Booking.com

quinta-feira, outubro 29, 2015

Cristian Delmoro (Caseirinhos) suspenso 1 mês

Seniores
1 jogo - Frederico Duarte (GD Alvaiázere), Gonçalo Ramos (UDRC Matamourisca), Luís Mendes (Moita do Boi), Luís Estudante (AC Avelarense), Rafael Caetano (AD Figueiró dos Vinhos), Eduardo Morato (Caseirinhos), José Ferreira (AR Meirinhas), Nuno Sousa (GDR Boavista), Jani Mota (Gau/Bajouca)
2 jogos - Yulian (UDRC Matamourisca), Zé Sousa (GD "Os Nazarenos"), David Nogueira (AD Figueiró dos Vinhos), André Fernandes (Chão de Couce)
Suspensões - Bruno Ramusga (ID Vieirense / 15 dias), Juliano Roque (CCR Alqueidão da Serra / 15 dias), Cristian Delmoro (Caseirinhos / 1 mês), Nuno Joaquim (GDR Boavista / 15 dias)
Multas - Bruno Ramusga (ID Vieirense / 10 €), Juliano Roque (CCR Alqueidão da Serra / 10 €), Cristian Delmoro (Caseirinhos / 30 €), Nuno Joaquim (GDR Boavista / 10 €)

Juniores
1 jogo - Stephane Ferreira (AC Carnide), Gonçalo Mendes (GD Guiense), Arnaldo Ferreira (Beneditense), Bruno Xavier (GRAP), Pedro Oliveira (Arcuda), Marcelo Cardoso (GD Pelariga), Mário Gil e Bruno Lavos (ID Vieirense), Afonso Fonseca (AD Portomosense), Francisco José e Vítor Esteves (COTO)
2 jogos - Daniel Sousa (GD Guiense)
3 jogos - Marcelo Soares (UD Serra)
Suspensões - Paulo Manuel (GD Guiense / 20 dias), Paulo Oliveira (GD Guiense / 15 dias)
Multas - Paulo Manuel (GD Guiense / 15 €), Paulo Oliveira (GD Guiense / 10 €)

Juvenis
1 jogo - Tomás Seixas (Caldas SC), Fábio Lopes (GDR Boavista), Rodolfo Pereira (GD Pelariga)
2 jogos - Filipe Oliveira (GD Santo Amaro), Miguel Pereira (UD Serra)
Diversos - GDR Boavista e UD Leiria B (Aguarda Esclarecimento)

Iniciados
1 jogo - Gabriel Aires (GD Alvaiázere)

quarta-feira, outubro 28, 2015

GD Peniche conquista Supertaça Distrital

GD Peniche 4 (Matt 2, João Miguel e Luís Pinto) - GC Alcobaça 0

terça-feira, outubro 27, 2015

Juniores: Triunfo do Ginásio de Alcobaça em resultado enganador


Campo da Aldeia dos Desportos, Marrazes
Árbitro: Joni Correia.
Espectadores: 50.


SCL Marrazes     0
Roberto, Tiago Sobreira, Zé Manel, Vinicius, Gonçalo Gomes, André Marques, Chico (c), Deimar, Élvis, Rabia e Joel Santos.
Não jogaram: Rui Rocha e Rúben Luís.
Treinador: Hugo Moreira.

.
GC Alcobaça     2
Kuca, Lucas (Vitorino, 86'), Graça (c), Vicente, Pinto (Henrique, 44'), Lourenço, Miguel Fernandes, Carlos Pereira, Tiago Luís (Tiago Araújo, 86'), Bruno Pató (Bernardo, 78') e Tiago Saavedra (José Simões, 86').
Não jogaram: André Guerra, Tanque Barros.
Treinador: Paulo Brites.
.

 Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Tiago Luís (28'), 0-2 José Simões (88').
Disciplina: Amarelo a Pinto (26'), Zé Manel (53'), Bruno Pató (77'), Kuka (79'), José Simões (89').

.
Na 3.ª jornada da Divisão de Honra, os juniores dos Marrazes receberam a formação do Alcobaça, perdendo por 0-2, num jogo equilibrado, bem disputado, mas nem sempre bem jogado.
Na primeira etapa, o encontro foi repartido, aberto, em que a equipa que viajou de Alcobaça foi mais eficaz, aproveitando uma das poucas oportunidade que dispôs, ao concretizar uma perda de bola do meio-campo do Marrazes, com Tiago Luís a isolar-se e, na saída de Roberto, com tranquilidade, fez o golo, abrindo assim o marcador.
Na resposta, Élvis, o mais desequilibrador, por duas ocasiões proporcionou outras tantas grandes defesas ao guarda--redes Kuka (o melhor em campo).
Perto do descanso, surgiu o caso mais polémico do jogo, num lance passível de grande penalidade na área alcobacense, por carga clara do guarda-redes forasteiro sobre Deimar, mas o árbitro fez vista grossa.
No reatamento, o SCL Marrazes surgiu com vontade de mudar o rumo dos acontecimentos e o avançado Joel Santos, na sequência de um livre lateral, de cabeça, enviou a bola à barra, sem que Kuka nada pudesse fazer.
Na resposta, e depois de uma boa jogada colectiva, Henrique rematou com perigo, mas ligeiramente ao lado. O guarda-redes Kuka, pouco depois, voltou a estar em grande plano, ao defender uma bola traiçoeira. Se não era Kuka era a barra a negar o golo ao Marrazes, com Vinicius a ver o seu remate devolvido pelo ferro (75').
Como diz o ditado, quem não marca sofre e o recém-entrado José Simões, no primeiro toque na bola, fez o segundo tento do Ginásio sentenciando a partida, com um remate seco à entrada da área, indefensável para Roberto.
Resultado ingrato para os pupilos de Hugo Moreira que mereciam outro resultado, mas o Alcobaça fez da eficácia a sua arma e saiu da Aldeia dos Desportos com os três pontos, perante uma arbitragem que ficou marcada pela grande penalidade não assinalada.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

domingo, outubro 25, 2015

Veteranos do C.R.C.22 de Junho/Amor 2015-2016

Em Cima: Daniel Jorge Almeida, Fernando Pedro, Tina, Rui Gil, Alberto Gaspar, Rendeiro, Domingues, Raúl, Jorge Sobreira, David Carreira, Gel, Vitor Garcia e Santana.

Em Baixo: Tó Oliveira, Hugo Vieira, Kikas, Bruno Marques, Rogério Pereira, Miguel Ângelo, Jorge Rei, Vitinho, Gil Clemente.

Mundo do Futebol homenageou João Lucas

Um jogo entre duas das equipas em que jogou, o GC Alcobaça e a Académica de Coimbra, foi esta manhã pretexto para juntar centenas de pessoas, numa homenagem e João Lucas, o atleta natural de Alcobaça, e que este ano nos deixou precocemente. Recorde-se que João Lucas começou a sua carreira no GC Alcobaça, tendo depois ingressado na Académica, onde completou toda a sua formação, e ingressou na equipa sénior, tendo depois jogado ainda no Boavista FC e no Estrela Vermelha de Belgrado.

sexta-feira, outubro 23, 2015

Yulian Gorytsya (UDRC Matamourisca) é o melhor marcador da Liga Sport Pataias

5 Golos: Yulian Gorytsya (UDRC Matamourisca)

4 Golos: João Rodrigues (AE Óbidos)

3 Golos: Rodolfo Cabral (AC Marinhense) e João Pinto (SC Pombal)

2 Golos: Rúben Coelho e Daniel Oliveira (AC Marinhense), Bajedas (CC Ansião), Nuno Lopes (GD Alvaiázere), Rica (GRAP), Diogo Ribeiro (Moita do Boi)

1 Golo: Miguel Andrade (AE Óbidos), Tonicha, Rúben Santos, Tiago Gonçalves, Pedro Pimenta, Lucas Guedes e Dário Marquês (Beneditense), Rafa (CC Ansião), Rafa Silva, Telmo Vazão e Paulo Lourenço (CCR Alqueidão da Serra), Diogo Pimenta (GD Alvaiázere), Alexandre Cruz, Yassin Kalda, Miguel Pinheiro, Hugo Pereira, Tiago André e Bruno Daniel (GC Alcobaça), João Gato, Dárcio Feliciano e João Daniel (GD Guiense), Bruno "Piri" (GD "Os Nazarenos"), Felipe Miranda e Bruno (GD Pelariga), Taras, Celso, Pedro Li, Tuga, Nélson Brites, Camará e Ricardo Silva (GRAP), Rafael Tojeira, Héber Pêssego, João Gomes e Ricardo Neto (ID Vieirense), Poeta (SC Pombal), Mário Ribeiro (Moita do Boi), André Monteiro e Tiago Dias (UDRC Matamourisca)

Estágio da Selecção Distrital de Seniores no próximo dia 26 de Outubro


No próximo dia 26 de Outubro, a Selecção Distrital de Seniores vai fazer um estágio de preparação no Estádio Municipal de Leiria. Estão convocados os seguintes atletas: 

Beneditense (2): Dário Marquês, Tiago Gonçalves
AD Portomosense (1): Afonso Feteira
Moita do Boi (1): Nélson Domingues Marques
AE Óbidos (3): Natalino Nascimento, Pedro Maçãs, João Gaspar
AC Marinhense (6): Rúben Lopes, Frederico Machado, Daniel Oliveira, Miguel Vinagre, Cristiano Rodrigues, Rúben Coelho
CCR Alqueidão da Serra (1): Paulo Lourenço
CC Ansião (1): André Dias
GD Guiense (1): António Pedro
GD "Os Nazarenos" (1): Bruno Piriquito
GDRC Unidos (1): Marcelo Sousa
GRAP (5): Nelson Brites, Cristiano Matos, Ricardo Carvalho, Pedro Li, Celso Pereira
ID Vieirense (2): Bruno Ferreira, Sérgio Letra
SC Pombal (2): Miguel Cá, Paulo Martins
SCL Marrazes (1): André Lourenço

quarta-feira, outubro 21, 2015

Pedro Anjos (Biblioteca) suspenso preventivamente e com processo disciplinar

Seniores
1 jogo: Sandro Russo (Moita do Boi), Paulo Martins e Joel Mendes (SC Pombal), Fred Machado (AC Marinhense), Diogo Soares (Beneditense), Rui Durão e André Neves (CCR Alqueidão da Serra), André Delgado (AD Ranha), Ricardo Lourenço (GDRC Unidos), Joel Pedrosa (Gau/Bajouca), Edgar Fialho (SCE Bombarralense), Tiago Figueira (AD Portomosense), André Lopes (SU Alfeizerense), Rodrigo Costa (ACR Nadadouro)
2 jogos: Filipe Caroço (SCE Bombarralense), Carlos Tiago e Jorge Carneiro (GD "Os Vidreiros")
Multas: SU Alfeizerense (100 €)

Juniores

1 jogo: Gonçalo Martins (AD Figueiró dos Vinhos), Mauro Trindade (Biblioteca)
2 jogos: Matheus Santos (SCL Marrazes), Caique Santos (Beneditense), Luís Mineiro e Cristiano Eusébio (Biblioteca)
Suspensões: Paulo Rabaça (SCL Marrazes / 15 dias), Vasco Silva (AE Óbidos / 15 dias)
Multas: Paulo Rabaça (SCL Marrazes / 10 €), Vasco Silva (AE Óbidos / 10 €)
Diversos: Pedro Anjos (Biblioteca / Processo Disciplinar - Suspensão Preventiva)

Juvenis

1 jogo: Ricardo Oliveira (SL Marinha), Bernardo Pereira (GD "Os Nazarenos"), João Ferreira (GDRC Unidos)
Multas: AE Óbidos (10 €)

Iniciados

1 jogo: Luís Vieira (GD Atouguiense)
2 jogos: Ismael Gouveia (R.Pedroguense), Pedro Rodrigues (AC Carnide), Rúben Mateus (Biblioteca)

GRAP estreia-se a vencer fora de casa


Estádio Municipal de Alvaiázere
Árbitro: Rudy Silva. 
Auxiliares: Ricardo Roque e João Paulino.
.
GD Alvaiázere          1
João Mendes, Pedro, Hugo Vieira, Pedro Simões, André Ramos, Fred Duarte, Diogo Pimenta, Gonçalo (Diogo Camponez, 90+1’), Nuno Lopes, Diogo Teixeira, Francisco Ramos (Fábio Ribeiro, 69’).
Não jogaram: Folhas, Castelão, Marito, David Costa.
Treinador: Paulo Neves.
.
GRAP              2
Palecas, Armando (c) (Taras, int.), Lomba (Oliveira, 29’), Tuga, Celso Brito, Nelson Brites, Rica, Pedro Li, Cristiano, Nelson Santos (Ricardo Silva, 77’), Celso.
Não jogaram: André, Sérgio Rocha, Leal, Nuno.
Treinador: Carlos Ribeiro.
.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Diogo Pimenta (40’), 1-1 Taras (70’), 1-2 Celso (88’).
Disciplina: Amarelo a Tuga (63’), Fred Duarte (65’), Nelson Santos (72’), Celso Brito (73’), Diogo Pimenta (77’), Hugo Vieira (90’), Pedro Simões (90+1’).

O GRAP foi ao difícil terreno do Alvaiázere arrancar uma vitória por 1-2 num jogo atribulado, em que a formação dos Pousos foi obrigada a dar a volta ao resultado para garantir os três pontos, estreando-se, assim, nas vitórias fora de portas.
O jogo começou com o GRAP a ameaçar o golo quando Celso cabeceou à barra após cruzamento de Cristiano. Respondeu o Alvaiázere que aproveitou um alívio incompleto de Palecas para criar perigo, num lance em que Nuno Lopes, com tudo para fazer o golo, permitiu a intervenção de Armando.
A meio da primeira parte, o GRAP voltou a criar perigo na sequência de um canto em que se instalou a confusão na área, e Tuga, em excelente posição para marcar, permitiu a defesa de João Mendes.
Já perto do intervalo e contra a corrente do jogo, surgiu o golo do Alvaiázere aproveitando uma perda de bola de Celso para iniciar um contra-ataque rápido que foi concluído com um passe para as costas da defesa onde apareceu Diogo Pimenta a rematar cruzado para o 1-0.
No segundo tempo, o GRAP surgiu no terreno de jogo algo apático, errando muito passes e sem fio de jogo. Ainda assim, a equipa dos Pousos foi premiada com o golo do empate por intermédio de Taras que, depois de receber a bola em boa posição, desferiu um remate forte de pé esquerdo para um golo de belo efeito.
O GRAP continuou a pressionar no sentido de chegar à vitória e Rica esteve perto de o conseguir num remate cruzado que passou ligeiramente ao lado do poste. Se não foi à primeira, foi à segunda quando Celso fez um exímio chapéu a João Mendes quando este se encontrava ligeiramente adiantado, colocando o GRAP pela primeira vez em vantagem, numa altura em que a formação dos Pousos jogava em inferioridade numérica por lesão de Ricardo Silva.
Arbitragem manchada por alguns erros e falta de critério, deixando jogar, em algumas situações, para além dos limites legais.

Texto e foto: Catarina Pereira - Diário de Leiria

SC Pombal vence dérbi concelhio

Estádio Municipal de Pombal
Árbitro: Sebastien van Braekel.

SC Pombal          2
Wagner, Joel, Miguel Cá, Digo e Fidalgo; Poeta, André Costa (Tião, e João Pinto; André Branco (Paulito, 63'), João Ribeiro (Lucas, 72') e Diogo Padeiro.
Não jogaram: Rafael, Kevin, Frade e Testas.
Treinador: Marco Ferreira.
.
Moita do Boi      0
Nelson; Zezito (Fred, 88'), Nélson Marques, Paulo Santos e André Magalhães; Calixto, Dani (Pato, 70'), Micael Santos (Simão, 63'), Sandro; Diogo Ribeiro e Jó.
Não jogaram: Pesca, Coelho, Giló e Micael.
Treinador: Ricardo Silva.
.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Poeta (48'), 2-0 João Pinto (90+2').
Disciplina: Amarelo a Poeta (28'), Dani (39'), Fidalgo (52'), Sandro (57' e 67’), Paulito (63'), Joel (67' e 80’), André costa (82'). Vermelho por acumulação a Sandro e Joel. Vermelho directo a Paulo Martins (86').
.
Num jogo com alguma polémica à mistura, o SC Pombal derrotou a Moita do Boi por 2-0. O jogo teve duas partes distintas, com o SC Pombal, sobretudo no segundo tempo, a justificar a vitória.
Os primeiros 45 minutos não trouxeram lances de verdadeiro perigo, à excepção da jogada protagonizada por Diogo Ribeiro a um minuto do intervalo. Valeu aos locais, a boa intervenção do jovem guarda-redes Wagner.
Ao intervalo, justificava-se a igualdade face ao que ambas produziram. No segundo tempo, o SC Pombal entrou melhor e inaugurou o marcador pelo médio Poeta. O jogador proveniente da Pelariga apareceu na cara de Nélson e, perante o guarda-redes da Moita do Boi, não desperdiçou.
O golo galvanizou os locais, enquanto os visitantes sentiram em demasia o golo sofrido. O conjunto de Pombal poderia ter aumentado a vantagem, contudo Diogo Padeiro, em boa posição, chegou ligeiramente atrasado, após belo passe de João Ribeiro.
Pouco depois, Paulito rematou com perigo ao lado. Antes já Sandro tinha sido expulso, alegadamente por palavras dirigidas ao árbitro. Na parte final, foram expulsos Joel e Paulito por parte do SC Pombal.
Já em período de descontos, a Moita do Boi teve perto do empate, mas Wagner impediu um canto directo por parte de Pato.
No último lance de jogo, com a Moita do Boi a tentar de todas as formas chegar ao empate, o SC Pombal chegou ao 2-0 por João Pinto que aproveitou bem o adiantamento de Nelson.
Sebastien Van Braekel realizou uma péssima arbitragem. Errou a não assinalar grande penalidade a favor do SC Pombal num lance em que expulsou Paulito por considerar simulação. Ao cair do pano não viu um lance passível de grande penalidade na área do SC Pombal. Um tarde nada positiva para o árbitro.

Texto: Cid Ramos - Diário de Leiria

Caseirinhos vence Ranha em jogo polémico

Parque de jogos da Ranha
Árbitro: José Agostinho.
Espectadores: 50. 

AD Ranha            1
Arlindo (c), Pimenta, Leandro Pils, Eurico Oliveira (Branquinho, 76’), André Delgado, Luís Gomes, Rafael Santos, Cláudio Ribeiro (Jullien, 52’), André Peles, Ricardo Santos e Tanaka (João Camponês, int.).
Não jogaram: Márcio, Ricardo Costa, Henrique e Jota.
Treinador: Chico Galvão.
.
ACD Caseirinhos       2
Pedro Simões, Poquinho, Dédé, Rafa, Jó Pinha, Tiago Vinhas, Zé (c), Lute (Xamina, 59’), Rua (Rúben, 86’), Ruizito e Léo (Valeiro, 68’).
Não jogaram: Tiago, João Fernandes, Tiago Marques e Rui Humberto.
Treinador: Delmoro.
.
Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Ruizito (25’), 0-2 Ruizito (51’), 1-2 André Peles (89’).
Disciplina: Amarelo a Pedro Simões (14’), André Delgado (24’ e 41’), Tiago Vinhas (45’), Zé (46’), Lute (58’), Xamina (77’), Poquinho (82’), Ruizito (90’), André Peles (90+2’), Ricardo Santos (90+3). Vermelho a André Delgado (41`).
.
Na tarde de domingo, Ranha e Caseirinhos protagonizaram um encontro à imagem de uma 1.ª divisão distrital: não muito bem jogado, embora disputado e com casos de arbitragem à mistura.
Vindo de uma pesada derrota na 1.ª jornada, os donos da casa tentaram limpar a imagem deixada e Luís Gomes deu o mote, num primeiro sinal de perigo, proporcionando boa defesa a Pedro Simões.
Mais eficaz foi Ruizito que abriu o activo num livre directo, com uma execução técnica perfeita, não dando hipóteses de defesa a Arlindo, que bem se esticou.
Ainda não refeitos do golpe, no minuto seguinte, e numa jogada de contra-ataque, o Caseirinhos poderia ter ampliado o marcador por Léo, mas viu um defensor contrário a cortar o lance mesmo sobre a linha de golo.
No minuto 41 acontece o momento marcante no jogo, com André Delgado a cometer grande penalidade e a ver o segundo amarelo, e a ser expulso. Encarregado de cobrar o castigo máximo, Ruizito viu Arlindo, com uma magnífica estirada, negar-lhe os intentos, mantendo o 0-1 com que se registava ao intervalo.
No reatamento e aproveitando o facto de ter mais um elemento em campo, o Caseirinhos entrou forte e dominante, com Ruizito, com a baliza escancarada, a falhar de forma incrível depois de boa jogada colectiva pela esquerda.
Se falhou à primeira, no minuto seguinte não perdoou e, no meio dos centrais, cabeceou de forma certeira bisando na partida.
A Ranha, mesmo reduzida a 10, não baixou os braços e, na resposta ao golo sofrido, Ricardo Santos foi rasteirado dentro da área, numa grande penalidade indiscutível, mas que o árbitro da partida nada assinalou, gerando grande contestação.
Instantes depois, foi Pedro Simões a negar o golo ao mesmo Ricardo Santos e a André Peles consecutivamente.
Com a partida a caminhar para o fim a formação de Chico Galvão pressionava e André Peles poderia ter reduzido, mas isolado perante o guardião contrário, não foi lesto e o lance gorou-se.
O mesmo André Peles foi mais eficaz perto do apito final, ao aproveitar numa recarga após remate de Camponês que Pedro Simões não conseguiu segurar.
Resultado final que acaba por se aceitar, pelo aproveitar das ocasiões criadas pelo Caseirinhos, pese embora o esforço da Ranha, que jogou toda a segunda parte com menos um jogador, perante uma arbitragem paupérrima do trio liderado por José Agostinho, com clara influência no resultado final.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

'Leões' esfomeados tiveram presa fácil

Campo da Mata, Santa Eufémia
Árbitro: Gonçalo Carreira. Auxiliares: Jorge Carreira e Gonçalo Teixeira.
Espectadores: 80.

UD Leiria 'B'      0
Bernas, Diogo Monteiro (c), Machado (Bryan, 54'), Daniel, Guilherme (Felizardo, int.), Trindade, Luís (Diogo Abreu, 54'), Miguel, Gonçalo (Alex, int.), Simão (Daniel Laipin, int), Xico.
Não jogaram: Afonso, Pedro.
Treinador: Mário Biscaia.
.
EAS Marinha Grande     6
Pedro Godinho, Russo (Tiago Santos, int.), Gonçalo Pegas, Bastos (c), Raínho (Ruben, 60'), Sousa (Paulinho, 54'), Vasco (Tomás Machado, 60'), Gonçalo, Francisco (Nogueira, int.), Tomás, Duarte.
Não jogaram: Samuel.
Treinador: David Salgado.
.
Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1 Duarte (1'), 0-2 Tomás (19') 0-3 Nogueira (43'), 0-4 Gonçalo (48'), 0-5 Tomás (52'), 0-6 Gonçalo (69').
Disciplina: Nada a registar.
.
Dois jogos, duas vitórias, 15 golos marcados e nenhum sofrido. Este é o ‘filme’ da EAS Mª Grande no presente campeonato que, no passado domingo de manhã, conheceu novo capítulo com uma goleada diante da UD Leiria ‘B’ por 0-6.
O jogo começou da melhor maneira para a formação leonina que, logo no primeiro minuto, chegou à vantagem num lance de insistência em que Tomás cruzou para o cabeceamento certeiro de Duarte.
Abertas as hostilidades, a partida continuou a ser de sentido único, com a equipa da Marinha Grande a chegar ao 0-2 numa transição rápida em que Tomás apareceu na cara de Bernas para fazer o golo. Na resposta, a UD Leiria tentou dar um ar da sua graça, mas o remate à entrada da área de Simão, saiu à figura de Godinho.
Até ao intervalo, os jovens leões continuaram a somar oportunidades de golo, tendo como protagonista Tomás, mas a falta de pontaria do avançado e as intervenções de Bernas deixaram o resultado inalterado.
Na segunda parte até foi a UD Leiria quem entrou melhor, mas na primeira vez que chegou à baliza contrária, a EAS aumentou a vantagem com Nogueira a encostar ao segundo poste para o 0-3.
Pouco depois, a defesa leiriense aliviou mal uma bola, deixando-a nos pés de Gonçalo que, à entrada da área, não se fez rogado e assinou o 0-4. Volvidos poucos minutos, chegou novo golo para os ‘leões’ quando Machado fez um corte defeituoso e Tomás, oportuno, aumentou a vantagem.
Já perto do apito final, na sequência de um livre, foi Gonçalo que, à segunda, fez o 0-6 final.
O árbitro da partida passou completamente despercebido, como se quer. Bom trabalho.

Texto e foto: José Roque - Diário de Leiria

segunda-feira, outubro 19, 2015

Choque entre dois jogadores levou a interrupção de 15 minutos no GC Alcobaça - ID Vieirense


Um choque casual entre Rui Oliveira, guarda-redes do GC Alcobaça, e Rúben Ari, avançado do ID Vieirense levou esta tarde à interrupção do jogo GC Alcobaça - ID Vieirense, durante cerca de 15 minutos. Rúben Ari ficou bastante maltratado do choque e temeu-se o pior no estádio, dado o enorme aparato do choque.
Felizmente, o atleta acabou transportado ao hospital, e apesar de algumas mazelas naturais do choque, nada de mais grave foi diagnosticado, pelo que agora com descanso o atleta recuperará deste pequeno susto.

Foto: Fernando José

domingo, outubro 18, 2015

AC Marinhense isola-se no comando da Divisão de Honra

À partida para esta 4.ª Jornada, AC Marinhense e Beneditense partilhavam lado a lado a liderança da Divisão de Honra. No entanto, esta tarde a equipa do Beneditense empatou em Ansião, permitindo ao AC Marinhense, que venceu em Óbidos assumir a liderança isolado do campeonato.
O AC Marinhense entrou forte e logo nos primeiros minutos chegou à vantagem num golo de Rodolfo Cabral, na marcação de uma grande penalidade. Mais tarde, Daniel Oliveira também fez o gosto ao pé e ampliou para 0-2. Na 2.ª Parte o inevitável João Rodrigues ainda fez o 1-2 e relançou o jogo, mas até final o resultado não se alteraria.
Já o Beneditense, empatou na sempre difícil deslocação a Ansião. Um golo para cada equipa na segunda parte, num jogo que ficou marcado pela expulsão de Diogo Soares, que assim não vai poder defrontar o GC Alcobaça, no sempre apetecível derbie da próxima semana.
Quanto aos outros jogos, o SC Pombal recebeu e venceu a Moita do Boi por 2-0, enquanto a UDRC Matamourisca visitou e venceu na Pelariga por 1-3. Já o GRAP, esteve em desvantagem em casa do GD Alvaiázere e só um golo nos últimos minutos do jogo, permitiu a reviravolta da equipa de Carlos Tocha.
Quanto ao GC Alcobaça, depois de um nulo ao intervalo, numa fase em que o Vieirense até foi melhor, na etapa complementar foi mais forte e venceu por claros 3-0 o Vieirense, num jogo que ficou marcado pela lesão de Rúben Ari, que levou a que o jogo estivesse 15 minutos interrompido.
Por fim o GD Guiense, recebeu e venceu o CCR Alqueidão da Serra por 1-0.
Para finalizar, recorde-se que o jogo SCL Marrazes - GD "Os Nazarenos" foi adiado, devido à presença da equipa dos Marrazes na Taça de Portugal.

sexta-feira, outubro 16, 2015

Jogo SCL Marrazes - GD "Os Nazarenos" adiado devido à presença do Marrazes na Taça de Portugal


À semelhança do que já tinha acontecido na 1.ªJornada, em que o SCL Marrazes viu o seu jogo frente ao GC Alcobaça adiado, devido à presença na Taça de Portugal (na altura das duas equipas), o jogo que estava marcado para o próximo domingo entre o SCL Marrazes e o GD "Os Nazarenos", vai também ser adiado devido ao compromisso da equipa dos Marrazes para a Taça de Portugal.
Recorde-se, que o clube de Marrazes, defronta no próximo domingo, a equipa do Benfica Castelo Branco, em jogo da 3.ªEliminatória da Taça de Portugal.

3ª Jornada : João Rodrigues (AE Óbidos) lidera lista dos Melhores Marcadores


3 Golos: João Rodrigues (AE Óbidos)

2 Golos: Rúben Coelho e Rodolfo Cabral (AC Marinhense), Bajedas (CC Ansião), Nuno Lopes (GD Alvaiázere), Rica (GRAP), Diogo Ribeiro (Moita do Boi), João Pinto (SC Pombal), Yulian (UDRC Matamourisquense).

1 Golo: Daniel Oliveira (AC Marinhense), Miguel Andrade (AE Óbidos), Rúben Santos, Tiago Gonçalves, Pedro Pimenta, Lucas Guedes e Dário Marquês (Beneditense), Rafa Silva, Telmo Vazão e Paulo Lourenço (CCR Alqueidão da Serra), Yassin Kalda, Tiago André e Bruno Daniel (GC Alcobaça), João Gato e João Daniel (GD Guiense), Bruno "Piri" (GD "Os Nazarenos"), Bruno (GD Pelariga), Pedro Li, Tuga, Nélson Brites, Camará e Ricardo Silva (GRAP), Rafael Tojeira, Héber Pêssego, João Gomes e Ricardo Neto (ID Vieirense), Mário Ribeiro (Moita do Boi), André Monteiro e Tiago Dias (UDRC Matamourisca)

Supertaça Distrital


quinta-feira, outubro 15, 2015

Plantel dos Juvenis do Industrial Desportivo Vieirense 2015-2016

Em Cima: Saúl (delegado) , David, Adriano, André João, Diogo Antunes, António, Miguel Letra, Rafa, Júlio Neto (treinador adjunto), Sandro, Eduardo, Diogo Sousa, João Germano, Carlos Pinheiro (Diretor), Armindo Fernandes (Treinador)

Em baixo: Diogo Sena, Rodrigo Fernandes, Daniel Veríssimo, Hugo Ribeiro, Leandro Matos, Diogo Correia, Diogo Martins, Leandro Freire, Rúben Monteiro, Pedro Rosa 

quarta-feira, outubro 14, 2015

Mapa Semanal de Castigos

Seniores
1 jogo - Joni Alberto (GD Guiense), Afonso Ova (GD "Os Nazarenos"), Luís Mendes (Moita do Boi), Rodrigo Gante (Almagreira), Bruno Oliveira (Chão de Couce), Noel Matos (GD Santo Amaro), José Neves (Motor Clube), João Guerra (GDRC Unidos)
2 jogos - Miguel Ferreira (GD Atouguiense)
Suspensões - Carlos Duarte (SCE Bombarralense / 15 dias), Paulo Albuquerque (SCE Bombarralense / 15 dias)
Multas - Carlos Duarte (SCE Bombarralense / 10 €), Paulo Albuquerque (SCE Bombarralense / 10 €)

Juniores
1 jogo - Bernardo Sousa (GC Alcobaça), Rafael Mendes (SC Pombal)
2 jogos - Ricardo Azevedo (GD Guiense), Jorge Santos (GC Alcobaça)

Juvenis
1 jogo - Wlbonh Bussola (GD Peniche), Alexandre Bem e Bruno Cid (UD Leiria B)
2 jogos - Alexandre Santos (SL Marinha)

Iniciados
1 jogo - Leandro Cordeiro (GC Alcobaça)

terça-feira, outubro 13, 2015

Juvenis B do AC Marinhense 2015-2016

Atlético Clube Marinhense
----
Plantel Juvenis B 2015-2016
Guarda Redes: André Ramos e Diogo Fazendeiro
Defesas: Rudi Coelho, Ricardo Silva, Gui Serrão, Daniel Alves, Alexandre Morgado, João Almeida, Nuno Cardoso
Médios: Hugo Ferreira, Filipe Santiago, António Santos, Tomás Freire, Willian Costa, 
Avançados: Bruno Gomes, Filipe Varela, Pedro Pereira, Pedro Nascimento
Treinador: Héber Barros
Adjunto: Filipe Silva e Fábio Ramos
Dirigentes: Luís Rosado
----

Convocatória para a Selecção Distrital de Seniores - Torneio UEFA Regiões

No próximo dia 19 de Outubro, segunda-feira, vai decorrer no Estádio Municipal de Leiria, o primeiro treino de observação para o Torneio UEFA Regiões. Estão convocados os seguintes atletas:

Beneditense (3): Diogo Soares, Dário Marquês, Tiago Gonçalves 
Moita do Boi (3):  Nelson Marques, Diogo Ribeiro, João Gomes
AC Marinhense (5):  Rúben Lopes, Frederico Machado, Daniel Oliveira, Miguel Vinagre, Cristiano Rodrigues
CCR Alqueidão da Serra (1): Paulo Lourenço 
GC Alcobaça (6): Tiago Cerejo, André Oliveira, Rúben Pereira, Hugo Meca, Bruno Daniel, Yassine Kalda 
GD Guiense (2):  António Pedro, Dárcio Feliciano
GD "Os Nazarenos" (1): Édi Milhazes
GRAP (5):  Nelson Brites, Cristiano Matos, Ricardo Carvalho, Pedro Li, Celso Pereira
ID Vieirense (1): Bruno Ferreira
SC Pombal (3): Miguel Cá, Paulo Martins, Jorge Marques
SCL Marrazes (1): André Lourenço

Vitória ‘gorda’ do GRAP que peca por… escassa


Campo da Charneca, Pousos
Árbitro: Tiago Pinto. 
Auxiliares: João Pedroso e Ricardo Gameiro.
Espectadores: 100. 

GRAP      6
Palecas, Celso Brito, Lomba, Tuga, Armando (c) (Cristiano, 54'), Nelson Brites, Ricardo Silva (Sérgio Rocha, int.), Rica, Pedro Li, Celso, Camará (Nelson Santos, 66').
Não jogaram: André, Oliveira, Taras, Leal.
Treinador: Carlos Ribeiro.
.
GD Pelariga 0
Nuno Viseu, Joel, Gui, Bruno Pereira, Miguel, Ivo (c), Edgar (Fred Mota, 52'), Samuel (Edu Marto, 75'), Varalonga, Filipe (Leonel, 66'), André Silva.
Não jogaram: Pedro, João, Zé Pedro, Dani Gaspar.
Treinador: Nuno Pereira.
.
Ao intervalo: 4-0.
Golos: 1-0 Camará (16'), 2-0 Ricardo Silva (31'), 3-0 Nelson Brites (39'), 4-0 Tuga (41'), 5-0 Rica (49'), 6-0 Rica (88').
Disciplina: Amarelo a Miguel (35').
.
O GRAP regressou às vitórias e não fez a coisa por menos ao cilindrar o GD Pelariga por 6-0 num jogo em que a formação dos Pousos ficou a dever a si própria uma goleada com contornos escandalosos.
O GRAP entrou no jogo a dominar e a acercar-se da baliza contrária pelo que o golo podia aparecer a qualquer momento e assim foi quando Pedro Li cruzou para a área e a bola sobrou para Camará que, sozinho, bateu de primeira para o fundo das redes.
Pouco depois, numa jogada em tudo idêntica, Rica foi quem rematou, mas, desta feita, ao lado da baliza. O GRAP foi aproveitando o desacerto e passividade do último reduto da Pelariga para criar perigo e, mais uma vez, Rica esteve muito perto do golo, mas, a dois metros da linha de baliza, atirou ao lado.
Depois de tantas ameaças, o golo apareceu mesmo com Ricardo Silva a executar de forma perfeita um livre directo à entrada da área.
O desacerto defensivo da Pelariga conheceu novo episódio já perto do intervalo, na sequência de um canto, em que Nelson Brites foi o último homem a tocar na bola antes de ela entrar na baliza visitante. Dois minutos depois, também através de um canto, o GRAP chegou ao quarto golo com Tuga a aparecer ao segundo poste a cabecear para novo tento.
Na resposta, a Pelariga esteve perto de reduzir quando Felipe fez o chapéu a Palecas, mas Celso Brito tirou a bola em cima da linha de golo.
A segunda parte começou por ser uma réplica da primeira, ou seja, com o GRAP a marcar numa boa jogada de combinação entre Camará, Pedro Li e Rica com este último a rematar cruzado para o 5-0.
O resto do segundo tempo foi jogado a ritmo lento e só voltou a animar já perto do apito final quando Rica trabalhou bem dentro da área e rematou forte para o 6-0.
Arbitragem positiva de Tiago Pinto que teve o mérito de não complicar.

Texto e foto: José Roque - Diário de Leiria


Bis de Félix Carvalho dá vitória justa à Maceirinha

Campo do Outeiro, Maceirinha
Árbitro: Diogo Oliveira.
Espectadores: 200. 

ACR Maceirinha    2
Nuno, Kikó (c), Gila (Nélson, int.), Diogo Soares, Miguel Filipe, Bertolino, Picamilho, Réne, (Ruizinho, 85'), Pedro Filipe (João Costa, 61'), Eurico (Ruizinho, 84') e Félix Carvalho.
Não jogaram: José Ribeiro, João Russo, João Lopez e Hugo Trezentos.
Treinador: Flávio Azenha.
.
AD Portomosense    0
Bruno Estrelinha, Luís Neto (Fábio Carvalho, 79'), Carlos Cruz, Ivo Ribeiro, Samu, Tomé, Manel (Cristiano, 65'), Orega, Henrique Piló (Daniel, 70'), Júnior Seidi e Afonso Feteira.
Não jogaram: Ivo, Alex Dias, Jota e André Silva.
Treinador: Hugo Almeida.
.
Ao intervalo: 2-0.
Golos: 1-0 Félix Carvalho (1'), 2-0 Félix Carvalho (30').
Disciplina: Amarelo a André Cruz (25'), Gila (29'), Luís Neto (36'), Bertolino (59'), Henrique Piló (60'), Diogo Soares (78'), Miguel Filipe (86'), Réne (89').
.
Na tarde de domingo, ACR Maceirinha e Portomosense, crónicos candidatos à subida de divisão, protagonizaram uma partida agradável de se seguir, e bastante equilibrada embora com maior ascendente dos comandados de Flávio Azenha na primeira etapa.
A Maceirinha não poderia ter entrado melhor no jogo, pois ainda alguns adeptos não se tinham sentado, já Félix Carvalho não deixava os seus créditos por mãos alheias e aproveitava um ressalto dentro da área para inaugurar o marcador.
À passagem do minuto 25, foi novamente Félix Carvalho a criar perigo, num livre directo com Bruno Estrelinha a opor-se com uma boa defesa.
Praticando um futebol de qualidade, a Maceirinha ampliou a vantagem quando Eurico se isolou sobre a esquerda, rematando para defesa de Bruno Estrelinha, tendo a bola sobrado para Pedro Filipe que a endossou para Félix Carvalho que, com toda a calma, fez o 2-0, bisando assim no encontro.
Os visitantes tentaram responder, mas sem grande objectividade, com um futebol desligado, tendo realizado uma primeira parte muito longe dos seu pergaminhos.
No reatamento, os donos da casa voltaram a entrar melhor no jogo e Eurico, por duas vezes, poderia ter ampliado o resultado, mas teve uma tarde de desacerto no capítulo da finalização.
A partida entrou então numa fase de parada e resposta com Manel a não fazer melhor que o seu opositor, rematando fraco e à figura de Nuno, quando poderia ter feito bem melhor. Poucos minutos volvidos, foi Pedro Filipe quem proporcionou a defesa da tarde ao guardião contrário.
Numa da melhores jogadas do desafio, Eurico, com um remate de primeira, enviou a bola ao poste, naquele que seria um grande golo. Na resposta, Afonso Feteira (o mais inconformado), após boa iniciativa individual, poderia ter reduzido, mas Nuno defendeu com segurança.
Até final, a Maceirinha limitou-se a gerir o resultado perante um adversário directo.
O árbitro Diogo Oliveira, sem influência no resultado, não esteve isento de erros numa actuação sofrível.

Texto: Fábio Osório - Diário de Leiria

Vitória da coesão defensiva e eficácia

Campo da Guarita, na Moita do Boi
Árbitro: Nuno Cadete.
Espectadores: 150. 

Moita do Boi     2
Nelson; Zezito, Luisão, Nélson Marques, André Magalhães; Dani, Calixto e Sandro (Fred, 90'); João Gomes (Giló, 76'), Diogo Ribeiro e Jó (Pato, 72').
Não jogaram: Pesca, Coelho, Micael Santos e Simão.
Treinador: Ricardo Silva.

SCL Marrazes     0
Carlos Duarte, Pedro JJ (Diogo Oliveira, 78'), Lucas, N'gondo e André Carvalho; Heitor Vitari, André Lourenço (Heitor Macena, 83') e David Lopes; Douglas (Chiquinho,63'), Teles e Fiori. 
Não jogaram: Carlos Vieira, João Matos, Thibault e Tiago Filipe.
Treinador: Paulo Rabaça.

Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1- 0 Jó (68'), 2-0 Diogo Ribeiro (74').
Disciplina: Amarelo a Calixto (14'), Zezito (50'), Fiori (55'), Nélson Marques (68'), André Lourenço (73') Diogo Ribeiro (78') e Nélson (90'. Vermelho directo a Luisão (4').

A Moita do Boi somou a segunda vitória no campeonato, perante um Marrazes que ainda não venceu.
Os visitantes tiveram sempre maior domínio, mais posse de bola e mais oportunidades, contudo o último reduto da Moita do Boi mostrou-se intransponível. A formação de Ricardo Silva revelou bastante coesão defensiva, para além de ter um conjunto que nunca se desorganizou.
Em relação às incidências da partida, logo aos quatro minutos a Moita do Boi ficou reduzido dez elementos por expulsão de Luisão, ao rasteirar um adversário à entrada da área que seguia isolado.
O Marrazes naturalmente assumiu as despesas do jogo, contudo tinha alguma dificuldade em criar verdadeiras situações de perigo.
A partir do meio do primeiro tempo, o Marrazes começou a acercar-se com mais perigo junto da área contrário e valeu aos locais a grande defesa de Nélson a remate de Douglas.
Até ao intervalo, o Marrazes teve mais uma oportunidade para marcar, mas sem sucesso.
No segundo tempo, a Moita do Boi, conseguiu chegar com mais frequência junto à baliza de Carlos Duarte. E, após um contra-ataque rápido, João Gomes assistiu Jó e este, após jogada individual, não se fez rogado e inaugurou o marcador.
O 2-0 surgiu após um canto apontado por João Gomes em que Diogo Ribeiro apareceu solto de marcação para aumentar a vantagem.
Até final, o Marrazes tentou chegar o golo, mas sem sucesso. Boa arbitragem do trio que dirigiu a partida.

Texto: Cid Ramos - Diário de Leiria

Goleada ‘arrancada’ só na segunda parte

Campo da Charneca, Pousos
Árbitro: Diogo Oliveira. 
Auxiliares: Rodrigo Luís e Bruno Vieira.
Espectadores: 200.

GRAP      0
Renato, Alex, José Santos (c), Miguel Ângelo, Rodrigo Vieira, Peloti, Massas, Ruivo (Carlitos, 67’), Ferrão (Bernardo, 36’), Almeida (João Daniel, 73’), Mateus.
Não jogaram: Skoda, Ricardo, Melo.
Treinador: Jorge Raimundo.

AC Marinhense 5
Jorge Oliveira, João Teles, Dilan (c), Isaac, Vítor, Alex, André (Franco, 67’), Ricardo, Tomás (Carreira, 67’), Márcio (Afonso, 57’), Rafael.
Não jogaram: Ricardo Matos, João Pinto, Marcelo, Luís.
Treinador: Rui Bandeira.

 Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 (Ricardo, 48’ g.p.), 0-2 (Vitor, 62’), 0-3 (Alex, 70’), 0-4 (Afonso, 79’), 0-5 (Afonso, 80+1’).
Disciplina: Amarelo a Alex (47’), Mateus (31’).

Na jornada inaugural da Divisão de Honra, em juvenis, o GRAP foi derrotado por 0-5 pela AC Marinhense numa partida que chegou ao intervalo sem golos, mas que acabou por dar em goleada, justificando a superioridade da equipa visitante.
O jogo começou muito equilibrado e disputado a meio-campo, contudo era a formação da Marinha Grande que mais apostava no ataque e Ricardo teve nos pés a primeira oportunidade quando rematou forte, mas ao lado, após excelente jogada individual.
O GRAP respondeu por Peloti que, na sequência de um cruzamento para a área, rematou por cima. Foi de bola parada que o Marinhense também criou perigo quando rematou à barra da baliza canarinha, após um canto.
Depois de uma primeira parte sem golos, nada fazia prever que o resultado fosse acabar em goleada. E, logo nos primeiros minutos, Alex derrubou um jovem marinhense no interior da área, e o árbitro, sem dúvidas, assinalou falta. Na marcação do penalti, Ricardo inaugurou o marcador.
A formação dos Pousos não conseguiu responder e a turma de Rui Bandeira aproveitou para avolumar o resultado quando a bola chegou aos pés de Ricardo que cruzou e, Vítor, de cabeça, fez o 0-2.
Sem tirar o pé do acelerador, o terceiro golo acabou por aparecer com facilidade através de um lance estudado: livre batido rasteiro para João Teles que percorreu a ala, chegou à linha de fundo, cruzou para área onde apareceu Alex a aumentar a vantagem.
Já perto do apito final, Afonso seguiu isolado e só com o guarda-redes pela frente, aproveitou o adiantamento de Renato, fazendo um chapéu de belo efeito para o 0-4. Na jogada seguinte, na cobrança de um livre, a bola chegou ao mesmo jogador que, de fora da área, rematou para o fundo da baliza, fazendo o 0-5 final.
Boa arbitragem.

Texto e foto: Catarina Faria - Diário de Leiria

Iniciados: SCL Marrazes abre época com goleada

Campo da Aldeia dos Desportos, Marrazes
Árbitro: Daniel Nicolau. 
Auxiliares: Henrique Ramos e Gonçalo Teixeira
Espectadores: 80.

SCL Marrazes     4
Diogo, Tiago Ribeiro, Nuno Felício, Caseiro, Miguel Dias, Rúben Carvalho, José Nunes (Guilherme, 52'), Confraria (c) (Rui Paulo, 52'), Diogo Oliveira (Miguel Jorge, 38'), Pedro Conceição (Marco Costa, 52'), Khalid Kalda (Vasco Lopes, 38').
Não jogaram: Nuno Jorge e Daniel.
Treinador: Henrique Dias.
.
UD Leiria ‘B’     0
Afonso, Daniel (Gonçalo, int.), Felizardo, Luisão, Filipe Silva (Guilherme Lopes, int.), Trindade, Gouveia (Filipe Gomes, 52'), Alex (Diogo Abreu, int.), Monteiro (c) (Bryan, int.), Chico, Daniel Laypien.
Não jogaram: Bernas, Simão.
Treinador: Mário Biscaia.
.
 Ao intervalo: 3-0.
Golos: 1-0 Khalid Kalda (4'), 2-0 Confraria (15'), 3-0 Confraria (31'), 4-0 Diogo Oliveira (37').
Disciplina: Amarelo a Miguel Dias (24'), Chico (62').
.
O SCL Marrazes entrou a todo o gás no campeonato e logo com uma vitória sobre os rivais da UD Leiria 'B' por 4-0. Estavam decorridos quatro minutos, e já o Marrazes se colocava em vantagem quando Khalid Kalda respondeu de cabeça a um cruzamento da esquerda para inaugurar o marcador.
Com um futebol directo e objectivo, o Marrazes era dono e senhor do jogo, pelo que não foi de estranhar que Confraria, na marcação exemplar de um livre directo, tenha feito o 2-0 para o Marrazes.
O mesmo jogador, pouco depois, aproveitou uma enorme passividade da defesa da UD Leiria B para, mais uma vez, fazer um golo de belo efeito, com um remate cruzado em arco.
A etapa complementar começou igualmente com o golo do Marrazes, com o possante Khalid Kalda a passar por toda a gente na esquerda, e a oferecer o golo a Diogo Oliveira, que só teve de encostar.
Com o resultado praticamente 'feito', o ritmo de jogo baixou bastante, e a UD Leiria passou a dividir mais as despesas da partida, e esteve mesmo perto de marcar quando Chico rematou ao poste.
Já perto do apito final, nota ainda para uma boa oportunidade para o Marrazes, com Miguel, em posição privilegiada, a rematar por cima.
Boa arbitragem de Daniel Nicolau.

Golo de Tiago Gonçalves deixa Beneditense na liderança

Num jogo entre duas equipas em posições distintas na classificação, o futebol praticado pela Beneditense e o Alvaiázere deixou um pouco a desejar, sendo o resultado incerto até ao final do jogo (1-0).
Logo no primeiro minuto, o Alvaiázere ameaçou com uma jogada de com perigo e obrigou Diogo Soares a uma boa intervenção.
O ímpeto inicial dos visitantes apanhou os canarinhos desprevenidos e os primeiros minutos da partida foram de domínio da formação de Alvaiázere.
Aos poucos, o Beneditense foi equilibrando a partida e Tiago Gonçalves, na sequência de um canto de Dário Marquês, fez o primeiro e único golo da partida.
Até final da primeira parte, o jogo foi muito equilibrado a meio-campo sem oportunidades de golo, havendo apenas algumas dúvidas num lance na área do Beneditense na recta final da primeira parte onde os visitantes pediram grande penalidade após suposta mão na bola num lance muito confuso.
Na etapa complementar, o Alvaiázere voltou a entrar com vontade de comandar a partida, mas o Beneditense respondia com rápidos contra-ataques.
Apostado um jogo mais directo com as subidas a espaços dos centrais, o Alvaiázere demonstrava algumas dificuldades em criar verdadeiros lances de perigo e, já no final da partida, foi o Beneditense quem esteve perto de ampliar a vantagem por duas ocasiões, uma por João Matias que terminou no poste e outra por Diogo Lopes que proporcionou uma fantástica defesa de João Mendes.
Bom trabalho de Nelson Pereira num jogo em que os jogadores não facilitaram o trabalho do juiz da partida.

Juniores do Ginásio Clube de Alcobaça 2015-2016


quarta-feira, outubro 07, 2015

Hélder Pereira (UDRC Matamourisca) suspenso 15 dias

1 jogo: Sérgio Carvalho Fonseca (GD Guiense)
2 jogos: José Pedro (Moita do Boi), Flávio Graça (GD Alvaiázere), Pedro Rodrigues (CC Ansião)
Suspensões: Carlos Cordeiro (UDRC Matamourisca / 15 dias), Hélder Pereira (UDRC Matamourisca / 15 dias)
Multas: Carlos Cordeiro (UDRC Matamourisca / 10 €), Hélder Pereira (UDRC Matamourisca / 10 €)

segunda-feira, outubro 05, 2015

João Gato decide jogo equilibrado

Campo das Cabecinhas, na Guia
Árbitro: Marco Gomes. 
Auxiliares: Gracindo Vieira e Ricardo Gameiro.
Espectadores: 100. 

GD Guiense     1
Sérgio Fonseca, Fábio, Tarrafa, João Diogo, Tó Zé , Félix, Dárcio Feliciano, Pedro Canas, Joni Alberto (c) (Tiago Grilo, 75'), João Gato (Leiria, 82'), André Duarte (Tiago Brites, 41').
Não jogaram: Hugo Monteiro, João André.
Treinador: José Godinho.
.
SCL Marrazes    0
Carlos Duarte, Pedro JJ (N’Gondo, 33'), Heitor Vitara, Lucas, Tiago Filipe (Diogo Oliveira, 62'), Fiori, David Lopes (c), André Lourenço, Douglas, Teles, Heitor Macena (Chiquinho, 67').
Não jogaram: Carlos Vieira, José Rafael, André Carvalho.
Treinador: Miguel Duarte.
.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 João Gato (23').
Disciplina: Amarelo a Fábio (46'), André Lourenço (57'), Joni Alberto (64'), David Lopes (88'). Vermelho directo a Sérgio Fonseca (40').
.
Num jogo interessante de se seguir, principalmente na primeira parte, o GD Guiense recebeu e venceu a equipa do SCL Marrazes por 1-0, isto apesar de ter jogado toda a segundo parte com menos um homem em campo.
O jogo começou num ritmo bastante intenso, com o Guiense a ganhar algum domínio no jogo. Fruto disso, Pedro Canas criou o primeiro lance de perigo, mas nenhum colega de equipa apareceu para encostar para o golo. Golo esse que surgiu pouco depois após cruzamento de Dárcio com João Gato a aparecer no segundo poste e, já com pouco ângulo, fez o 1-0.
O Marrazes pareceu algo afectado pelo golo, e logo no lance seguinte João Gato teve o 2-0 nos pés aproveitando a passividade da defesa do Marrazes, mas o avançado, com tudo para fazer o golo, falhou o que parecia mais fácil.
Moralizado pela vantagem, o Guiense praticava um bom futebol ofensivo e baralhava por completo as marcações dos visitantes. Assim, Joni Alberto, na cara de Carlos Duarte, precipitou-se e rematou por cima da baliza.
Perto do intervalo, e num lance aparentemente inofensivo, o rumo do jogo mudou por completo quando Sérgio Fonseca demorou demasiado com a bola nos pés, tendo Teles ganho o lance, obrigando Sérgio a cometer falta, recebendo ordem de expulsão.
A partir daqui, e em toda a segunda parte, o Guiense 'encolheu-se' perante um Marrazes mais ofensivo, mas os visitantes foram sentindo muitas dificuldades em criar lances de verdadeiro perigo. As excepções foram um remate de Douglas que ainda embateu na barra, e um desvio de Teles que se antecipou a Tiago e, por muito pouco, não fez o empate.
Com o jogo a encaminhar-se para o final, o Marrazes ainda fez um 'pressing' final, mas fê-lo com pouco critério, pelo que o Guiense, com maior ou menor dificuldade, conseguiu resolver as situações.
O árbitro Marco Gomes realizou um bom trabalho, num jogo em que os jogadores também não complicaram.

Rúben Coelho tirou da cartola golo da vitória

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Joni Correia.
Auxiliares: Filipe Mendes e Gonçalo Nunes.
Espectadores: 150. 

AC Marinhense    1
Rúben Lopes, Daniel Oliveira, Manuel Nascimento (c), João Luís, David Marques, Rodolfo Cabral, Vinagre (Marcelo, 79'), Leandro, André Cruz (Ivo Brígido, 63'), Baixinho e Rúben Coelho (Dady, 70').
Não jogaram: Samuel, Joaquim Duarte, Rúben Fernandes, João Gomes.
Treinador: Luciano Silva.
.
Moita do Boi    0
Nelson Mendes, Paulito, Nelson Marques, Luisão, Zezito, Fábio Ferreira, Dani (Jó, 75'), Sandro (c), Pato (Zé Pedro, 60'), Diogo Ribeiro, Simão (João Pedro, 60').
Não jogaram: Pesca, Fred, Giló, Micael Santos.
Treinador: Ricardo Silva.
.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Rúben Coelho (37').
Disciplina: Amarelo a João Luis (5'), Simão (24'), Dani (31'), Miguel Vinagre (33'), André Cruz (43'), Paulito (52'), Rodolfo (90'), Leandro (90+1'), João Pedro (90+3'), Ivo Brígido (90+3'), Marcelo (90+4'). Vermelho directo a Zé Pedro (85').
.
Num jogo entre duas equipas que saíram vitoriosas da jornada inaugural da Divisão de Honra, o AC Marinhense foi mais forte e venceu por 1-0, com Rúben Coelho a ser decisivo ao marcar o único golo da partida.
A primeira situação de perigo pertenceu ao Marinhense quando Nelson Mendes saiu da baliza, mas, ao aliviar a bola, deixou-a nos pés de Leandro que, com a baliza deserta, atirou ao lado. Logo de seguida, após um lance confuso na área, a bola sobrou para Baixinho que, só com Nelson Mendes pela frente, permitiu a defesa do guarda-redes visitante.
O jogo entrou então numa toada em que a qualidade do futebol praticado decaiu, devido às muitas perdas de bola. Ainda assim, foi sempre o Marinhense a equipa mais dominadora com o golo a acabar por aparecer após lance individual de Baixinho – o melhor em campo -, que cruzou para a área onde apareceu Rúben Coelho a desviar de cabeça fora do alcance de Nelson Mendes para um golo de belo efeito.
No lance seguinte, a Moita do Boi poderia ter empatado, mas Rúben Lopes impediu o golo a Diogo Ribeiro. Já nos descontos da primeira parte, na sequência de um canto, Simão teve o empate nos pés, mas o remate saiu perto do poste.
No segundo tempo, o Marinhense deu a iniciativa de jogo à Moita do Boi, mas a formação de Ricardo Silva sentiu sempre muitas dificuldades em criar perigo junto da baliza adversária.
Nos últimos minutos, numa altura em que a Moita do Boi apertava o cerco, Zé Pedro viu o vermelho directo e dificultou a tarefa dos visitantes que deixaram de ter argumentos para discutir o resultado.
Quanto ao trabalho do trio de arbitragem, esteve bem no capítulo técnico, mas foi um desastre ao nível disciplinar. Para além disso, a segunda parte começou com oito minutos de atraso.

Texto e foto: José Roque - Diário de Leiria

SC Pombal consegue vitória em dérbi cinzento

Estádio Municipal de Pombal
Árbitro: Paulo Ferrás.
Espectadores: 120. 
.
SC Pombal     2
Wagner; Joel, Miguel Cá, Digo e Paulo Martins; André Costa, João Pinto e Tiago Gomes (André Branco, 63'), Camisas, Testas (Kef, 63') e Padeiro (Lucas, 85').
Não jogaram: Rafa, Frade, Ricardo Pateiro e Tião.
Treinador: Marco Ferreira.
.
U. Matamourisquense    1
Zé; Marquito, (André Monteiro, 64'), Cristovão (Joel, 80'), Moleiro e Ezequiel, Tiago Dias, Dinis e Brunito; Yan (Carlão, 74') Yulian e Damien.
Não jogaram: Rodolfo, Flávio Gomes, Dylan e André.
Treinador: Hélder Pereira.
.
Ao intervalo: 2-0.
Golos: 1-0 João Pinto (5', g.p.), 2-0 João Pinto (40', g.p.), 2-1 Yulian (51').
Disciplina: Amarelo a Moleiro (5'), Marquito (12'), Yulian (27'), Tiago Dias (31'), André Costa (35'), Ezequiel (40'), Tiago Gomes (54'), Flávio Gomes(64') e Wagner (78').
.
Num jogo entre duas equipas do concelho de Pombal, o futebol praticado por ambas as formações deixou a desejar, contudo a vitória assenta bem aos leões do Arunca, sobretudo por terem sido a equipa que mais oportunidades dispôs ao longo de todo o encontro.
O primeiro golo surgiu aos cinco minutos na transformação de uma grande penalidade. Chamado a converter, o médio João Pinto inaugurou o marcador. O golo trouxe algum dinamismo aos locais, enquanto os visitantes apenas a espaços conseguiam incomodar o guarda-redes Wagner.
Antes do intervalo, nova grande penalidade a favor dos locais, oportunidade para João Pinto bisar na partida e dar uma vantagem confortável aos pombalenses.
No segundo tempo, a primeira situação de perigo pertenceu aos locais, mas quem viria a marcar foi o conjunto da Mata Mourisca por intermédio de Yulian num bom remate do ex-jogador do Guiense que colocou alguma incerteza no encontro.
Logo após o golo, Marco Ferreira mexeu na equipa e lançou na partida André Branco e Kef. Já Hélder Pereira apostou no ponta-de-lança Carlão e em André Monteiro no sentido de dar mais 'poder de fogo' ao ataque do seu conjunto.
O SC Pombal acusou um pouco o golo sofrido, facto que possibilitou ao Matamourisquense acreditar que poderia sair de Pombal com um resultado positivo. Contudo, até final, poucos lances de perigo em ambas as balizas tornaram o jogo bastante morno para quem assistiu à partida.
No final, vitória do SC Pombal que, desta forma, somou os primeiros pontos no campeonato. Já a União Matamourisquense voltou a perder, mas voltando a deixar boa imagem.
A arbitragem de Paulo Ferrás merece nota positiva.



Texto: Cid Ramos - Diário de Leiria

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook