Booking.com

quarta-feira, dezembro 31, 2008

Comissão pede medidas imediatas

A Comissão de Arbitragem (CA) da Associação de Futebol de Leiria tomou uma posição sobre os consecutivos casos de violência sobre árbitros. Nos últimos dois meses, três jogos dos campeonatos distritais de Leiria não chegaram ao fim, devido a agressões a elementos das equipas de arbitragem. O CA exige a tomada de “medidas imediatas” para “travar” a onda de violência que se tem verificado.Em comunicado, o CA pede à direcção e ao Conselho de Disciplina da AF Leiria soluções para fazer face ao acréscimo de incidentes contra os árbitros, “seja com a aplicação de penas severas aos prevaricadores, seja com alterações regulamentares que visem desincentivar semelhantes práticas”.Os responsáveis do CA classificam as agressões de “comportamentos indignos, selvagens e totalmente antidesportivos”. Manifestam ainda “solidariedade institucional e pessoal” para com os juízes que foram agredidos: Ricardo Martinho, Rudy Silva e Nuno Rodrigues.
Associação de Futebol de Leiria promete discutir problema
A direcção da Associação de Futebol de Leiria (AFL) promete debater o assunto em Janeiro. O presidente da AFL Júlio Vieira mostra-se preocupado com os sucessivos problemas de violência. No entanto, revela que ainda não foi tomada qualquer medida, mas que dentro de dias será dada maior atenção à questão. Desde o início da época que três jogos dos campeonatos distritais de Leiria não achegaram ao final devido a casos de violência a envolver elementos das equipas de arbitragem. O primeiro aconteceu no início de Novembro no campo da Ordem, onde o árbitro assistente Nuno Rodrigues se queixa de ter sido agredido pelo treinador e alguns jogadores do SL Marinha. Já em Dezembro, o técnico adjunto do Alqueidão da Serra terá entrado em campo e pontapeado o árbitro Rudy Silva. O último caso ocorreu a 21 de Dezembro, em Figueiró dos Vinhos.
Região de Leiria

Portomosense imbatível é campeão de Inverno

Parece ser uma caminhada vitoriosa até ao final do campeonato. O Portomosense é o campeão de Inverno da divisão de Honra distrital. A formação de Rui Bandeira lidera a prova com 33 pontos, mais sete que o segundo classificado, o Marrazes, que soma apenas 26 e com oito de avanço sobre o conjunto que ocupa a terceira posição, o Alcobaça. A equipa de Porto de Mós ainda não perdeu no campeonato. Em 13 jogos realizados, venceu dez e empatou três. Curiosamente, os empates aconteceram no reduto do Portomosense, frente a Guiense, Alcobaça e Pilado. O conjunto de Rui Bandeira tem também o melhor ataque e a defesa menos batida da prova. Os jogadores de Porto de Mós marcaram por 30 vezes, o que corresponde a uma média de 2,7 golos por jogo, e o guarda-redes apenas foi batido por cinco ocasiões – constitui uma média de 0,39 golos sofridos por encontro.Se o Portomosense é o líder com um registo quase sem mácula, o Marrazes é a equipa com a série de vitórias mais longa. O conjunto do concelho de Leiria esteve sete jornadas consecutivas a vencer, enquanto o líder apenas conseguiu, até agora, estar quatro encontros a somar triunfos.O Marrazes é também detentor da segunda melhor defesa da prova, com dez golos sofridos (0,77) por jogo. No entanto, tem um dos ataques com resultados mais modestos. Em 13 partidas apenas marcou por 15 ocasiões, o que perfaz 1,15 tentos por encontro. Alqueidão invencível em casa. Com 27 golos marcados (2,07), o Alcobaça é o ataque com a segunda melhor produção no campeonato. A equipa treinada por Gonçalo Raimundo é também a dona, a par com o Nazarenos, da maior goleada registada no campeonato, ao marcar por seis vezes ao Pilado.Alqueidão da Serra e Portomosense são as duas equipas que se mantêm invencíveis em casa. Mas fora do seu terreno, apenas o conjunto de Porto de Mós continua sem qualquer derrota. Pataiense e Guiense são, até ao momento, as grandes desilusões da prova. A formação de Pataias, que estava entre os candidatos à subida de divisão, esteve cinco jornadas consecutivas a perder e ocupa apenas o nono lugar, com 16 pontos. Já o Guiense é oitavo classificado, com 17 pontos. Ao todo marcaram-se 278 golos nos 208 jogos disputados. O empate a uma bola foi o resultado que mais se verificou, tendo acontecido por 12 vezes, seguiram-se o 1-0 e o 0-1 (dez vezes cada) e o 1-2 (dez vezes).Pimenta (Alq. Serra), com 12 golos, Nuno Coelho (Alcobaça), com dez, e Jackson (Portomosense), com nove, são os melhores marcadores da prova.
Região de Leiria

terça-feira, dezembro 30, 2008

Ricardo Silva chuta para os 60 golos

De livre directo, de grande penalidade, dentro da área, fora da área, com o pé esquerdo, com a cabeça, com o pé direito e até de ressalto. Ricardo Silva, jogador do Recreio Pedroguense, está em grande forma neste início de temporada. Já marcou 28 golos em 12 jogos, sonha atingir os... sessenta e assim ficar na história do futebol distrital. Para tal precisa de ter “sorte” e não “sofrer lesões”.Com uma média superior a dois tentos por partida, que fazem dele, muito provavelmente, o jogador mais certeiro de todos os campeonatos portugueses, Ricardo Silva já esperava marcar muitos golos, mas tantos, também não. “Quando joguei na II Divisão B e na III Divisão tinha uma média de 15 golos por temporada. Jogando na I Divisão distrital senti-me na obrigação de fazer, pelo menos, o dobro.” Número que está quase ultrapassado e o campeonato ainda não chegou a metade.Nos 12 jogos do campeonato, só não marcou na primeira jornada, no empate na Ranha (1-1) e alcançou a incrível marca de seis tentos na goleada sobre o Simonenses (12-0). De resto, já marcou seis, quatro, três, dois e um golo em jogos. “Só me falta marcar cinco”, diz.A melhor marca pessoal de Ricardo Silva, que já passou por clubes como o Sporting de Pombal, onde foi formado, Caranguejeira, Santacombadense e União de Coimbra, foi alcançada pelo Ansião na época 2000/1, jogava a equipa na divisão de Honra distrital. Marcou 29 golos e foi o goleador do campeonato. A experiência nos nacionais tem sido determinante para o sucesso do avançado ao serviço do Recreio Pedroguense. O campeonato que agora disputa não é tão exigente, pelo que basta estar com atenção para fazer uso das suas qualidades técnicas e “faro pelo golo”. “Finalizo bem e tenho percepção dos lances. Tenho estado no sítio certo para marcar. Neste divisão basta estar atento porque as oportunidades surgem em muito maior quantidade do que nos nacionais.” Contudo ressalva que chegando ou não aos sessenta golos, o objectivo principal passa por fazer regressar o Recreio Pedroguense à divisão de Honra.

MS - Jornal de Leiria

segunda-feira, dezembro 29, 2008

14ªJornada - 1ªDistrital/Norte - Seniores


Resultados:
Casal Novo 0 - Motor Clube 0
Ramalhais 2 (Daniel, Tony) - Matamourisquense 1 (Miguel Marques)
Simonenses 1 (David)- Pelariga 3(Jomi 2 , Bruno Ferreira)
Castanheira de Pêra 0 - Alvaiázere 3 (Renato, Tiago Sobreiro, Marito)
Avelarense 1 - Ansião 4
Pousaflores 2 - Pedroguense 3 (Ricardo Silva 3)
Moita do Boi 1 - Arcuda 2 (Dadá, Bruno Fonseca)
Caseirinhos 0 - Ranha 3 (Bruno Pinto 2, Auto-Golo)
Folga: A. Unido

Classificação:
1º Ansião 35 pontos
2º Pedroguense 33 pontos
3º Arcuda 27 pontos
4º Pelariga 26 pontos
5º Casal Novo 25 pontos
6º Alvaiázere 25 pontos
7º Avelarense 25 pontos
8º Ramalhais 21 pontos
9º Ranha 20 pontos
10º Moita do Boi 20 pontos
11º Castanheira de Pêra 15 pontos
12º Matamourisquense 12 pontos
13º Pousaflores 11 pontos
14º Alegre e Unido 8 pontos
15º Caseirinhos 5 pontos
16º Motor Clube 5 pontos
17º Simonenses 4 pontos

Próxima Jornada:
(11/01/09)
Matamourisquense - Moita do Boi
Arcuda - Caseirinhos
A. Unido - Casal Novo
Pelariga - Castanheira de Pêra
Alvaiázere - Avelarense
Pedroguense - Ramalhais
Ansião - Pousaflores
Motor Clube - Os Simonenses
Folga: Ranha



Ansião passa teste de Avelar com distinção

Parque de Jogos Manuel Antunes Pintassilgo, Avelar
Arbitragem: Ricardo Martinho, auxiliado por Gracindo Vieira e David Alexandre

AC AVELARENSE: Hélder; Paulo António, Sardinha, Torrelhas (Tito, 15’) e André Dias; João Boavida, Pimenta e Pedro Almeida (cap.) (André Simões, 56’); Rafael (Pedro Moreira, 81’), Normando e Pedro Ferreira.
TR: NUNO OLIVEIRA
Não utilizados: Miguel, Rodolpho, Zé Miguel e Paulo Miguel.
.
CC ANSIÃO: Quaresma; Poquinha, Palhais, Rogério Fazenda e Edu; Pedro Neves, Bajedas (cap.) e Pernadas; João Pedro (João Ricardo, 90’), André Silva (Alexandre, 88’) e Lima (Linas, 79’).
TR: RICARDO SILVA
Não utilizados: Marco, André, Jorge Fazenda e Ruizito.
.
Golos: 0-1 e 0-2, Rogério Fazenda (7’ e 14’); 0-3, Lima (24’); 1-3, Normando (36’); 1-4, Bajedas (90’+4’, g.p.).
Disciplina: Cartão amarelo a Normando (57’) e Pimenta (74’); Bajedas (56’), Quaresma (68’) e Edu (79’).
.
O derby concelhio mais aguardado do campeonato não defraudou as expectativas. Apesar do frio, foram muitos os adeptos de Avelarense e Ansião que se deslocaram ao Campo Manuel Pintassilgo.No jogo jogado, entrou de rompante a turma visitante, que teve a sorte, mas também a arte e o engenho para fazer três golos nos primeiros 25 minutos, nas únicas três bolas que enquadrou na baliza. Uma eficácia soberba da equipa de Ricardo Silva que quase sentenciou a partida no seu primeiro terço.O Avelarense entrou estranhamente abúlico, a conceder espaços a homens reconhecidamente perigosos nas bolas paradas. Aos 7 minutos, após um canto rechaçado o central Rogério Fazenda surge muito oportuno e desvia na pequena área, abrindo o marcador. Sete minutos volvidos, o mesmo jogador, aparece qual ponta-de-lança a desviar um canto do lado contrário, agora de cabeça para o 2-0. Facilidades incríveis da defensiva da casa que o Ansião não se fez rogado em aproveitar.Apenas aos 22 minutos surgiu o primeiro remate com esse nome do Avelarense, com Normando a proporcionar defesa fácil a Quaresma. Pouco depois Paulo António tentou de livre mas a bola subiu muito. Na resposta, o 3-0 para os visitantes. Espaço para André Silva que remata ao poste, com a bola a sobrar para Lima se estrear a marcar com a camisola do Ansião, depois da transferência do Sp. Pombal.Um resultado surpreendente, que era duro castigo para a jovem equipa da casa, a demonstrar neste jogo algumas fragilidades. Mas sairia dos pés de Normando a grande jogada da tarde, que daria ainda alguma esperança ao Avelarense. Corria o minuto 36 quando o dianteiro da casa inventou espaço na esquerda do seu ataque e disparou cruzado ao ângulo da baliza de Quaresma. Um golão!Na segunda parte o Avelarense assumiu as despesas ofensivas da partida, com o Ansião a resguardar-se e a apostar no contra-ataque. Mas a saída de Pedro Almeida por lesão foi mais um golpe nas intenções da equipa da casa. Mais perto do golo estiveram os ansianenses, com Lima e Bajedas a desperdiçarem boas oportunidades em plena grande área.O Avelarense tentava remar contra a maré, mas fazia-o mais com o coração que com a cabeça e a defensiva contrária não lhe dava grandes veleidades. Ao minuto 81 André Simões rematou por cima e aos 83 esteve muito perto de acontecer o 2-3, mas Pimenta falhou por centímetros a baliza, num cabeceamento após canto. Aos 89’ o Avelarense dispôs da melhor oportunidade para reduzir mas Pedro Ferreira, à entrada da pequena área, estourou para as nuvens.Já em descontos o árbitro considerou faltoso um pretenso toque em Linas e assinalou pénalti, que Bajedas converteu no 4-1 final.Vitória justíssima dos visitantes, embora por números algo pesados para a jovem equipa do Avelarense, que denotou alguma falta de experiência, apesar do grande potencial que tem. O CC Ansião esteve irrepreensível e conseguiu aliar um bom desempenho defensivo a uma grande eficácia atacante.A arbitragem de Ricardo Martinho e seus auxiliares merece nota positiva, até porque não teve lances complicados para julgar e os jogadores não se envolveram nas picardias de outras épocas.

MARCO MARQUES

Bocas - "Se marcar aos SCL Marrazes não festejarei"



SCLMarrazesJovem - "Bocas", após uma época e meia de SCL Marrazes decidiste sair. A nível pessoal balanço fazes deste ano e meio?
"Bocas" - Foi bom. Fui bem recebido e gostei de trabalhar com o grupo de jogadores e treinadores com quem me cruzei..
.
SCLMJ - Regressaste ao clube com António Paiva no comando da nossa equipa, uma marcada pela manutenção concretizada na última jornada. Como descreves a última época?
"B" - Foi uma época em que tivemos muito azar, lesões e muito sacrifício. Mas com o bom grupo que tínhamos, conseguimos concretizar os nossos objectivos no último jogo do campeonato.
.
SCLMJ - Esta época conheceste duas realidades distintas, com a mudança do comando técnico da equipa. Que causas apontas para tamanha disparidade entre o rendimento e resultados da equipa após essa mudança?
"B" - O grupo já estava acomodado ao mister Paiva e já não se fazia o que era pedido. Com a mudança começou a haver mais empenho e os resultados apareceram. Era preciso mudar.
.
SCLMJ - Nunca foste opção com a nova equipa técnica. Que motivos encontras para este facto?
"B" - Não tenho o perfil de jogador que eles queriam, daí não ser opção..
.
SCLMJ - Para terminar, se esta época marcares ao SCL Marrazes o que sentirás?
"B"- Nada de especial. É um adversário como outro qualquer. Contudo, não o festejarei.

domingo, dezembro 28, 2008

13ªJornada - Liga FDL/Sul - O Côdea

Liga FDL/SUL - Restaurante "O Côdea"
Melhores Marcadores
-----
1ºNelo(GD Santo Amaro) e Fábio(GD Vidreiros)- 9 Golos
------
3ºMiguel (Grap/Pousos) - 8 Golos
-----
4ºRogério Batalha e Ricardo Mulato(CDR Oueirense); Figo(Unidos) - 7 Golos
-----
7ºJoão Brasuca e Filipe (GD Santo Amaro); Bruno Matias(GD Valcovense); Ricardo(Óbidos SC); Guedes(Unidos) e Pedro Rafael(GRD Boavista)- 6 Golos
-----

9ªJornada - 1ªDivisão Distrital - Iniciados

Zona Norte
Arcuda - AD Ranha (Adiado)
GD Ilha 0 - ADR Ramalhais 9
CC Ansião 0 - Pousaflores 0
SC Pombal B 2 - Motor Clube 1
GD Pelariga 1 - Carnide 1
Bidoeirense 5 - AD Figueiró dos Vinhos 0
Folgou - GD Guiense
-----
-----
Zona Centro
Soutocico 1 - SCL Marrazes B 2
Pilado 1 - ID Vieirense B 4
SL Marinha B - UD Serra (Adiado)
ACR Maceirinha 1(Patrick) - AC Marinhense B 1
Grap/Pousos 18 - Matamourisca 0
UD Caranguejeira 4 - UR Mirense 0
Folgou - Parceiros
-----
-----
Zona Sul
GD Atouguiense 3(Tiago,Orlando e Ângelo) - Amoreirense 0
CD Pataiense 1 - GC Alcobaça B 0
Bombarralense 2 - Caldas SC B 2
Beneditense B 1 - Biblioteca 1
Nazarenos B 1 - Valcovense 1
AE Óbidos 14 - Nadadouro 1
Folgou - GD Peso

Jogo antecipado da 2ª Eliminatória da Taça Distrital

Jogo disputado no Parque de Jogos do GDR Boavista.
Árbitro: Márcio Ferreira.
Auxiliares: Nicolau Rodrigues e Jorge Gomes.
Boavista : Mário Morgado; Fredy, Sérgio Silva, Isaac e Bino; Necas (Luís Lopes, 64 m) e Nhó (cap.); Paulo Ferreira (Nelson, 80 m) e Bruno Sardinha; Pedro Rafael e Marco Elias.
Não utilizados: Reinaldo, Ico e Cristiano.
Treinador: Paulo Felício.
-
GC Alcobaça : Vítor Maranhão; Ricardo, Bruno, Silva e Élio; Hélio (Henrique, 66 m), Fábio e Nuno Sousa; Marquinho (Davide, 79 m), Marco Alves (Sérgio Ventura, 87 m) e Ruben (cap.)
Não utilizados: Fábio, Serginho, Gonçalo e Sousa.
Treinador: Gonçalo Raimundo.
-
Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1, por Marco Alves, aos 38 minutos; 0-2, por Nuno Sousa, aos 43 minutos; 1-2, por Marco Elias, aos 57 minutos; 2-2, por Bruno Sardinha (g.p.), aos 65 minutos; 2-3, por Henrque, aos 75 minutos.
Acção disciplinar: cartão amarelo a Nuno Sousa (30 m), Isac (70 m), Nhó (75 m), Silva (77 m) e Ruben (80 m).
-
Os jogadores do Boavista que militam na I Divisão Distrital, zona sul, e os do Alcobaça da Divisão Distrital de Honra, deram um grande exemplo de determinação e amor aos seus emblemas ao jogarem uma partida completa debaixo de chuva.A vitória sorriu à equipa mais consistente e mais adulta que teve de contar com a grande oposição do guarda-redes Mário Morgado que foi o melhor jogador em campo.Paulo Felício não colocou o “autocarro” em frente da sua baliza mesmo sabendo de antemão que o adversário era superior. Já Gonçalo Raimundo adaptou o 4x3x3, motivando os seus jogadores a desenvolverem bom futebol, perante um adversário que adoptava o futebol mais directo procurando explorar a velocidade de Marco Elias e a experiência e classe de Pedro Rafael.No primeiro minuto Marquinho fez brilhar Mário Morgado que enviou a bola para canto.Aos 15 Pedro Rafael não foi feliz num passe e a bola é interceptada por Ruben que se isolou para na cara do “goleiro” da casa rematar ao lado.Marquinho era o homem mais em evidência, fazendo centro perigosos, mas sem resposta positiva dos seus colegas.O Boavista respondia conforme as suas potencialidades e aos 24 minutos após um excelente centro de Paulo Ferreira, Marco Elias de cabeça envia a bola com “selo de golo”, mas o experiente Vítor Maranhão realiza uma defesa do “outro mundo”.Até que aos 38 minutos, no seguimento de uma boa jogada envolvente do ataque visitante, Marco Alves, trabalhou bem a bola e à meia volta alcança um golo de belo efeito. Marco Elias ainda cria perigo na área alcobacense mas a bola foi para as nuvens, até que Nuno Sousa num golpe perfeito de cabeça, após um centro da esquerda, dilata o resultado.O mesmo jogador após um livre teve oportunidade para bisar e em cima dos 45 minutos foi a vez de Mário Morgado fazer outra excelente defesa a remate de Ruben, que tudo fez durante o jogo para marcar, mas não viria a ser feliz.No segundo tempo o Alcobaça começou melhor, Ruben aos 47 minutos isolado proporcionou outra boa defesa a Mário Morgado e aos 54, Nuno Sousa isolou Marco Alves, mas rematou ao lado.A partir daí a equipa de Gonçalo Raimundo pareceu adormecida e Marco Elias reduz a diferença com um golo de bandeira após um centro de Bino.Os pupilos de Paulo Felício acreditaram no “milagre” e na transformação de um castigo máximo, Luís Lopes consegue o empate.Feridos no orgulho, os alcobacenses fazem pela vida e voltam a perigar a baliza de Mário Morgado e a fazem-no brilhar, até que o experiente Henrique alcança o terceiro golo no seguimento de um canto. Aos 85 minutos Pedro Rafael obriga Vítor Maranhão a defender com os pés quase por instinto, enquanto os visitantes já na fase final da partida tiveram vários lances para dilatar o resultado.Boa arbitragem.
-----
A opinião dos técnicos:
Paulo Felício (Boavista): “Vitória justa do Alcobaça que mereceu passar esta eliminatória. Mas cheguei a pensar que poderíamos chegar ao prolongamento”, declara.
Gonçalo Raimundo (Alcobaça): “Foi um bom jogo. Na primeira parte o resultado poderia ser mais dilatado, porque tivemos as melhores oportunidades e falhámos na cara do guarda-redes. Depois adormecemos um pouco e demos vida a uma equipa que parecia enterrada. Reagimos e voltámos a desperdiçar oportunidades para conseguirmos um resultado mais gordo”, remata

Tuna Caranguejeiro (Diário de Leiria)

Jogo em atraso da 1ªJornada - 1ªDistrital/Sul

Juncalense 2(João Vieira 2) - CDR Outeirense 1
------
Classificação
1ºValcovense - 29 Pontos
2ºGD Santo Amaro - 27 Pontos

3ºCDR Outeirense - 24 Pontos (- 1 Jogos)
4ºVidreiros - 23 Pontos
5ºGD Praia da Vieira - 23 Pontos
6ºGrap/Pousos - 21 Pontos
7ºSL Marinha - 21 Pontos (- 1 Jogo)
8ºBoavista - 20 Pontos
9ºUnidos - 18 Pontos
10ºJuncalense - 18 Pontos
11º Biblioteca - 17 Pontos
12ºUD Turquel - 14 Pontos
13ºACR Maceirinha - 13 Pontos
14ºÓbidos SC - 9 Pontos
15ºBidoeirense - 7 Pontos
16ºCD Moitense - 4 Pontos
-----

sábado, dezembro 27, 2008

Lucas deixa o comando do ID Vieirense

Lucas não resistiu á fraca temporada da equipa do ID Vieirense, que neste momento se encontra nos lugares de descida, mais concretamente é penúltimo com apenas 9 pontos.
Para o seu lugar, a direcção liderada por Isabel Gonçalves apoostou em Carlos Chavinha, naquele que é um regresso ao futebol distrital, depois de na temporada passada ter acabado a meio da época por abandonar a equipa do CDR Outeirense.

Bruno Neto é reforço no Pilado

Bruno Neto é o mais recente reforço da equipa orientada por Zé Ricardo. O polivalente jogador encontrava-se inactivo desde a temporada passada, onde foi um dos mais influentes jogadores da equipa do Pilado.
Para além de Bruno Neto, a equipa de Zé Ricardo deve em breve apresentar mais reforços, de forma a tentar compensar a saída do seu goleador Félix para os Nazarenos.
Paralelamente, o Pilado está a organizar um sorteio de rifas de forma a tentar arranjar verbas para comprar novos equipamentos, pois grande parte do seu equipamento desportivo foi roubado, em mais um assalto ás suas instalações.

Nomeações para este fim-de-semana

Prova: C.D. I DIVISÃO - FUTEBOL 11 ZONA NORTE


27/12/2008 - 20:00 G.D.R. POUSAFLORES x RECRE. PEDROGUENSE
Campo: PARQUE DE JOGOS PADRE ANTÓNIO LOPES MELO - Relvado Sintético
Árbitro: PAULO MANUEL BENTO MARQUES
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 ASS.D.R. RAMALHAIS x MATA MOURISQUENSE
Campo: CAMPO DE JOGOS DE RAMALHAIS - Terra Batida
Árbitro: RODOLFO CARLOS SILVA DEYLLOT
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 S.CASTANHEIRA PERA x G.D.ALVAIAZERE
Campo: ESTÁDIO MUNICIPAL AFONSO LACERDA - Relvado Sintético
Árbitro: JOSE ANTONIO RIBEIRO PEREIRA
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 A C D CASEIRINHOS x ASS.DESP. DA RANHA
Campo: CAMPO DOS CASEIRINHOS - Terra Batida
Árbitro: LEANDRO GABRIEL PEDRO SIOPA
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 ATL. C. AVELARENSE x C.CAÇADORES ANSIÃO
Campo: CAMPO DA CABEÇA GORDA - Relvado Sintético
Árbitro: RICARDO LEANDRO NUNES MARTINHO
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 A.D.C.P.SIMONENSES x GRUPO D. PELARIGA
Campo: CAMPO DA TOJEIRA - Terra Batida
Árbitro: PAULO JORGE FERREIRA BRITES PEREIRA
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 GDR CASAL NOVO x MOTOR CLUBE
Campo: CAMPO G.D.R. CASAL NOVO/M.R. - Terra Batida
Árbitro: BRUNO ALEXANDRE ALMEIDA VICENTE
&nbspA.F. LEIRIA

28/12/2008 - 15:00 ASS.D.MOITA DO BOI x ALBERGARIA ARCUDA
Campo: CAMPO GUARITA - Terra Batida
Árbitro: NUNO TIAGO FERNANDES RODRIGUES
&nbspA.F. LEIRIA


Prova: C.D. I DIVISÃO - FUTEBOL 11 ZONA SUL


28/12/2008 - 15:00 U.R.D.JUNCALENSE x C.D.R. OUTEIRENSE
Campo: CAMPO DA PINHOCA - Terra Batida
Árbitro: RUI JORGE GALHARDO FONTES FIGUEIREDO
&nbspA.F. LEIRIA

Prova: TAÇA DISTRITO SENIORES MASC. - FUT. 11
2.ª ELIMINATÓRIA


27/12/2008 - 15:30 G.D.R.BOAVISTA x GINASIO C ALCOBAÇA
Campo: CAMPO DA BOAVISTA - Relvado Sintético
Árbitro: MARCIO JOSE SILVA FERREIRA
&nbspA.F. LEIRIA

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Invasão de campo em Figueiró dos Vinhos

Nova jornada, nova tentativa de agressão a um árbitro. O encontro da divisão de Honra distrital entre Figueiró dos Vinhos e o Pilado ficou marcado por uma invasão de campo no final do jogo. O juiz da partida Nuno Rodrigues, que foi muito criticado pelos responsáveis da formação do norte do distrito, terá sido agredido após uma enorme confusão, devido a entrada de espectadores no terreno de jogo. O lance que despoletou toda a situação foi a expulsão do capitão Zé Napoleão.O técnico do Figueiró dos Vinhos, Fernando Silva, rejeita que tenha havido invasão do campo, até porque, “tentou-se, inclusivamente, proteger o árbitro”. “É claro que as pessoas estavam revoltadas, até porque não foram assinaladas duas grandes penalidades claras a nosso favor”, salienta. Já José Ricardo, técnico do Pilado e Escoura salienta que o juiz “não teve o controlo do jogo e na opinião deveria tê-lo terminado mais cedo. Não é só o Figueiró dos Vinhos que tem razões de queixa do árbitro, porque houve um penálti claro a nosso favor”, esclarece. O técnico do Pilado vai mais longe e afirma que “após a expulsão do capitão, gerou-se uma enorme confusão com os jogadores do Figueiró dos Vinhos a discutir com o árbitro. Na confusão, o guarda-redes provocou a queda do árbitro do encontro”, assume.Este foi o terceiro caso de violência em campos dos campeonatos distritais envolvendo árbitros. O primeiro deu-se há cerca de seis semanas na Marinha Grande, no encontro SL Marinha-Outeirense. O segundo aconteceu no passado dia 14, no jogo entre Alqueidão da Serra e Beneditense.
-
Desacatos no Avelarense-Bidoeirense.
No jogo de juvenis entre o Avelarense e Bidoeirense, que à semelhança de mais 38 jogos não teve árbitros, houve desacatos no balneário da equipa da Bidoeira.Em juniores, o Pelariga-Avelarense foi também um dos jogos sem juiz. O técnico Marco Marques lamenta esta situação, salientando que começa a ser normal, devido à falta de árbitros.O REGIÃO DE LEIRIA contactou o Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Leiria para saber a causa de, na última semana, terem sido jogadas 39 partidas sem árbitro. Uma fonte da Associação de Futebol de Leiria, que não quis prestar declarações, referiu que, caso fosse enviado um e-mail, poderiam prestar esclarecimentos. O e-mail foi enviado, mas até ao fecho desta edição não foi dada qualquer resposta.
Região de Leiria

quinta-feira, dezembro 25, 2008

Flávio é reforço do SCL Marrazes

O jogador Flávio (ex-Guiense) já é oficialmente jogador da equipa sénior do SCL Marrazes. O médio-defensivo, que conta com passagens por clubes como SL Marinha, Nazarenos, Alq. da Serra, U. Serra e mais recentemente o Guiense, será o único reforço de Inverno do nosso clube. O jogador que se encontrou limitado por alguns problemas físicos desde o ínicio da presente época, será sem dúvida uma mais valia para a nossa equipa, tanto pela sua qualidade, como pela sua experiência.

terça-feira, dezembro 23, 2008

Guedes é reforço nos Vidreiros

Ricardo Mário, mais conhecido por Guedes no meio do futebol é o novo reforço da equipa dos Vidreiros. Depois de na pré-época ter estado iminente este desfecho, Guedes acabou por ir para os Unidos, onde era actualmente o 2ºmelhor marcador com 6 golos, logo atás de Figo que tem 7 golos.
Trata-se sem dúvida de uma mais valia para a equipa de Picassinos.

Ramalhais goleado em Albergaria dos Doze

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Leiria (Zona Norte) – 13ª Jornada


Campo: Estádio Vale das Éguas
Árbitro: Márcio Ferreira auxiliado por Nicolau Rodrigues e Jorge Gomes.

Arcuda: Bruno Valente, Neves (Rodinhas, int.), Dinis Maurício, Tó-Jó, Alex, Capão (Marcelo, int.), Igor (Mocas, 80’), Anthony, Bruno Fonseca, Stephane e Dádá
Suplentes não utilizados: Petrov, André Malho e Filipe.
Treinador: Carlos Jorge

Ramalhais: Diogo, Bruno, Rui Ferreira, Tomé, Zé Carlos, Rodrigo (Tony, 30’), Diogo Silva, Tomás, Nuno Gomes (Tiago Simões, 30’), Fred (Anthony Mendes, 43’) e Fábio Roxo.
Suplentes não utilizados: Andersson, Ricardo Gonçalves e Daniel
Treinador: Josélito Pereira

Disciplina: Cartão amarelo para Bruno Fonseca (36’), Capão (45’), Anthony (75’) e Mocas 90’) do Arcuda e para Zé Carlos (28’). Cartão Vermelho para Fábio Roxo (25’).
Resultado ao Intervalo: 2-1
Resultado Final: 5-1
Marcadores: Stephane (25’), Dáda (30’, 80’ e 84’), Dinis Mauricio (60’); Fábio Roxo (16).

Na ultima jornada antes na interrupção natalícia, realizou-se o derbie concelhio entre o Arcuda e o Ramalhais, num jogo bem disputado e que teve uma vitória justa da equipa da casa. O primeiros minutos de jogo foram equilibrados, mas com a equipa visitante a apostar mais no contra-ataque. Numa dessas iniciativas aos 16’, Fábio Roxo levou todo à sua frente e perante Bruno Valente desferiu um forte remate, inaugurando assim o marcador. O jovem jogador do Ramalhais esteve depois negativamente em evidência aos 25’,pois pontapeou Alex, num acto incompreensível que lhe valeu a expulsão. No mesmo minuto, Stephane, dentro da área, restabeleceu a igualdade no marcador. Em superioridade numérica, o Arcuda tentava a reviravolta no marcador e conseguiu mesmo fazer o 2-1 aos 30’ por Dáda, que só teve de encostar após uma boa iniciativa de Stephane, num lance com muitas culpas para a defensiva do Ramalhais. Até ao intervalo, as oportunidades de golo foram escassas, com a turma da casa a controlar o jogo e a formação de Josélito Pereira a passar por algumas dificuldades, sendo inclusive forçada a efectuar duas alterações devido a lesão.
Na segunda parte o ritmo de jogo manteve-se e as equipas tentava praticar o melhor futebol, possível, aproveitando as óptimas condições existentes. Aos 60’, Dinis Mauricio fez, de cabeça, o 3-1, após cruzamento de Bruno Fonseca, mostrando assim a maior presença em jogo da equipa albergariense. Contudo, a formação visitante também tinha as suas oportunidades, quer pelo júnior Tiago Simões quer por Anthony Mendes, enviando mesmo uma bola à barra da baliza de Bruno Valente aos 70’. Dez minutos depois, Dáda acabou com as esperanças do Ramalhais ao fazer o 4-1, e aos 84’ o avançado albergariense fez um hat-trick e o 5-1 final, após cruzamento de Bruno Fonseca do lado esquerdo.
O resultado final acaba por se ajustar às incidências do jogo, pois a equipa do Arcuda fez mais que o seu adversário para merecer a vitória. O trio de arbitragem rubricou uma exibição medíocre, acabando por prejudicar as duas equipas.

O que se passa com o nosso futebol distrital?

Enviado por e-mail

Abro aqui um novo post, só para discutirmos de uma forma saudável o nosso futebol e repito saudável, sem picardias.

-O que será que se passa com o nosso futebol distrital?

-Será que andamos todos os intervenientes a tratar bem o futebol e todos aqueles que pagam todos os domingos, para ver futebol?

-É verdade que os árbitros já são poucos e ainda os tratam assim?
Os jogadores não falham golos de baliza aberta, não fazem maus passes. Alguém quando falham os agride?
Os treinadores não fazem más opções? Alguém quando eles erram os agridem?
Por isso pergunto o porquê de tanta violência para com as equipas de arbitragem?
(já dizia o meu avó, se não tens nervos, fica em casa)
Desculpem que diga, esses cobardes com esses actos deviam ser irradiados do futebol.

-Outra pergunto que faço é o porque da nossa associação não obrigar todos os clubes a usarem bolas iguais todos os domingos. Será que não poderia haver um patrocínio que fornecesse algumas bolas como fazem nos nacionais?Como em acontece na distrital de Coimbra, em que são bolas iguais para todos os clubes.
Custava muito? Um domingo jogamos com uma com uma Nike, no outro domingo com Adidas, no outro uma Zimsport.Não era mais fácil uniformizar?

Aqui fica algumas perguntas.
Boa discussão.

Enviado por e-mail
O autor não se quis identificar

segunda-feira, dezembro 22, 2008

13ªJornada - 1ªDistrital/Norte - Seniores

Resultados:
Motor Clube 0 - Alegre Unido 0
Pelariga 1- Casal Novo 1
Alvaiázere 6 (Renato, T.Sobreiro, Marito 2, R.Mobarq e J.Rosa) - Os Simonenses 0
Ansião 2- Castanheira de Pêra 1
Pedroguense 2 (Ricardo Silva) - Avelarense 0
U.Matamourisquense 3 (Alcides, Elísio e Gabriel)-Pousaflores 1
Arcuda 5 (Dádá3, Stephane e Maurício) - Ramalhais 1 (Roxo)
Ranha 4 (Peruzi, Cobra e Daniel 2) - Moita Boi 2 (Marco e Ildebrando)
Folga: Caseirinhos

Classificação:
1-Ansião 32 pontos
2-Pedroguense 30 pontos
3-Avelarense 25 pontos
4-Arcuda 24 pontos
5-Casal Novo 24 pontos
6-Pelariga 23 pontos
7-Alvaiázere 22 pontos
8-Moita do Boi 20 pontos
9- Ramalhais 19 pontos
10-Ranha 17 pontos
11-Castanheira de Pêra 15 pontos
12-U.Matamourisquense 12 pontos
13-Pousaflores 11 pontos
14-A.Unido 8 pontos
15-Caseirinhos 5 pontos
16-Simonenses 4 pontos
17-M.Clube 4 pontos

Próxima Jornada:
Casal Novo - Motor Clube
Ramalhais - Matamourisquense
Simonenses - Pelariga
Castanheira de Pêra - Alvaiázere
Avelarense - Ansião
Pousaflores - Pedroguense
Moita do Boi - Arcuda
Caseirinhos - Ranha
Folga: A. Unido

13ªJornada - Divisão de Honra - Seniores

Resultados
Caranguejeira 0 - Alq. Serra 1 ( Pimenta )
Beneditense 0 - Marrazes 0
Bombarralense 1 - Guiense 2
Nazarenos 6(Félix 3, Ricardo Mafra, Pedro Morais e Álvaro) - Meirinhas 0
Ilha 0 - Alcobaça 1
Fig. Vinhos 0 - Pilado 1(JJota)
CDPataiense 1 (João Costa gp) - Gaeirense 0
Portomosense 4(Ferraz, Elton, Jackson e Joel) - Vieirense 0
-----
Classificação
1º AD Portomosense -33 Pontos
2º SCL Marrazes - 26 Pontos
3º GC Alcobaça - 25 Pontos
4º Nazarenos - 24 Pontos
5º Alq. da Serra -22 Pontos
6º Beneditense - 21 Pontos
7º SCR Gaeirense -20 Pontos
8º GD Guiense - 17 Pontos
9º CD Pataiense - 16 Pontos
10º UD Caranguejeira - 16 Pontos
11º Bombarralense -16 Pontos
12º AR Meirinhas - 15 Pontos
13º SDR Pilado e Escoura - 13 Pontos
14º Fig. dos Vinhos - 11 Pontos
15º ID Vieirense - 9 Pontos
16º GD Ilha - 1 Ponto

----

13ªJornada - 1ªDistrital/Sul - Seniores

Resultados
Vidreiros 3(Fábio 2 e Leal) - Biblioteca 1(Cajó)
Boavista 1 (Luis Lopes) - Grap/Pousos 1 (Cristiano)
CDR Outeirense 9(Ricardo Lavos 2, Rogério Batalha 2, Renato, Kewin, Pailé , Joel e Brunito) - CD Moitense 1(França)
GD Santo Amaro 5(Nelo 2, Fernando, Andrade e Nuno)- Bidoeirense 1(Dani)
SL Marinha 2 (J.Roldão e Vareta g.p) - Valcovense 2(Bruno Matias e Bula g.p)
ACR Maceirinha 2(Nélio g.p e André) - GD Praia da Vieira 4(Ivo, Nélio Botas, Óscar e Fábio Sousa)
Unidos 0 - Juncalense 0
Óbidos SC 1(João de Deus) - UD Turquel 1(Nuno)
-----
Resultados
1ºValcovense - 29 Pontos
2ºGD Santo Amaro - 27 Pontos
3ºCDR Outeirense - 24 Pontos (- 2 Jogos)
4ºVidreiros - 23 Pontos
5ºGD Praia da Vieira - 23 Pontos
6ºGrap/Pousos - 21 Pontos
7ºSL Marinha - 21 Pontos (- 1 Jogo)
8ºBoavista - 20 Pontos
9ºUnidos - 18 Pontos
10º Biblioteca - 17 Pontos
11ºJuncalense - 15 Pontos (- 1 Jogo)
12ºUD Turquel - 14 Pontos
13ºACR Maceirinha - 13 Pontos
14ºÓbidos SC - 9 Pontos
15ºBidoeirense - 7 Pontos
16ºCD Moitense - 4 Pontos
-----

domingo, dezembro 21, 2008

Ricardo Silva desequilibrou ‘derby’ nortenho

Campo de S. Mateus, Pedrógão Grande
Arbitragem: Sandro Soares, auxiliado por Pedro Neves e Nuno Rodrigues

PEDROGUENSE: Miguel; Rafael, Toni, Marco Ferreira e Sérgito; Tátá (cap.) e Madeiras (Edson, 56’); Nuno Aguiar, Hélder Vaz (Poeta, 76’), João Raposo e Ricardo Silva.
TR: JOÃO ALMEIDA
Não utilizados: Samuel, Tiago, Fábio, Chinoca e Filipe.
-
AVELARENSE: Hélder; Paulo António, Sardinha, Torrelhas e André Dias; Luís Borges (cap.) (André Simões, 76’), João Boavida e Pedro Almeida; Pimenta (Ferreira, 50’), Rafael (Pedro Moreira, 88’) e Normando.
TR: NUNO OLIVEIRA
Não utilizados: Miguel, Rodolpho, Paulo Miguel e Zé Miguel.
-
Golos: 1-0 e 2-0, Ricardo Silva (46’ e 49’).
Disciplina: Cartão amarelo a Sérgito (38’), Madeiras (48’), Hélder Vaz (73’) e Edson (88’); Luís Borges (27’) e Normando (73’).

O Pedroguense venceu o derby do norte do distrito frente ao Avelarense por 2-0 e cavou um fosso maior para o terceiro colocado, mantendo-se na perseguição ao líder Ansião.Os visitantes entraram muito bem na partida, com um pressing alto que surpreendeu o Pedroguense, incapacitado de colocar a bola nos seus quatro homens mais avançados. Uma atitude que ditou uma primeira parte sem oportunidades para a turma da casa, com os lances de maior perigo a ocorrerem na baliza de Miguel. Aos 8 minutos Rafael centrou largo e levou a bola a embater na trave e mais tarde aos 33 Boavida bem colocado podia ter feito melhor de cabeça. Finalmente aos 39’ foi Normando quem trabalhou bem e já dentro da área rematou torto. Do Pedroguense viu-se muito pouco para uma equipa que ostentava um ataque demolidor.Mas na segunda parte tudo foi diferente e em quatro minutos Ricardo Silva, a figura do campeonato, ganhou o jogo. Logo no primeiro minuto antecipou-se à defesa do Avelarense e concluiu cruzamento de Aguiar e aos 49’ beneficiou de uma magnífica simulação do mesmo Aguiar, para corresponder ao centro de João Raposo da melhor maneira, aumentando para 2-0. Bastou uma entrada mais adormecida da equipa do Avelarense, para o jogo virar diametralmente.Os visitantes esboçaram então uma reacção e Luís Borges teve perto de reduzir aos 56’, falhando à boca da baliza após um bom centro de Rafael. Mais tarde Normando também teve bom ensejo, mas rematou fraco para Miguel.O Avelarense tentava mas não conseguia e o Pedroguense ia explorando os espaços para sair em contra-ataques que cada vez aumentavam mais de perigosidade para a baliza de Hélder. Aos 65’ Aguiar teve espaço mas rematou torto e aos 78’ Ricardo Silva proporcionou grande defesa ao guarda-redes do Avelarense. O mesmo Ricardo Silva podia ter alcançado o hat-trick aos 87 minutos, mas preferiu assistir Aguiar, quando tinha tudo para fazer o golo, depois de ultrapassar Hélder e o lance perdeu-se com a intercepção de um defensor avelarense. No último suspiro, e quando as atenções já estavam mais viradas para a confusão que se vivia nas bancadas, o Avelarense esteve perto de reduzir mas Rafael aliviou já perto da linha de golo.Em resumo vitória justa da equipa mais eficaz, que dispõe de um jogador que faz a diferença, embora nesta partida o seu “brilho” se deva muito à acção decisiva de Aguiar.Arbitragem sem reparos de Sandro Soares, mas apenas no aspecto técnico. No capítulo disciplinar esteve muito aquém do exigido, permitindo dureza em excesso aos homens da casa e poupando alguns cartões de cor mais carregada.

MARCO MARQUES

Golão “carimbou” justa repartição de pontos

Jogo no Parque Desportivo da Boa Vista.
Árbitro: João Mendes.
Auxiliares: Nuno Rodrigues e Tomé Alfredo.
GD Boavista : Mário; Fred (Bino, 80 m), Sérgio Silva, Nhó (cap.) e Isaac; Marco Elias; Paulo Ferreira, Bruno Sardinha (Nelson Carvalho, 75 m) e Luís Lopes (Ico, 66 m); Nelson Santos e Pedro Rafael .
Não utilizados: Reinaldo, e Vasco.
Treinador : Paulo Felício
-
Grap/Pousos : Xáxá; Armindo, Brice, Pedro Solá (cap.) e Toni; Fábio, Zeca, Bruno Paraíso e Cristiano (Miguel Brites, ao intervalo; Vando (Ortega, 60 m) e Eurico (Joel, 85 m).
Não utilizados: Miguel, Fábio Carreira, Pedro Neves e Nuno Alves. .
Treinador : Carlos Ribeiro.
-
Ao intervalo: 1-1.
Golos: 0-1, por Cristiano, aos 12 minutos; 1-1, por Luís Lopes, aos 40 minutos.
Acção disciplinar: cartão amarelo a Toni (60 m) e Armindo (73 m).
O jogo entre vizinhos teve ingredientes interessantes, mas o ponto alto foi o momento do golo de bandeira obtido por Luís Lopes.O número 33 da casa já perto do intervalo após um ressalto de bola para fora da área adversária, com este descaído para o seu lado esquerdo, aplicou uma ´bomba` indo a bola anichar-se nas redes superiores da baliza de Xáxá, que foi impotente para deter a ´redondinha` o que não aconteceria mesmo que este ´goleiro` tivesse asas.Mas os técnicos Paulo Felício e Carlos Ribeiro dispuseram as suas pedras em campo, sem grande rigores defensivos, denotando qualquer deles a intenção de averbar os três pontos.Entraram melhor os visitantes, com mais fulgor ofensivo, com os rápidos avançados pousenses a serem autênticos quebra-cabeças para a defensiva local.Não estranhou que Cristiano após uma excelente passe, se infiltrasse na área e na cara de Mário inaugurasse o marcador.Os comandados de Paulo Felício reagiram à adversidade e aos 14 minutos Paulo Ferreira na execução de um `livre de laboratório` enviou a bola a rasar a barra da baliza de Xáxá. Um minuto depois foi a vez de Luís Lopes, a um passe longo e bem medido de Fred, rematar ao lado do poste esquerdo das redes visitantes, com a bola quase a tirar a tinta do poste direito de Xáxá.O sinal mais pertencia aos axadrezados e Pedro Rafael, no seguimento de um excelente passe de um colega, isolou-se e rematou ao lado quando se esperava o golo.Aos 30 minutos, Bruno Sardinha rematou mas a bola bateu no poste e em Xáxá, e não entrou.O GRAP, contra-atacava sem grande perigo, tanto mais que o sector mais recuado da casa já revelava maior coesão, a contrastar com as indecisões iniciais. A bola ainda entrou na baliza pousense, mas o rematador estava em fora de jogo. Até que veio o golo de Luís Lopes, para mais tarde recordar.No segundo tempo os jogadores das duas equipas entraram com menos fulgor, o jogo acabou por ser mais repartido, o perigo nas áreas não foi tão intenso como na etapa complementar. O GRAP protagonizou alguns contra-ataques intencionais, porém sem colher frutos e nos últimos minutos da partida os anfitriões tudo fizeram para que os três pontos ficassem em casa.Boa arbitragem de um árbitro de grande futuro.
-----
A opinião dos técnicos:
Paulo Felício (Boavista): “Foi um jogo bem disputado. Fomos superiores na primeira parte e no segundo tempo o jogo foi mais dividido. A haver um vencedor seríamos nós, mas aceito a igualdade”, declara.
Carlos Ribeiro (GRAP/Pousos): “O resultado acaba por ser justo. Julgo que controlámos o jogo, nomeadamente no segundo tempo. Conseguimos algumas situações no jogo onde só faltou a finalização”, remata.

Tuna Caranguejeiro (Diário de Leiria)

sábado, dezembro 20, 2008

8ªJornada - Divisão de Honra - Iniciados

Resultados
UD Leiria B 1 - UD Batalha 0
SC Pombal 1 - GD Peniche 3
AC Avelarense 2 - Nazarenos 2
SL Marinha 1 - AD Portomosense 0
A-dos-Francos 0 - SCL Marrazes 4
GC Alcobaça 3 - ID Vieirense 2
-----
Classificação
1ºSCL Marrazes - 19 Pontos
2ºGD Peniche - 19 Pontos
3ºGC Alcobaça - 19 Pontos (- 1 Jogo)
4ºSC Pombal - 15 Pontos
5ºAC Avelarense - 12 Pontos
6ºID Vieirense - 10 Pontos
7ºSL Marinha - 10 Pontos
8ºNazarenos - 9 Pontos
9ºAD Portomosense - 9 Pontos
10ºUD Batalha - 5 Pontos
11ºUD Leiria B - 4 Pontos
12º A-dos-Francos - 3 Pontos (- 1 Jogo)
-----

5ªJornada - Resultados - Sub 12

Série A
Resultados
Motor Clube 1 - AD Figueiró dos Vinhos 11
GD Guiense 8 - SCL Marrazes B 3
Bidoeirense - UD Leiria B
GD Ilha 1 - SC Pombal 10
Folgou - CC Ansião
-----
-----
Série B
Resultados
ID Vieirense 4 - Grap/Pousos 4
SCL Marrazes 5 - AC Marinhense B 2
Soutocico 1 - UD Serra 1
UD Leiria 14 - Pilado 0
AD Portomosense B 4 - Unidos 4
-----
-----
Série C
Resultados
Beneditense - Andorinhas
SL Marinha - EAS Marinha Grande
AD Portomosense - UD Batalha
-----
-----
Série D
Resultados
Caldas SC - AE Óbidos
Amoreirense - GD Atouguiense
Academia de Futebol - Bombarralense
Valcovense - Gaeirense
Olho Marinho - GD Peniche

9ªJornada - Resultados - Sub 13

Série A
Resultados
Arcuda 0 - SC Pombal 11
GD Alvaiázere - GD Guiense
AC Avelarense 5 - SCL Marrazes B 1
Matamourisca 10 - AD Ranha 1
Carnide 5 - GD Ilha 0
Chão de Couce 4 - Cast. de Pêra 1
-----
-----
Série B
Resultados
Bidoeirense 1 - Garcia 12
UD Serra 3 - UD Leiria 7
Monte Real 9 - Abelha 1
AC Marinhense B 9 - ID Vieirense 0
Grap/Pousos 4 - UD Caranguejeira 3
SCL Marrazes 15 - Boavista 0
Pilado - Parceiros
-----
-----
Série C
Resultados
ACR Maceirinha 1 - AD Portomosense 6
Nazarenos - CD Pataiense
EAS Marinha Grande 5 - SL Marinha 2
UD Batalha - Golpilheira
Biblioteca 1 - AC Marinhense 6
UD Turquel - Quinta do Pinheiro
-----
-----
Série D
Resultados
SL Marinha 2 - GD Peniche 2
AC Marinhense C 8 - Ramalhosa 0
AE Óbidos 4 - GD Peso 1
Bombarralense 4 - Caldas SC 6
A-dos-Francos 2 - Ferrel 4
GD Atouguiense - Nazarenos B
Coto 2 - Beneditense 6

8ªJornada - 1ªDivisão Distrital - Iniciados

Zona Norte
Resultados
AD Ranha - GD Ilha
ADR Ramalhais - CC Ansião
Pousaflores 1 - SC Pombal B 5
Motor Clube - GD Pelariga
Carnide - Bidoeirense
Figueiró dos Vinhos - GD Guiense
Folgou - Arcuda
-----
-----
Zona Centro
Resultados
UD Serra 2 - ACR Maceirinha 1
SCL Marrazes B - Pilado
ID Vieirense B - SL Marinha B
Matamourisca 0 - UD Caranguejeira 10
UR Mirense - Parceiros
AC Marinhense B 0 - Grap/Pousos 1
-----
-----
Zona Sul
Resultados
Caldas SC B 3 - Beneditense B 1
Amoreirense - CD Pataiense
GC Alcobaça B 0 - Bombarralense 0
Nadadouro - GD Peso
Biblioteca 3 - Nazarenos B 0
Valcovense 0 - AE Óbidos 6
-----

5ªJornada - 1ªDivisão Distrital - Juniores

Zona Norte
Resultados
GD Alvaiázere - AD Ranha
AD Figueiró dos Vinhos 3 - Cast. de Pêra 1
GD Pelariga 4 - AC Avelarense 1
Moita do Boi 3 - Pedroguense 4
Gau/Bajouca 2 - ADR Ramalhais 4
----
----
Zona Sul
Resultados
Matamourisca 1 - Ramalhosa 3
GD Peniche 24 - São Guilherme 0
Parceiros 0 - GD Atouguiense 6
Golpilheira - CD Pataiense
GD Peso - Nadadouro (Adiado)

6ªJornada - Divisão de Honra - Juvenis

Resultados
SL Marinha 6 - GD Peso 0
UD Serra 0 - Grap/Pousos 1
UD Leiria B 2 - Nazarenos 1
Beneditense 5 - Gaeirense 0
ID Vieirense 1 - GC Alcobaça 1
AD Portomosense 0 - SCL Marrazes 1
------
Classificação
1ºSL Marinha - 16 Pontos
2ºBeneditense - 12 Pontos
3ºUD Serra - 12 Pontos
4ºUD Leiria B - 12 Pontos
5ºGrap/Pousos - 11 Pontos
6ºNazarenos - 10 Pontos
7ºGC Alcobaça - 10 Pontos
8ºAD Portomosense - 9 Pontos
9ºSCL Marrazes - 7 Pontos
10ºID Vieirense - 5 Pontos
11ºGD Peso - 0 Pontos
12ºSCR Gaeirense - 0 Pontos
-----

12ªJornada - 1ªDivisão Distrital - Juvenis

Zona Norte
Resultados
Pedroguense 3 - GD Santo Amaro 3
AD Ranha 1 - Abelha 5
AC Avelarense 1 - Bidoeirense 1
Almagreira 0 - SC Pombal 5
GD Pelariga 2 - Arcuda 1
Matamourisca 0 - Motor Clube 3
Boavista 1 - GD Ilha 3
Folgou - GD Guiense
-----
-----
Zona Sul
Resultados
Caranguejeira - UR Mirense
Soutocico 2 - Caldas SC B 1
CD Pataiense 2 - ACR Maceirinha 1
GC Alcobaça B 1 - SL Marinha B 2
Biblioteca 0 - GD Peniche 4
Bombarralense 0 - AC Marinhense 0
Pilado 1 - UD Batalha 1
A-dos-Francos - UD Turquel

6ªJornada - Divisão de Honra - Juniores

Resultados
Grap/Pousos 0 - SL Marinha 1 (Baixinho)
SCL Marrazes 3 - GD Guiense 0
GC Alcobaça 2 (Petra e BD) - Bombarralense 0
Arcuda 2(Léo e Pedro Lourenço g.p) - ID Vieirense 1
Gaeirense 3 - Beneditense 3
Folgou - Nazarenos
-----
Classificação
1ºGC Alcobaça - 15 Pontos
2ºSL Marinha - 15 Pontos
3ºSCL Marrazes - 10 Pontos
4ºGD Guiense - 9 Pontos
5ºArcuda - 8 Pontos
6ºGaeirense - 7 Pontos
7ºID Vieirense - 6 Pontos
8ºGarp/Pousos - 5 Pontos
9ºBeneditense - 3 Pontos
10ºBombarralense - 2 Pontos
11ºNazarenos - 1 Ponto
------

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Transferências do Futebol Amador ( Opinião do Colaborador)

Estamos numa altura em que o prazo de transferências de jogadores a nível distrital está a terminar, e é normal que haja muitas mudanças até ao final do prazo, ou seja, 31 de Dezembro.
Até aqui tudo normal, sem problemas, tudo dentro do correcto com os clubes a prescindirem do jogador para que este possa exercer o seu Hobbie em outro clube diferente, no entanto na maioria das situações não é o que acontece, os clubes portadores dos direitos desportivos resolvem pedir contrapartidas, normalmente pedem o valor da inscrição, em virtude de terem gasto o dinheiro e de não puderam usufruir do contributo do jogador até ao final de época, na maioria dos casos a situação proposta é bem aceite pelos “compradores”, mas em alguns casos as coisas tornam – se bastante complicadas, e é esse o motivo que me leva a escrever este post.
A maior parte dos jogadores da distrital não aufere qualquer valor monetário, apenas uns jantares e uns lanches, quase que chegam a pagar para jogar, quando há lesões ao serviço dos clubes, são os atletas que muitas das vezes têm de pagar do próprio bolso o tratamento, será assim tão correcto os clubes estarem a pedir contrapartidas?
É lógico que os clubes se tem que salvaguardar, pois todos conhecemos as dificuldades que existem a nível de clubes amadores, mas estes não tem o direito de “prender” os atletas, seja por que motivo for, todos os atletas são AMADORES e livres de optar por ficar ou não no clube, penso que deveria de existir uma clausula na qual precavesse não só os atletas mas também os clubes, não sei se pode ser assim tão fácil, mas porque é que o valor da inscrição não pode também servir de clausula de desvinculação?! Um clube está interessado em determinado jogador, paga o valor da inscrição ao clube que detém os seus direitos e fica o assunto tratado, é a minha opinião não sei se este assunto se poderá tratar assim facilmente, mas por “mesquinhices” de direcções perdem – se muitos jovens, que preferem não jogar futebol a continuarem no clube que não os deixa mudar de ares.
Como é lógico, isto não se aplica a todos os clubes do distrito, mas na generalidade é o que se passa, caso não seja assim como penso, é com grande prazer que verei os comentários feitos por quem entenda que estou errado. Obrigado.

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Agressão interrompe Alq.Serra-Beneditense

O jogo entre o Alqueidão da Serra e o Beneditense, a contar para a 12ª jornada da divisão de Honra da Associação de Futebol de Leiria não chegou ao fim. Aos 89 minutos e quando a equipa do concelho de Porto de Mós ganhava por 2-1, o árbitro expulsa um jogador de cada uma das equipas. O treinador adjunto do Alqueidão da Serra, Paulo Carvalho (Spala), dirigiu-se ao árbitro do jogo, Rudy Silva e tê-lo-á agredido com uma cabeçada.A situação é, no mínimo, caricata, uma vez que o Alqueidão da Serra, equipa do técnico alegadamente agressor, até estava a ganhar e faltava apenas um minuto para o final da partida. Tendo em conta o artigo 51, alínea 1 do Regulamento Disciplinar da FPF, poderá ser “punido com derrota e multa de € 2.500 a € 5.000”. O presidente do CCR de Alqueidão da Serra, António Carvalho, ficou desolado com o sucedido “Lamentamos e repudiamos o que aconteceu. Estas coisas matam-nos e o que me faz não abandonar é ver aos domingos mais de 200 pessoas nos jogos. Indivíduos que, se calhar, não teriam mais nada para fazer.” A atitude do treinador-adjunto foi uma “grande surpresa”. “Trata-se de uma pessoa dedicada e nunca pensei que tivesse uma atitude destas. É importante puni-lo, sim, mas não crucificá-lo.”Em declarações a O’DERBIE, Rudy Silva, de 24 anos, garante que “vai ser aberto um processo e vou fazer tudo o que estiver regulamentado para que a situação não fique impune. Foi uma situação lamentável e ainda para mais, quando o jogo já se encontrava mesmo quase a terminar. Considero que realizei uma boa arbitragem e não entendo a atitude do treinador-adjunto do Alqueidão”, esclarece. O jovem árbitro salienta ainda que.” tenho uma grande consideração pelo presidente do Alqueidão da Serra e vou continuar a ter, apesar desta situação.”, afirma.Já Joaquim Trindade, técnico do Alqueidão lamenta esta situação.” eu estava a tentar acalmar os meus jogadores, que não estavam satisfeitos com a decisão do árbitro e não vi muito bem o que se passou. Lamento esta situação e agora vamos aguardar pelo castigo da AF.Leiria, que pode passar pela perca dos três pontos.”, lamenta.

O DERBIE

"Há condições para ultrapassar esta fase negativa "

Após cinco vitórias consecutivas que catapultaram o Pataiense para os primeiros lugares , tudo indicava que o mau início de campeonato tinha sido um acidente de percurso. Seguiu-se cinco derrotas e neste momento o Pataiense conta com somente 13 pontos. ODERBIE falou com Walter Estrela, técnico da turma de Pataias sobre a fase negativa que o conjunto do concelho de Alcobaça atravessa. Walter Estrela considera que " há condições para ultrapassar esta fase negativa que a nossa equipa atravessa. Eu quero dizer que sou o culpado desta situação e não adianta criticar os jogadores, que tem tido um bom comportamento", salienta. Walter Estrela aproveitou ainda para elogiar a direcção do clube e o capitão de equipa Kikó. " não posso deixar de ter uma palavra de apreço para o meu presidente, que tem sido um homem inexcedível em prol do clube e para o Kikó, que tem feito muitos sacrifícios pelo clube e é um dos grandes líderes no balneário", salienta. O técnico do Pataiense salienta o valor da equipa e mostra-se confiante no futuro. " a equipa tem muito valor e por certo vamos rapidamente entrar na senda das vitórias e subir na classificação. Também temos tido alguma falta de sorte, mas isso não explica tudo", assume.

O DERBIE

quarta-feira, dezembro 17, 2008

12ªJornada - 1ªDistrital/Norte - Seniores

Resultados
GAU/Bajouca 0 - GD Pelariga 2
Casal Novo 0 - GD Alvaiázere 1(Marito)
Simonenses 0 - CC Ansião 8
Pedroguense 4 - Cast. de Pêra 1
Matamourisca 1 (Gabriel) - AC Avelarense 2(Normando e Rafael)
Pousaflores 0 - Arcuda 3(Tó-Jó 2 e Igor)
Ramalhais 1 (Fábio Roxo) - AD Ranha 0
Moita do Boi 2 (Ildebardo e Vasco) - Caseirinhos 0
Folga : Motor Clube
------
Classificação
1ºCC Ansião - 29 Pontos
2ºPedroguense - 27 Pontos
3ºAC Avelarense - 25 Pontos
4ºCasal Novo - 23 Pontos
5ºGD Pelariga - 22 Pontos
6ºArcuda - 21 Pontos
7ºMoita do Boi - 20 Pontos
8ºGD Alvaiázere - 19 Pontos
9ºRamalhais - 18 Pontos
10ºCast. de Pêra - 15 Pontos
11ºAD Ranha - 14 Pontos
12ºPousaflores - 11 Pontos
13ºMatamourisca - 9 Pontos
14ºGAU/Bajouca - 7 Pontos
15ºCaseirinhos - 5 Pontos
16ºSimonenses - 4 Pontos
17ºMotor Clube - 3 Pontos
------

Próxima Jornada (21/12 - 15H):

Arcuda - Ramalhais
Motor Clube - Alegre e Unido
Pelariga - Casal Novo
Alvaiázere - Simonenses
Ansião - Cast.ª de Pêra
Pedroguense - Avelarense
Mata Mourisca - Pousaflores
Ranha - Moita do Boi

Folga - Caseirinhos

4ª Jornada - Resultados dos sub- 12

Série A
Resultados
UD Leiria B - GD Ilha
SCL Marrazes B 9 - Motor ClubAlinhar ao centroe 5
SC Pombal 4 - GD Guiense 4
AD Figueiró dos Vinhos 4 - CC Ansião 1
----
----
Série B
Resultados
Pilado - ID Vieirense
Unidos - UD Leiria (Adiado)
UD Serra 7 - Portomosense B 2
AC Marinhense B 1 - Soutocico 3
Grap/Pousos 0 - SCL Marrazes 6
----
----
Série C
Resultados
AC Marinhense 2 - Beneditense 2
Andorinhas 1 - AD Portomosense 6
GC Alcobaça - SL Marinha
-----
-----
Série D
Resultados
AE Óbidos - Amoreirense
GD Atouguiense - Escola Academia Futebol
Bombarralense - Olho Marinho
Gaeirense 4 - Caldas SC 7
GD Peniche 7 - Valcovense 2

Ilha cada vez mais perto da 1ª distrital



Campo António Mota Assis, em Meirinhas
Árbitro: Carlos Brites (AF.Leiria)

AR MEIRINHAS: Fifas; Hugo Roda, Gonçalo, Zé Carlos e Ticks; Milton (Ricardo Tiago, 72’), Smaine e Cláudio; Zé Luís (Pragosa, 76’), Tiago Santos (Santana, 60’) e Bruno Antunes
Treinador: Paulo Silva
.
GD ILHA: Álvaro; Gil Pinto, Artur Pereira, Pedro e Micas (Vasco, 45’); Guilherme (Luís Fernandes, 80’), Miguel Couto, Rui Pedro; Marco Fernandes (Olivier, 45’), Faria e Milton
Treinador: Hélder Pereira
.
Marcadores: Bruno Antunes (8’), Milton (37’g.p), Zé Luís (65’) e Cláudio (86’)
.
As Meirinhas venceu a Ilha no passado domingo e desta forma encontra-se a subir na tabela classificativa, enquanto a Ilha continua no último lugar, com apenas um ponto
A formação de Paulo Silva entrou muito bem no encontro e Bruno Antunes, logo aos oito minutos deu vantagem ao conjunto da casa.
O golo galvanizou os pupilos de Paulo Silva que ainda antes do intervalo conseguiram chegar ao segundo golo por intermédio de Milton, na transformação de uma grande penalidade. Ao intervalo o resultado até era escasso para o domínio da turma da casa, face a uma Ilha que raramento incomodou Fifas.
No segundo tempo, a formação de Hélder Pereira esboçou uma reacção, mas sem grandes efeitos práticos. Aos vinte minutos do segundo tempo, surgiu o terceiro golo da turma da casa, com Zé Luís a bater Álvaro. Já perto do final surgiu o último golo do encontro, com Cláudio a estabelecer o resultado final.


Alexandre Silva (O Derbie)

Bocas no GD Guiense

Bem dita é a frase de que no futebol " o que hoje é verdade amanhã é mentira". Depois de termos tido a confirmação por parte do SDR Pilado de que Bocas seria mesmo jogador do clube, o FDL está em condições de avançar que o futuro do atleta marrazense vai passar pela equipa do Guiense, clube aliás que Bocas já representou. Esperamos em breve ter a reacçaõ do jogador.

Entrevista a Félix


FDL : No princípio da época estiveste a treinar no SC Pombal. Acabaste por não ficar. O que correu mal?
Félix : Sim é verdade, estive a treinar no S.C. Pombal… o que correu mal? Eu não diria que correu mal, simplesmente penso que não fazia parte dos planos do Mister Tó Sá e chegou a altura em que tinha que me decidir porque ia começar a pré época e decidi então continuar no Pilado.

FDL : Nos últimos tempos tem-se falado em alguma instabilidade no Pilado. Isto é verdade? E foi isso que te levou a mudar de ares?Félix: Instabilidade no Pilado? Não, o grupo está unido como sempre esteve, é um grupo que acima de tudo tem uma grande amizade dentro e fora do campo, simplesmente a sorte não tem surgido mas acredito que o Pilado vai conseguir a manutenção, porque todos merecem isso e tem um plantel capaz! E não, não foi pela suposta instabilidade que se fala que decidi sair…falei com alguns e sabem a razão da minha saída, foi uma escolha pessoal! Estava na altura certa para mudar!

FDL : Nos últimos dias falou-se em muitos clubes como o teu destino, sendo certo que houve alguma coisa entre ti e a caranguejeira. O que te levou a não concretizar essa transferência?Félix : Não vou esconder que houve conversa entre mim e a caranguejeira, todos sabem que sim. Muito se fala aqui sobre o que se passou ou não passou, as verdadeiras razoes só eu e as pessoas mais envolvidas sabem. Não tenho que me justificar perante as acusações que me são dirigidas por anónimos que nem sabem o que dizem e se escondem atrás desse mesmo anonimato, aceito todas as criticas que me possam fazer, sou humano, posso errar como todos podem mas dou a cara e assumo os erros quando os tenho que assumir. Não tive a atitude mais correcta? Por um lado talvez não mas abri o jogo com todas as partes envolvidas e fui sincero. Entendo o lado da UDC mas disse a verdade e não escondi nada a ninguém. Para mim isto é um assunto encerrado.

FDL : Acabaste por optar pelos Nazarenos, porquê?Félix : Como já disse a outro site, nomeadamente oderbie.com, o projecto que me foi apresentado vai mais ao encontro das minhas ambições, é um clube com uma mística muito grande e vou retribuir a confiança que me foi dada pela direcção e pela equipa técnica, por parte do Mister Zé Carlos, que como já lhe disse pessoalmente é um treinador com quem já gostaria de ter trabalhado mas nunca se tinha proporcionado e essa também foi uma das razoes que me levou a tomar esta decisão.

FDL : E agora, que perspectivas a nível individual e colectivo para o resto do campeonato?
Félix : Em primeiro lugar está o colectivo, ganhar jogo a jogo para alcançar o que ambicionamos, que sem duvida são os lugares cimeiros. A nível individual continuar a trabalhar para que esta época me corra tão bem ou melhor que a época passada, dando assim todo o apoio possível ao grupo.

terça-feira, dezembro 16, 2008

Pedroguense vencer derby do norte do distrito

Campo de São Mateus, em Pedrógão
Árbitro : Carlos Silva (AF.Castelo Branco)

PEDROGUENSE: Miguel; Rafael, Toni, Marco Ferreira, Serginho; Edson (Filipe, 84’) e Poeta (Tátá, 69’); Aguiar, João Raposo (Tiago, 89’), Ricardo Silva e Hélder Vaz (Cap.).
Suplentes não utilizados: Samuel, Fábio e Madeiras.
.
SPORT. CAST. DE PERA: Eduardo (Jorge Silva, 45’); Tiago, Pierrot, Assa (Riky, 64’), Hugo; Paulo Jorge; Renato (Fredy, 45’), Paulito, Márcio (Cap.); Zé Mário e Fábio.
Suplentes não utilizados: Paulino, André, Ruben e Xapa.
.
Pedroguense e Castanheira de Pêra encontraram-se para mais um apetecível derby, se bem que as ambições das duas equipas em termos de campeonato sejam este ano bem diferentes. Mas, nestes jogos não há favoritos e, curiosamente, encontraram-se precisamente na melhor forma desta época de ambas as equipas, embora o Sport tenha perdido na jornada anterior.O Recreio Pedroguense apresentou-se para este jogo com muitas baixas: Luís António, Dani, Caló e Xinoca nem se equiparam devido a lesões. Madeiras, embora no “banco”, estava limitado e apresentava um hematoma bem visível. Tátá, também convocado, sentou-se no banco de suplentes dado não ter treinado durante toda a semana...Também o Sport de Castanheira de Pera apresentava algumas baixas. Menos, mas dadas as limitações do plantel, também muito influentes: Donizete nem se equipou e Fredy jogou apenas na segunda parte, ainda que “tocado”.Quanto ao jogo, propriamente dito, começou melhor a equipa da casa (o Recreio Pedroguense, já que o jogo foi trocado devido ao sintético do Campo do Sport ainda não estar em condições) que se instalou desde o primeiro lance no meio-campo adversário. Atitude que não apanhou ninguém desprevenido, já que João Almeida apresentou uma estratégia de ataque, num claro 4x2x4, com o meio-campo entregue a Poeta e Edson, mas que também contava muito com a inteligência táctica de Aguiar que fez uma primeira parte extraordinária.No entanto, o primeiro lance mais emotivo foi junto à grande área do Recreio, provocado por um atraso displicente de Rafael, que Miguel resolveu com muita serenidade.Na resposta, Edson lança para as costas da defensiva Castanheirense, valendo a atenção e categoria de Eduardo que negou o golo a Raposo. Aos 8’, é Ricardo Silva que não dá o melhor seguimento a uma jogada de envolvimento do Pedroguense.Aos 13’, surge o 1-0. Livre perigoso à entrada da área que Ricardo Silva se encarrega de marcar com muita mestria e aproveitando a má colocação de Eduardo que esperava a bola colocada por cima da barreira e Ricardo Silva colocou-a rasteira, junto ao posto.A pressão da equipa da casa intensificou-se, os forasteiros acusaram o golo e passaram por um período de algum desnorte que lhes poderia ter custado bem caro, não fora a ineficácia atacante e a classe de Eduardo.Aos 29’, surge o primeiro remate do Sport, à baliza. Ainda assim, de muito longe e à figura de Miguel. Mas, ficou o aviso e, apenas dois minutos volvidos, Assa (o melhor do Sport enquanto esteve em campo) à entrada da pequena área a surgir nas costas da defensiva da casa e a dar o melhor seguimento a um livre bem apontado por Renato e a restabelecer a igualdade.A equipa da casa abanou e acabou por ser algo contra a corrente do jogo que passou novamente para a frente no marcador, através de Helder Vaz que, muito oportuno, fez o desvio já na pequena área, a remate de João Raposo. Golo que surge, curiosamente, no melhor período do Sport.Já quase a terminar a primeira parte, Eduardo antecipa-se a Ricardo Silva e logo ali fica a queixar-se do joelho. Ainda aguentou até ao intervalo mas já não voltou para a segunda parte, sendo substituído por Jorge Silva. A vantagem ao intervalo pela diferença mínima afigurava-se justa, num jogo que estava a ser jogado com muita intensidade e com alguns bons momentos de futebol, num terreno que se apresentava bastante castigado pelo mau tempo.Na segunda parte, os pedroguenses vieram com a disposição de gerir o resultado e jogar na falha do adversário e, ou, num momento de maior inspiração de um dos muitos bons jogadores do seu plantel.E foi o que aconteceu, o Sport equilibrou mais o jogo, mas a qualidade pedroguense vinha ao de cima. Assim, logo aos 53’ surge o 3-1, após uma boa combinação na esquerda, centro de Sergito e Raposo a antecipar-se aos seus opositores já na pequena área.O jogo perdia qualidade e aumentavam as jogadas de choque e foi com naturalidade que surgiu o 4-1, pelo inevitável Ricardo Silva que somou o seu 26º (!) golo no campeonato.No final, vitória justa, por números que espelharam a diferença das equipas neste jogo.No Recreio, destaque para a primeira parte de Edson, Poeta e Aguiar.No Sport, Assa foi o jogador mais inconformado e o que mais acreditou, lutou e jogou enquanto esteve em campo. Fredy, embora apenas meio jogo em campo e limitado fisicamente, mostrou que tem classe e pode sonhar com outros “voos”.A arbitragem, esteve bem na primeira parte, mas na segunda foi muito fraquinho e fez o que um árbitro nunca deve fazer: resolver “o seu problema”. Valeu-lhe que os jogadores souberam respeitar-se...

Carlos Santos (Jornal A Comarca)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook