurava encontrar soluções para travar o domínio inicial dos axadrezados, mas só aos 27' é que conseguiu libertar-se da pressão adversária, ficando mesmo perto de marcar quando Fábio Sousa, com um remate em arco, levou a bola a sair muito perto da baliza de Diogo Martins.
Apesar deste lance, o Boavista continuava mais dominante, mas com o passar dos minutos, o GAU conseguiu equilibrar tendo causado perigo em cima do intervalo através de um cabeceamento Fábio Pereira, após um livre.
A etapa complementar começou numa toada mais equilibrada, e já depois de João Ferreira cabecear com perigo, o GAU chegou mesmo ao golo, num grande lance de Fábio Sousa que flectiu da direita para o centro, e com um remate colocado, fez um grande golo.
Em desvantagem, o Boavista foi atrás do prejuízo, e no minuto seguinte, teve uma oportunidade soberana para empatar: Lukas Fonseca conseguiu ultrapassar Joel Pedrosa, e quando tinha tudo para marcar, acabou por permitir o corte de um defesa da casa.
Tirando este lance, o Boavista procurava fazer tudo depressa demais, sem grande critério, o que foi facilitando a tarefa do GAU que, bem organizado defensivamente, ia explorando o contra-ataque.
Já perto do final, o Boavista teve a derradeira oportunidade para marcar quando Marcelo Carvalho aproveitou um desentendimento entre dois defesas do GAU, e bem colocado à entrada da área, rematou colocado, com Joel Pedrosa a fazer a defesa da tarde e a segurar a vitória da sua equipa.
Boa arbitragem do trio comandado por Gonçalo Carreira, ainda que não isenta de pequenos erros de pormenor.|

GAU/Bajouca 1
Joel Pedrosa, Dilan Carreira, Gonçalo Oliveira, Fábio Pereira, Xavier Serra, Nicolas Alberto (Fábio Silvério, int.), Mauro Oliveira (Denis Domingues, 69'), Jani Mota (c), Kévin Alberto, João Ferreira (Joel Domingues, 76'), Fábio Sousa.
Não jogaram: Miguel Silva, João Vidal, Simão Capitão, Bruno Ramos.
Treinador: Milton Branco.

GDR Boavista 0
Diogo Martins, Daniel Gregório, João André (Telmo Vazão, 76'), Batista, Simão, Marcelo Carvalho, Wilson Oliveira (Gonçalo Pereira, 87'), João Duarte, Diogo António (c), Celso Pereira, Lukas Fonseca (Miguel Oliveira, 66').
Não jogaram: Renato, Nuno Filipe, João Oliveira.
Treinador: Pedro Nunes.

Campo das Pedras, na Bajouca
Árbitro: Gonçalo Carreira.
Assistentes: David Domingues e Fábio Monteiro.
Espectadores: 120. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Fábio Sousa (56').
Disciplina: Amarelo a Nicolas Alberto (31'), João Ferreira (45'), João André (70'), Marcelo Carvalho (83'), Diogo António (85').

Texto e foto: Pedro Almeida - Diário de Leiria

GRAP ‘atropela’ Alqueidão irreconhecível

O GRAP subiu à vice-liderança do campeonato depois de golear o Alqueidão da Serra por 5-0, num jogo que ficou marcado pela expulsão ainda no primeiro tempo de Leandro Gaspar. A formação dos Pousos aproveitou os erros do adversário para construir uma vitória por números pouco vistos.
O jogo começou equilibrado num duelo entre duas equipas a realizar uma boa campanha na Divisão de Honra, contudo o GRAP adiantou-se cedo no marcador: Fábio Pedro rematou para grande defesa de Miguel Santos, contudo a bola sobrou para Cédric que sofreu falta dentro da área, com o árbitro a apontar para a marca dos 11 metros. Na cobrança, Dany Marques abriu o activo.
Com ainda muito tempo para se jogar, o Alqueidão da Serra tentou responder e chegou a ameaçar o golo, mas as esperanças dos serranos sofreram um rude golpe perto do intervalo quando Leandro Gas­par, no espaço de dois minutos, viu dois cartões amarelos e deixou a sua equipa em inferioridade numérica.
Depois de uma fase inicial equilibrada, na segunda parte o jogo foi praticamente de sentido único, com o GRAP a assumir todas as despesas do jogo e a criar várias oportunidades para marcar. Assim, depois de um primeiro aviso de Cédric, o golo chegou mesmo após uma recuperação de Cédric que desmarcou Dany Marques para este cruzar para Pedro Domingues encostar fácil para o 2-0.
Pouco depois surgiu o 3-0 num lance confuso em que Miguel Santos aliviou mal a bola, permitindo a Dany Marques atirar para a baliza deserta.
O Alqueidão da Serra parecia render-se às evidências e, já perto do final, o GRAP marcou mais dois golos. Primeiro por Vieirinha com um belíssimo remate à entrada da área, e depois pelo reforço Vareta que recuperou a bola e, na cara de Miguel Santos, contornou o guardião e atirou para a baliza deserta.
Boa arbitragem de Diogo Oliveira. Nos momentos mais complicados soube 'agarrar' o jogo.|

GRAP 5
Mocheco, Lagoa, Lomba, Fábio Martins, Vieirinha, Migas, Fábio Pedro (Lucas, 70'), Luisito, Dany Marques, Pedro Domingues (Francisco Reis, 86'), Cédric (Vareta, 75').
Não jogaram: Rui Pedro, Benny, Pedro Manso, Gabriel.
Treinador: Marco Aurélio.

CCR Alqueidão Serra 0
Miguel Santos, David Marques, Tiago Cerejo, Francisco José (André Simões, 82'), Guilherme Graça, Leandro Gaspar, Rudy, Fábio Lúzio (Colaço, int.), Dady, Rúben Araújo (Conca, 62'), Vasco Gonçalves.
Não jogaram: André Tavares, Marco, João Matos, João Bento.
Treinador: Filipe Faria.

Campo da Charneca, Pousos
Árbitro: Diogo Oliveira. Assitentes: Rodrigo Luís e Bruno Vieira.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Dany Marques (7', p.), 2-0 Pedro Domingues (55'), 3-0 Dany Marques (62'), 4-0 Vieirinha (83'), 5-0 Vareta (88').
Disciplina: Amarelo a Rúben Araújo (31'), David Marques (33'), Leandro Gaspar (41' e 42'), Dany Marques (58'), Fábio Pedro (67'), Filipe Faria (71'), Pedro Domingues (79'), Guilherme Graça (84'), André Simões (88'). Vermelho por acumulação a Leandro Gaspar (42').

Texto e foto: Luís Conceição - Diário de Leiria

Goleada do Portomosense atira Guiense para o fundo

A AD Portomosense recebeu o GD Guiense e acabou por golear (4-0) num triunfo que se ajusta perfeitamente, pois os comandados de Pedro Solá tiveram as melhores oportunidades perante um Guiense que surpreendentemente caiu para o último lugar.
Entrou melhor o Portomosense, a mandar na partida devido a uma pressão alta que acabou por resultar no primeiro golo, quando Miguel Velosa interceptou um mau atraso para o guarda-redes Sérgio Fonseca e, na cara do guardião, inaugurou o marcador.
O Portomosense não tirou o pé do acelerador e alguns minutos volvidos o mesmo Miguel Velosa atirou com estrondo ao poste, após uma recuperação a meio-campo e contra-ataque conduzido por Rodrigo Rivas.
À primeira, o poste salvou, mas à segunda nem mesmo o ferro impediu que Miguel Velosa bisasse na partida, com uma cabeçada certeira em resposta ao pontapé de canto superiormente batido por Rica.
A perder por 2-0, o Guiense não esmoreceu e, na jogada seguinte, respondeu com um tiro de Tiago Grilo do meio da rua para grande defesa de Caio, desviando para canto.
Em cima do intervalo esteve à vista o 3-0 numa jogada brilhante toda ela ao primeiro toque, com Rodrigo Rivas, isolado, a tentar servir Luiz Fernando, valendo a coragem de Sérgio Fonseca a interceptar o lance. A bola sobrou para Igor Cambraia que disparou forte, valendo novamente o guarda-redes do Guiense para evitar o golo.
A segunda etapa começou com o domínio dos da casa, no entanto as duas primeiras chances de golo pertenceram aos forasteiros. Primeiro André Duarte, isolado por André Félix, rematou para defesa segura de Caio. Depois, na sequência de um canto em que o guardião brasileiro saiu a punhos, a bola sobrou para Tiago Clemente que atirou para a baliza deserta, mas fez a bola sair por cima da trave.
Até ao apito final, a partida foi perdendo intensidade e algum interesse, ainda assim, só houve alguma emoção nos minutos finais com dois golos de Rodrigo Rivas. Primeiro de grande penalidade e depois com uma bomba a mais de 30 metros da baliza, beneficiando de um pequeno desvio suficiente para enganar Sérgio Fonseca, fechando o resultado em 4-0.
Trabalho positivo do trio chefiado por Gonçalo Teixeira.|

AD Portomosense 4
Caio; Ilyas, Zé Victor, Farruba (c), Caracol; Trindade, Igor Cambraia, Rica (Filipe Santiago, 85’); Miguel Velosa (Kiko, 75’), Rodrigo Rivas, Luiz Fernando (Lico, 64’). Não jogaram: Jonathan, Silvério, Romana, Luzio.
Treinador: Pedro Solá.

GD Guiense 0
Sérgio Fonseca; Tiago Clemente, Fred Machado, Ricardo Pontes, André Oliveira (André Duarte, 46’); Damien, João Pinto, Tiago Grilo, André Félix (c); Vasco Pontes, Camará (Cajó, 46’). Não jogaram: Armando, Gato, Diogo Grilo, Ricardo Esteves, Fábio Alberto.
Treinador: Marco Aurélio.

Estádio Municipal de Porto de Mós
Árbitro: Gonçalo Teixeira. Assistentes: Nuno Rodrigues e Miguel Rebelo.
Espectadores: 100. Ao intervalo: 2-0.
Golos: 1-0 Miguel Velosa (15’), 2-0 Miguel Velosa (26’), 3-0 Rodrigo Rivas (82’), 4-0 Rodrigo Rivas (87’).
Disciplina: Amarelo a Trindade (22’), Caracol (33’), Miguel Velosa, (45+1’), Vasco Pontes (52’), Rodrigo Rivas (59’), Luiz Fernando (64’), Tiago Grilo (74’), Zé Victor (80’).

Texto e foto: Pedro Sousa - Diário de Leiria

terça-feira, outubro 22, 2019

Dany Marques (GRAP) na liderança dos Melhores Marcadores da Divisão de Honra após a 5ª Jornada

6 Golos: Dany Marques (GRAP)
.
5 Golos: Rúben Araújo (CCR Alqueidão da Serra)
.
4 Golos: Miguel Velosa (AD Portomosense); Dembele (CC Ansião); Vieirinha (GRAP); (SC Pombal)
.
3 Golos: Marcos Duque (AC Marinhense B); Luiz Fernando (AD Portomosense);  Nélson Pereira (Moita do Boi)
.
2 Golos:  Rodrigo Rivas (AD Portomosense); Normando Carvalho (CC Ansião); Eduardo Valente, David Marques e Vasco Gonçalves (CCR Alqueidão da Serra); Jani Mota e Kevin Alberto (GAU/Bajouca); Tomás Santos (GC Alcobaça); Cajo (GD Guiense); Motinha e Paulo Henriques (GD Peniche); André Cruz e Baixinho (ID Vieirense); Nuno Joaquim (SCL Marrazes), Igor Marcon (UR Mirense)
.
1 Golo: Alex Deliberto, António Gonçalves e Jonh Abraham (AC Marinhense B); José Andrade (AD Portomosense); Pedro Ferreira e Salvador Sulce (CC Ansião); Fitas  (CCR Alqueidão da Serra);  Fábio Pereira e Fábio Souza (GAU/Bajouca); Dinis Quitério e Lucas Grilo (GC Alcobaça); Digo e José Marques (GD Pelariga); Hugo Duarte, Miguel Duarte e Valdir Junior (GD Peniche); João Batista e Miguel Carvalho (GDR Boavista); Cedric Jorge, Marcos Cabral, Lagoa e Pedro Domingues (GRAP); Diogo Freitas,  Daniel Oliveira e Teles (ID Vieirense); Marco Costa, Micael Costa, Jimmy e João Cintra (Moita do Boi); Celso Vieira e Diogo Gomes  (SCL Marrazes); Airton, Sebastião Silva "Tião", Vasco, Rafael Abreu, Alexi, Guilherme e Fidalgo (SC Pombal); Diogo Fonseca e Fernando (UR Mirense)

Beneditense elimina Biblioteca na taça distrital

O Beneditense eliminou, este domingo, a Biblioteca, por 1-4, na Taça Distrito de Leiria. Lucas Guedes esteve em destaque ao bisar no encontro (32' e 60'), com os outros golos a serem apontados por André Justino (48') e Marcelo Marquês (53'). O tento da equipa valadense foi anotado por Alexandre Vinagre (67').
Na Taça Lizsport, o Peso, orientado pelo beneditense Marco Ferreira, também segue em frente após bater o Meirinhas, por 2-3, num encontro em que o sãomartinhense Miguel Madruga (ex-Ginásio) marcou o segundo golo da equipa.

Texto e Foto: Região de Cister

Vieirense regressa às vitórias perante o Ginásio

O Vieirense regressou aos triunfos (2-0) na recepção ao Ginásio de Alcobaça e ‘respira’ agora um pouco melhor na tabela classificativa, ao contrário da formação de Leandro Santos que está apenas um ponto acima da linha de água.
Coube ao Vieirense assumir as despesas do jogo e pressionar o adversário no seu meio campo, mas foi o Alcobaça o primeiro a criar perigo por Tomás num remate forte que Ruben encaixou seguro. O Vieirense também esteve perto do golo numa jogada de ‘laboratório’, após lançamento lateral para a área com Freitas a ‘pentear’ a bola mas o remate de Carlos saiu muito por cima. Pouco depois foi Botas com bom trabalho individual a rematar perto do alvo.
O Alcobaça também não deixava a defensiva caseira descansar e Lucas Grilo testou a atenção do guardião do Vieirense com um remate de meia distância. Do outro lado Luís Carlos não acreditou na falha defensiva e surpreendido com a oferta atirou ao lado quando podia ter feito bem melhor.
Até ao descanso destaque para o cabeceamento de Luís Carlos que ainda assustou Fábio Santos e, na reposta, foi Lucas Grilo a criar perigo, mas o cruzamento atrasado foi interceptado por Ruben Soares.
A segunda metade começou mais equilibrada e o foi novamente o Ginásio o primeiro a criar perigo num remate de ressaca de Fábio que obrigou Ruben a aplicar-se. Na resposta uma boa jogada de envolvimento entre Daniel e Carlos com este a rematar para boa defesa de Fábio Santos e Botas a chegar atrasado à recarga.
O golo podia surgir em qualquer uma das balizas, mas foi mais feliz o Vieirense na sequência de um canto com Freitas a saltar mais alto que todos e a inaugurar o marcador. O Ginásio acusou o golo sofrido e, pouco depois, os pupilos de Luciano Silva ampliavam por André Cruz na transformação de um pontapé de penálti.
Até final esteve sempre mais perto o Vieirense de ampliar que o Ginásio de reduzir, e ainda por cima a turma de Leandro Santos ficou reduzida a 10 unidades. Mesmo ao cair do pano, o alcobacense Maurício, de livre, criou muito perigo, mas o resultado não se alterou.
Arbitragem positiva de Rafael Marques, não isenta de pequenos erros, mas assertiva nos lances decisivos. |

ID Vieirense 2
Ruben Lopes, Daniel, Freitas, Rabi, Ruben Soares, Luís Carlos (Gerson, 57’), Letra (c), André Cruz (Hércules, 78’), Alex, Carlos e Botas (Teles, 87’)
Não jogaram: Germano, Bruno Ferreira e Coelho.
Treinador: Luciano Silva.

GC Alcobaça 0
Fábio Santos, Candeias, Wellington, Marques (Pedro Pimenta, 74’), Maurício, Fábio, Telmo, Bruno Quitério (c), Tomás (Lourenço, 83’) e Lucas Grilo (Dinis Quitério, 78’).
Treinador: Leandro Santos.

Estádio Albano Tomé Feteira, Vieira de Leiria
Árbitro: Rafael Marques. Assistentes: Pedro Pereira e Lucas Tomás.
Espectadores: 220. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Freitas (72’), 2-0 André Cruz (76’, p.).
Disciplina: Amarelo a Candeias (22’), Wellington (30’ e 76’), André Cruz (69’), Alex (72’), Hércules (80’), Bruno Quitério (87’), Fábio (89’). Vermelho por a acumulação a Wellington (76’).

Texto e foto: Carlos Pinheiro - Diário de Leiria

Marrazes é o primeiro a tirar pontos ao líder em empate justo

Se na jornada passada, a turma de Mário Artur já tinha tirado pontos ao então invicto Alqueidão da Serra, desta vez o Marrazes voltou a ser a primeira equipa a tirar pontos ao líder Marinhense B através de um empate (1-1) que acaba por se aceitar num jogo com vários casos.
O jogo começou com maior ascendente do Marinhense B que podia ter aberto cedo o marcador quando Marcos Duque foi carregado em falta dentro da área. Na cobrança do pontapé de penálti, o mesmo jogador atirou para grande defesa de Marcelo.
A partir daqui o jogo ficou mais equilibrado, mas sempre com sinal mais dos visitantes que depois de tantas aproximações à baliza contrária, conseguiram materializar o ascendente em golo após excelente cruzamento de Edgar Alves para Tiago Ferreira que ajeitou de cabeça para a conclusão de António Gonçalves.
O Marrazes sentiu o golo sofrido e, pouco depois, o Marinhense podia ter dilatado quando o capitão Marcos Santos ganhou em velocidade aos centrais contrários e, na cara de Marcelo, atirou ligeiramente por cima da barra.
Até ao intervalo, o Marrazes agarrou finalmente no jogo, mas nunca conseguiu criar uma verdadeira oportunidade para marcar, perante um Marinhense mais expectante.
No início da segunda parte, o Marrazes tentou apertar o cerco, mas a melhor oportunidade pertenceu ao Marinhense numa transição de dois contra um, mas Elton Lopes, isolado, permitiu uma grande defesa a Marcelo.
A partir daqui, o Marrazes foi mais autoritário dentro de campo, mas sem criar perigo até que, em cima do minuto 90, os anfitriões beneficiaram de um pontapé de penálti que Nuno Joaquim cobrou de forma exemplar, fixando o resultado final em 1-1.
Má arbitragem de Jorge Carreira. Ao longo do jogo foi cometendo pequenos erros, mas no final acabou por ter influência no resultado. No penálti que favoreceu o Marinhense, ainda damos o benefício da dúvida, no que deu o empate ao Marrazes não houve qualquer infracção de José Rito.|

SCL Marrazes 1
Marcelo (c), Tiaguinho (Caio Souza, 84'), Celso Vieira, Mini, Diogo Carvalho, Juninho, Luís Franco (PS, 83'), Diogo Gomes (Bernardo Ramos, 68'), João Marques, Conguito, Nuno Joaquim.
Não jogaram: João Silva, Hugo Frazão, Bruno Morais, Élvis.
Treinador: Mário Artur.

AC Marinhense ‘B’ 1
David, Marco Azenha, José Rito, Oidel, Edgar Alves, Tiago Claro, Diogo Vieira, Elton Lopes, Tiago Ferreira (Vítor Duarte, 88'), Marcos Santos (c) (Hyo Lee, 83'), António Gonçalves (Rúben Brilhante, 73').
Não jogaram: Jorge Oliveira, Camará, Willian, Francisco Mira.
Treinador: Vítor Duarte.

Campo Aldeia do Desporto, Marrazes
Árbitro: Jorge Carreira. Assistentes: Henrique Ramos e Tomé Pires.
Espectadores: 120. Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 António Gonçalves (37'), 1-1 Nuno Joaquim (90+1', p.).
Disciplina: Amarelo a Juninho (7'), António Gonçalves (47') e Diogo Gomes (65').

Texto e foto: José Roque - Diário de Leiria

Caldas dá pontapé na 'crise' com goleada

Em encontro em atraso da 3.ª jornada do Campeonato de Portugal, disputada na manhã de ontem, o Caldas deu fim a uma sequência de três derrotas consecutivas ao vencer os açorianos do Fontinhas por 5-0, num jogo de sentido único.
Desde cedo que o Caldas começou a construir o resultado com Bruno Eduardo a abrir o activo após uma boa combinação com um colega de equipa. Sete minutos volvidos e já o Caldas voltava a festejar quando André Santos serviu na perfeição Hugo Neto que rematou à meia-volta ao ângulo. Sem conseguir ‘respirar’ o Fontinhas sofreu novo golo dois minutos depois quando Nuno Januário serviu Hugo Neto que bisou com uma bola picada sobre Toste. Em suma, aos 21 minutos o Caldas já vencia por 3-0.
Só perto do intervalo, é que o Fontinhas deu um ar da sua graça, mas Luís Paulo tirou o pão da boca a Miranda. De seguida, o guardião caldense fez uma excelente defesa após remate de Goulart.
Na segunda parte, o jogo seguiu o mesmo figurino, com o Caldas a dominar em toda a linha e a somar oportunidades para marcar. Num desses lances, Nuno Januário, de cabeça, acertou na barra.
Depois das ameaças, na fase final o golo surgiu mesmo com Hugo Neto a completar o ‘hat-trick’ após cruzamento na direita. O resultado final de 5-0 foi fixado no período de compensação quando Pedro Faustino fez o gosto ao pé. |

Caldas SC 5
Luís Paulo, Juvenal, Militão (c), Pedro Gaio, Luís Farinha, André Santos, Pedro Faustino, Yordi (Karim, 69’), Nuno Januário (Ruca, 78’), Hugo Neto (Ricardo Isabelinha, 83’), Bruno Eduardo.
Não jogaram: Francisco Vieira, Passos, Marcelo, Passuco.
Treinador: José Vala.

GD Fontinhas 0
Toste, Serpa, Meneses, Miguel Oliveira, Miranda, Mauro Aires, João Dias (c), André Silva (Ruben, 62’), José Dias, Goulart (Milton, 57’), Dário (Gustavo, 66’).
Não jogaram: Délcio, Francisco Vieira e João Moutinho.
Treinador: Francisco Faria.

Campo da Mata, Caldas da Rainha
Árbitro: David Salvador (AF Setúbal).
Assistentes: André Botelho e Ricardo Sari.
Ao intervalo: 3-0.
Golos: 1-0 Bruno Eduardo (12’), 2-0 Hugo Neto (19’), 3-0 Hugo Neto (21’), 4-0 Hugo Neto (83’), 5-0 Pedro Faustino (90+2’).
Disciplina: Amarelo a Goulart (38’), Pedro Gaio (45’), Dário Simão (57’), Milton (83’).

Texto: Renato Santos - Diário de Leiria
Foto: Joel Ribeiro

Ednilson deu asas ao sonho da Taça

Há coisas assim. Depois de o Fátima ter vencido o Marinhense na 1.ª eliminatória da Taça de Portugal, eis que um capricho do sorteio voltou a colocar o repescado Marinhense no caminho do Fátima, mas desta vez os alvinegros ‘vingaram-se’ e carimbaram a passagem à próxima fase, após um jogo extremamente equilibrado.
Na primeira ocasião de perigo, o Marinhense mostrou eficácia máxima quando Ednilson ultrapassou o seu defensor em velocidade e rematou rasteiro e cruzado abrindo o activo (1-0).
Na resposta, Índio esteve perto da igualdade, mas o cabeceamento na sequência de um livre lateral, saiu a centímetros do poste.
Mais tarde, foram os vidreiros que estiveram perto de aumentar a vantagem, numa jogada em tudo idêntica à do golo, mas Jeferson, com uma magnífica intervenção, evitou o 2-0 a Leandro Antunes.
Perto do intervalo, grande jogada colectiva dos visitantes, com Carlos Daniel a finalizar com um remate ligeiramente ao lado.
No reatamento o Fátima subiu as suas linhas, procurando chegar à baliza contrária mas sem grande sucesso, pois encontrou pela frente uma equipa bem estruturada tacticamente. E foram os donos da casa que estiveram perto do golo, com Leandro Antunes a não ser lesto a aproveitar uma falha defensiva contrária.
Com investidas rápidas à área fatimense, o Marinhense criou perigo por André Perre através de um remate que ainda deu a sensação de golo. No minuto seguinte, André Sousa recebeu ordem de expulsão, numa atitude de excesso de zelo por parte do juiz da partida.
A jogar com mais um elemento em campo, Rui Rodrigues teve a melhor oportunidade do Fátima ao cabecear à barra na sequência de um canto (77').
O Fátima tinha mais posse de bola, mas sentia grandes dificuldades em criar situações de verdadeiro perigo. Do lado contrário, Leandro Antunes teve tudo para fazer o 2-0, mas atirou ao lado, quando já se gritava golo nas bancadas.
Até ao final, os forasteiros tentaram chegar à igualdade mas sem o discernimento necessário para ultrapassar a bem escalonada defensiva vidreira.
Arbitragem irregular, em que a expulsão de André Sousa foi o maior erro. |

AC Marinhense 1
Jair Mosquera, Rúben Martins, Luís Oliveira, Fábio Santos, Ricardo Ferreira, André Sousa, Victor Córdoba (Alex Diliberto, 72'), André Perre (c), Abdel (Abraham, 89'), Ednilson (Jean Sinisterra, 72'), Leandro Antunes.
Não jogaram: João Guerra, Pedro Rodrigues, Simão Moreno e Pedro Emanuel.
Treinador: Andrés Madrid.

CD Fátima 0
Jeferson Souza, Tiago Melo, Rui Rodrigues (c), Vasco Coelho, Igor Rocha, Russel Sandio (Morelatto, 72'), Nuno Pedras (Midana Sambu, 65'), Bruno Alves, Indío, Carlos Daniel e Fernandinho (Danny Esteves, 52').
Não jogaram: Nuno Pereira, Diogo Sousa, João Vítor e Miguel Neves.
Treinador: Rui Amorim.

Estádio Municipal, Marinha Grande.
Árbitro: Bruno Rebocho (AF Lisboa). Assistentes: Eduardo Duarte e Francisco Duarte.
Espectadores: 210. Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Ednilson (11').
Disciplina: Amarelo a Fernandinho (37'), Igor Rocha (39'), Leandro Antunes (43'), Russel Sandio (45'), Víctor Córdoba (64'), Rui Rodrigues (66'). Vermelho directo a André Sousa (68’).

Texto: Fábio Osório - Diário de Leiria
Foto: Tiago Marques

Leiriense António Nobre em jogo da ‘Champions’

O árbitro leiriense António Nobre desempenhará a função de 4.º árbitro no jogo Atlético Madrid x Leverkusen, a contar para o Grupo D da fase de grupos da UEFA Champions League, que irá decorrer hoje, no Estádio Metropolitano, em Madrid.

quinta-feira, outubro 17, 2019

Iniciados: Dupla na liderança dos Melhores Marcadores da Divisão de Honra

3 Golos: Vasco Ribeiro (AR Meirinhas), Ricardo Farto (ID Vieirense)
2 Golos: Afonso Oliveira (GC Alcobaça)
1 Golo: Simão Medina (EAS Marinha Grande)Duarte Alexandre e Mateus Emídio (GC Alcobaça), Rafael Dinis (GD Santo Amaro), Lucas Gonçalves e Tomás Gameiro (GRAP), Rodrigo Carvalho (ID Vieirense), Afonso Gomes, Francisco Fiteiro, Francisco Santos e João Rosa (UD Batalha)

André Lopes (GC Alcobaça) marca oito golos no jogo frente a AD Figueiró dos Vinhos

8 Golos: André Lopes (GC Alcobaça)
3 golos: Marcos Santos (Beneditense)
2 golos: Miguel Piedade (Beneditense); Guilherme Henriques (SCL Marrazes)
1 golo: André Leitão (AD Figueiró dos Vinhos); Daniel Frunze e Rúben Agostinho (Beneditense); Gonçalo Santos (GD Guiense); Leandro Novo, Luís Dionísio, Martim Laranjeira e Rodolfo Neto (GD Peniche); João Vieira e Pedro Morgado (ID Vieirense); Alexandre Costa e Romeu Henriques (GC Alcobaça); Guilherme Aniceto e Bernardo Silva (SCL Marrazes); João Ribeiro (SL Marinha); João Gonçalves e Pedro Semeão (UD Batalha); Bruno Gordo e Sandro Gordo (UD Serra)

Presidente da AF Leiria lamenta falta de apoio ao futebol distrital

O desempenho económico do escalão distrital da Associação de Futebol de Leiria (AFL) na temporada 2012/13 rondou oito milhões de euros, revela o livro elaborado pelo presidente do organismo, que é apresentado hoje.
"Na altura tínhamos 134 clubes, 688 equipas e 10.354 praticantes e todo aquele movimento durante o ano gerou um volume de negócios de oito milhões de euros, dos quais 1,5 representam impostos para o Estado. Em contrapartida, o financiamento directo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) não foi proporcional e até existem outras associações bastante mais fortes que a nossa", explicou Manuel Nunes à Lusa.
Na área de jurisdição da AFL, o dirigente nota que cada euro de apoio estatal à prática federada do futebol amador significou 317 euros de despesa directa na economia do distrito leiriense, o que reflecte "a falta de investimento nesta área e um erro estratégico grave do ponto de vista político, técnico e desportivo".
"Portugal tem cerca de 200.000 futebolistas e só 5.000 são profissionais. Queremos chamar a atenção para a importância de um outro mundo do futebol, que mexe com milhões de pessoas e concentra muitos pequenos clubes por todo o país, que têm desempenhado um trabalho excepcional, mas precisam de resolver problemas", considerou.
As conclusões advêm do livro ‘O Valor Económico do Futebol Distrital’, que dá continuidade a um estudo introdutório executado em 2007/08 e procura adicionar uma nova camada de conhecimentos e experiências para fomentar o debate das dificuldades estruturais da modalidade, que "continuam na moda" sete épocas depois.
Entre os assuntos a resolver, Manuel Nunes destaca a necessidade de campos relvados sintéticos e o decréscimo do custo anual de inscrição de equipas, que se fixou em 1.032 euros no escalão sénior masculino em 2012/13.
"A maioria dos clubes tem entre 15 e 20 equipas e um ou dois campos para treinar. A inscrição na associação ou na federação nem é muito cara, mas as exigências legais obrigam-nos a fazer um seguro por cada atleta no início da época, com um valor muito elevado para a realidade nacional", referiu.
Além do impacto económico estimado a nível distrital, Manuel Nunes frisa ainda o número de postos de trabalho criados através do futebol amador e a existência de directores que participam "de forma benévola" no trabalho dos clubes, sem retirar vantagens. "Devia haver um estatuto do agente desportivo benévolo, com apoio em termos de bonificação do IRS ou para efeitos de reforma. O agente benévolo está a acabar e já deu muito de si ao Estado", defendeu.
Encarando a prática federada do futebol como um factor gerador de riqueza para o distrito, o presidente da AFL lamentou a manutenção do IVA a 23% na aquisição de material e equipamentos e nos bilhetes dos espectáculos desportivos face a outras actividades.
O dirigente recordou também a omissão do debate sobre políticas desportivas no período pré-eleitoral, bem como a manutenção do modelo do desporto escolar e do "papel insuficiente" da educação física na saúde das populações jovens.
O livro vai ser apresentado hoje por Manuel Nunes, às 18h30, no Espaço Ó, no âmbito do Festival Literário Internacional de Óbidos. A sessão contará com presenças de Vítor Pataco, presidente do IPDJ, Júlio Vieira, director da Federação Portuguesa de Futebol, e Margarida Reis, vereadora da Câmara Municipal de Óbidos.|

Marinhense volta atrás na decisão e já não vai jogar à porta fechada

O Atlético Clube Marinhense (ACM) anunciou, em comunicado publicado nas redes sociais na noite de segunda-feira, que recuou com a decisão de realizar todos os jogos à porta fechada até ao fim da época.
O emblema da Marinha Grande tinha anunciado a decisão devido àquilo que considerava ser uma "perseguição pelo Comando da PSP da Marinha Grande". Contudo, uma reunião com as autoridades permitiu chegar a consenso e o clube vidreiro voltou atrás com a medida.
"No seguimento do forte impacto obtido com o comunicado (…) foi possível alcançar a 'harmonia' e consensos necessários para que se possam realizar as provas desportivas sem quaisquer constrangimentos ou limitações no que ao acesso a sócios, simpatizantes e adeptos respeita", pode ler-se no comunicado.
O emblema vidreiro tinha deixado duras críticas à PSP da Marinha Grande, de quem acusava de "perseguição" através de "uma série de fiscalizações e apreensões “ao(s) bar(es)” realizada por "agentes à paisana". A última fiscalização decorreu no passado domingo, durante o jogo entre o AC Marinhense e o Anadia FC, no Estádio Municipal da Marinha Grande, e o mesmo aconteceu na semana anterior.

Em causa a venda ilegal de bebidas alcoólicas
Por outro lado, a PSP também reagiu ao comunicado da AC Marinhense, dando conta que as autoridades estavam apenas a cumprir as suas obrigações.
“A esquadra da Polícia de Segurança Pública da Marinha Grande, no âmbito das suas competências atribuídas por Lei, limitou-se a fiscalizar uma situação ilegal de venda de bebidas alcoólicas em recintos de espectáculos desportivos, situação para a qual já havia alertado a direcção do ACM em diversos momentos anteriores. A infracção foi presenciada pelos agentes encarregados da fiscalização, que elaboraram o competente auto por contra-ordenação”, pode ler-se num comunicado enviado ontem às redacções pelo Comando Distrital de Leiria da PSP.
Aquela autoridade confirmou ainda ter havido, na segunda-feira, uma reunião entre os responsáveis do AC Marinhense e da esquadra da PSP da Marinha Grande, “para abordar as responsabilidades de cada entidade na segurança dos espectáculos desportivos” no Estádio Municipal da Marinha Grande, tendo-se chegado “a um consenso e encontrado as melhores soluções para ambas as partes”.
“A PSP continua a apelar a todas as entidades e adeptos do futebol e do desporto em geral para um maior e melhor civismo, respeito e cumprimento das leis, de forma a que os espectáculos desportivos decorram sempre em segurança e em mútua colaboração entre todos os intervenientes”, concluiu o Comando Distrital de Leiria da PSP na mesma nota de imprensa.|

Texto: José Roque - Diário de Leiria
Foto: Luis Filipe Coito

Mapa Semanal de Castigos



Seniores
1 jogo: João Capão (GDR Boavista), Marco Neves (Caseirinhos), Diogo Bataglia (UDRC Matamourisca), Bruno Matias (Motor Clube), leonardo Arroteia (GD Santo Amaro), Pedro Henriques (Biblioteca)
2 jogos: Miguel Cunha (Caldas SC B)
Suspensões: José Marto (CCR Alqueidão da Serra / 8 dias), Ricardo Costa (SCL Marrazes / 8 dias), Armindo Fonseca (GDRC Unidos / 15 dias)
Multas: José Marto (CCR Alqueidão da Serra / 10 €), Ricardo Costa (SCL Marrazes / 10 €), Armindo Fonseca (GDRC Unidos / 20 €)

Juniores
1 jogo: Diogo Domingues (GD "Os Vidreiros"), Bruno Medeiros (UD Batalha), David Heleno 8ID Vieirense)
Multas: SL Marinha (20 €)

Juvenis
1 jogo: Tiago Gomes (SC Pombal)
Multas: AC Marinhense (20 €)

quarta-feira, outubro 16, 2019

Dupla da UD Serra na liderança dos Melhores Marcadores da 1.ªDistrital/Sul

3 Golos: Miguel Pereira e Rui Ferreira (UD Serra)
2 golos: Patrick Santos (UD Serra)
1 golo: Marcelo Marquês (Beneditense); João Fortes (GD "Os Vidreiros"); Paulo Santos e Miguel Marques (GD Peso); Nelo (GDRC Unidos); João António (Motor Clube); Bernardo Silva e Ricardo Santos (SCE Bombarralense); Nuno Reis, Pedro Gordo e Rafael Ferreira (UD Serra)

David Fernandes (GD Ilha) na liderança dos Melhores Marcadores da 1ª Distrital/Norte

3 Golos: David Fernandes (GD Ilha)
2 Golos: Francisco Rodrigues (AC Avelarense); Carlos Santos (AC Carnide); David Gouveia e Jorge Esteves (AD Figueiró dos Vinhos); Edgar Cunha (Recreio Pedroguense)
1 Golo: Domingos Vandro, Renato Quintas, Gregório Tomás e Rafael Caetano (AD Figueiró dos Vinhos); Rafael Santos (AC Carnide); Tiago Frazão (Almagreira); Paulo Gameiro, Fábio Martins e Rui Tavares (ARCUDA); Alexandre Barbosa e Luis Lisboa (AR Meirinhas); Alexandre Gomes, Bruno Tavares, Carlos Gomes e Pedro Ferreira (Lusitano Chão de Couce); Carlos Ferreira (GD Alvaiázere); Anselmo, Joni Alberto e Skender (GD Ilha); César Palheira e Rui Moreira (Recreio Pedroguense); Papi (Sport Castanheira de Pêra); Andrésito e Yann Santos (UDRC Matamourisca)

Rúben Araújo (CCR Alqueidão da Serra) na liderança dos Melhores Marcadores após a 4.ª Jornada

5 Golos: Rúben Araújo (CCR Alqueidão da Serra)
4 Golos: Dany Marques (GRAP)
3 Golos: Marcos Duque (AC Marinhense B); Luiz Fernando (AD Portomosense);Dembele (CC Ansião); Vieirinha (GRAP);Nélson Pereira (Moita do Boi)
2 Golos:  Miguel Velosa (AD Portomosense); Normando Carvalho (CC Ansião); Eduardo Valente, David Marques e Vasco Gonçalves (CCR Alqueidão da Serra); Jani Mota e Kevin Alberto (GAU/Bajouca); Tomás Santos (GC Alcobaça); Cajo (GD Guiense); Motinha (GD Peniche); Baixinho (ID Vieirense); Yannick (SC Pombal); Igor Marcon (UR Mirense)
1 Golo: Alex Deliberto e Jonh Abraham (AC Marinhense B); José Andrade (AD Portomosense); Pedro Ferreira (CC Ansião); Fitas  (CCR Alqueidão da Serra);  Fábio Pereira (GAU/Bajouca); Dinis Quitério e Lucas Grilo (GC Alcobaça); Digo (GD Pelariga); Hugo Duarte, Miguel Duarte e Paulo Henriques (GD Peniche); João Batista e Miguel Carvalho (GDR Boavista); Cedric Jorge e Lagoa (GRAP); André Cruz,  Daniel Oliveira e Teles (ID Vieirense); Marco Costa, Micael Costa, Jimmy e João Cintra (Moita do Boi); Celso Vieira, Diogo Gomes e Nuno Joaquim (SCL Marrazes); Airton, Sebastião Silva "Tião" e Fidalgo (SC Pombal); Diogo Fonseca e Fernando (UR Mirense)

Marinhense inflige primeira derrota ao Anadia

O AC Marinhense recebeu e venceu o Anadia FC por 2-0, infligindo a primeira derrota à formação do distrito de Aveiro. num jogo que pautou-se pela forte combatividade dos jogadores e pela fraca qualidade do espectáculo.
Entrou melhor a equipa dos trevos da Bairrada que apresentou um maior ascendente na partida. Assim, Silvestre primeiro e Marcelo Santiago depois ficaram na cara do guardião da casa, mas não conseguiram concretizar. Seguiu-se nova perdida do Anadia através de Xavi que furou pela área e proporcionou uma defesa de recurso a João Guerra.
A partir daqui os vidreiros acertaram as marcações e equilibraram a partida. Assim, o jogo disputou-se maioritariamente na zona central, mas, a espaços continuava a notar-se um maior ascendente dos forasteiros. No entanto, foi o Marinhense que até ao intervalo criou maior perigo quando Cordóba foi travado em falta à entrada da área e Abdel, na conversão do livre, chutou sobre a barra. Depois ainda houve tempo para uma picardia que o árbitro resolveu, salomonicamente, expulsando os dois jogadores envolvidos.
Na segudna parte, Saya rompeu a defesa bairradina e cheirou o golo. Uma jogada que relançou o desafio e melhorou o espectáculo. Do outro lado, o Anadia, apesar de praticar um futebol animado, acabou por ‘cair’ por culpa própria já que averbou mais duas expulsões desnecessárias que galvanizaram os homens da casa. Por seu lado, os pupilos de Nuno Pedro denotavam agora uma maior dificuldade em sair a jogar e o seu ‘xadrez’ perdia profundidade.
Nesta fase, o técnico marinhense aproveitou (e bem) as circunstâncias e decidiu o jogo a seu favor. Fez saltar do banco Ruben Coelho e Ruben Martins que, com classe, fizeram as assistências para os dois golos que deram a vitória à sua equipa.
No primeiro golo, Ruben Martins fugiu pela direita e assistiu para cabeceamento de Abdel que inaugurou o marcador. Depois foi a vez de Ruben Coelho entrar pela esquerda em velocidade e, junto à linha de fundo, centrar para Leandro Antunes encostar para o 2-0 final.
Quanto ao trabalho do árbitro, dez cartões amarelos e quatro vermelhos não significam que o jogo tenha sido propriamente uma batalha campal, mas o trio de arbitragem, ao não agarrar o ímpeto dos jogadores no início do jogo recorreu posteriormente aos cartões de forma excessiva e estragou o espectáculo.|

AC Marinhense 2
João Guerra, Simão Moreno (Ruben Coelho, 68’), Fábio Santos, Luis Oliveira, Ricardo Ferreira, André Sousa (c), Vítor Córdoba, Abdel (Pedro Rodrigues, 84’), Jhon Saya (Ruben Martins, 57’), André Perre, Leandro Antunes. Não jogaram: Mirza, Oidel, Edmilson, Adelaja.
Treinador: Andrés Madrid.

Anadia FC 0
Manuel Gama, Ruben Silvestre, Dos Santos, Kaká (c), Rui Rainho, Diogo Pereira, Manuel Garruço, Pedro Lagoa, Tiago Borges (David Carvalho, 71’), Marcelo Santiago ( Miguel Ângelo, 71’) e Xavi (Leandro Vieira, 57’). Não jogaram: Verdade, Pedrinho e Nadson.
Treinador: Nuno Pedro.

Estádio Municipal da Marinha Grande
Árbitro: Diogo Vicente (AF Santarém). Assistentes: Francisco Pereira e Henrique Paula.
Espectadores: 200. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Abdel (76’); 2-0 Leandro Antunes (80’).
Disciplina: Amarelo a Pedro Lagoa (26’ e 68’), Ruben Silvestre (36’ e 59’), Fábio Santos (45+1’), Xavi (54’), Kaká (68’), Manuel Gama (68’), Rui Rainho (90’), Miguel Ângelo (90’). Vermelho directo a Diogo Pereira (42’) e Córdoba (42’), e por acumulação a Pedro Lagoa (68’) e Ruben Silvestre (59’).

Texto: Paulo Daniel - Diário de Leiria
Foto: João Abrantes

Caldas soma segundo desaire consecutivo

O Caldas averbou a segunda derrota consecutiva no campeonato na visita ao Benfica e Castelo Branco, por 2-1, num resultado que se aceita já que os albicastrenses foram mais perigosos perante um Caldas que vendeu cara a derrota.
Excelente entrada no jogo dos homens da casa, que chegaram cedo ao golo após um canto de Diogo Silva com Léo Araújo, com um toque subtil, a desviar para o 1-0.
O Caldas reagiu e chegou ao empate à passagem do minuto 16, na sequência de um canto para os visitantes, com Luís Farinha a saltar sozinho e, de cabeça, a empatar a contenda.
As duas equipas continuavam bem no jogo, com destaque para o último quarto de hora do primeiro tempo, altura em que os albicastrenses foram mais perigosos e tiveram um par de situações para saltar novamente para a frente do marcador.
No segundo tempo, nova entrada positiva do BC Branco, premiada com um golo quando Kalunga entrou na área adversária, e foi rasteirado por Juvenal com o árbitro a assinalar penálti. Stevy, na cobrança, fez o 2-1 para os albicastrenses. Pouco depois, com uma soberba defesa, Caio negou o empate ao Caldas.
Arbitragem sem classe, mas sem influência no resultado. A grande ‘mancha’ foi não ter mostrado o segundo amarelo a Juvenal no lance do penálti.|

Benfica Castelo Branco 2
André Caio, André Cunha (c), Issouf, Leo Araújo, Zezinho, Djibril, Rafa Pinto (Clayton, 88’), Diogo Silva (Murilo, 78’), Kalunga, Stevy, Diogo Motty (Daniel Rodriguez, 73’).
Não jogaram: João Gomes, Pedro Eira, Iko, Gazela.
Treinador: Pedro Barroso.

Caldas SC 1
Luís Paulo, Yordi (Ruca, 77’), Militão (c), Pedro Gaio, Juvenal, André Santos, Nuno Januário, Marcelo (Vítor Rodrigues, 71’), Pedro Faustino, Luís Farinha, Hugo Neto (Bruno Eduardo, 59’).
Não jogaram: Rui Oliveira, Labdi, Passuco, Ricardo Isabelinha.
Treinador: José Vala.

Estádio Vale do Romeiro, Castelo Branco
Árbitro: Fábio Loureiro (AF Viseu). Assitentes: Luís Ramos e Jorge Ramos.
Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Leo Araújo (3’), 1-1 Luís Farinha (16’), 2-1 Stevy (51’, p.).
Disciplina: Amarelo a André Cunha (37’), Juvenal (45’), André Santos (80’), Stevy (87’), Militão (87’), André Caio (90+5’).

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook