Booking.com

sexta-feira, janeiro 29, 2016

Selecção Sénior participa na Fase Final da Taça das Regiões UEFA

A Selecção Distrital Sénior - Futebol Masculino - partiu hoje, dia 29 de Janeiro, para a Guarda onde irá disputar a fase final da Taça das Regiões UEFA com as suas congéneres de Braga, Guarda e Lisboa, até domingo, dia 31 de Janeiro. O vencedor desta competição irá representar Portugal na edição 2016/17 da Taça das Regiões da UEFA.

Foram convocados os seguintes atletas:
Beneditense (2): Diogo Soares, Dário Marquês
Moita do Boi (1): Nelson Marques
AC Marinhense (5):  Frederico Machado, Daniel Oliveira, Miguel Vinagre, João Madruga, Rúben Coelho
GC Alcobaça (6): Rui Oliveira, Rúben Pereira, André Oliveira, Rui Rodrigues, Yassine Kalda, Paulo Virtudes
GD Guiense (1): António Pedro
Grap/Pousos (4): Nelson Brites, Pedro Li, Ricardo Carvalho
SCL Marrazes (1): André Lourenço

O Futebol Distrital de Leiria vai estar em permanente directo dos jogos e os golos serão aqui actualizados ao minuto:
Sábado, 10h00 - Leiria X Guarda
Sábado, 16h00 - Lisboa X Leiria
Domingo, 11hoo - Leiria X Braga

quinta-feira, janeiro 28, 2016

ID Vieirense apresentou Caderneta de Cromos

O Industrial Desportivo Vieirense lançou no passado sábado uma caderneta de cromos, onde aparecem todos os seus dirigentes, funcionário, treinadores e jogadores. Ao todo o clube emitiu 200 cadernetas, com 350 cromos cada, sendo que para além das várias equipas de futebol, estão presentes todas as outras modalidades do clube, como o atletismo, futsal, patinagem artística e natação.
As cadernetas podem ser adquiridas na secretaria do clube, e as saquetas de cromos, para além da secretaria do clube, podem também ser adquiridas em outros espaços na Vieira de Leiria, tais como o Intermarché e a Papelaria Pimenta.
Esta iniciativa insere-se num conjunto mais global de eventos que tem como objectivo angariar fundos, de forma ao clube poder avançar com o seu projecto de substituir o sintético, melhorar a iluminação do mesmo e colocar um piso sintético no campo de futebol 7, que existe ao lado do campo principal. São obras estimadas em 200 mil euros, pelo que o clube apresentou a sua candidatura a alguns apoios públicos, e paralelamente vai tendo algumas iniciativas de forma a conseguir tornar este projecto uma realidade.

segunda-feira, janeiro 25, 2016

Sady é reforço do AC Marinhense


O avançado António Silva Ribeiro, mais conhecido por Sady, é o mais recente reforço do AC Marinhense, tendo assinado contrato com a formação vidreira esta segunda-feira. O atleta de 21 anos, natural da Guiné Bissau, regressa assim ao futebol distrital de Leiria depois de uma passagem pelo SCL Marrazes na época passada, onde deixou boas indicações.

SCE Bombarralense organiza XI Torneio Infantil Faustino Eusébio


quinta-feira, janeiro 21, 2016

Iniciados: Recreio Pedroguense segue na frente invicto

Jogo disputado no Municipal de São Mateus, em Pedrógão Grande
8ª jornada do Campeonato Distrital de Leiria da 1ª Divisão, Iniciados, série A.
Árbitro: José Carlos Oliveira

Recreio Pedroguense: Edu Camacho (GR), João Neves, Francisco, Pinotes, Duarte (João Duarte aos 58 min.), Gonçalo, Diogo Dias, Ismael (Telmo aos 35 min.), A. Camacho, Rafael (Miguel, aos 64 min.), Pedro.
Suplentes: João Martins (GR), Leonel, André David e João Pinto.
Treinador: Ivo Viola.

Clube de Caçadores de Ansião: Simão (GR), Ivo Silva (Bernardo aos 69 min.), Diogo Neves, Francisco, Gonçalo (João Santos aos 35 min.), Rodrigo, Pedro, Joel, Hugo, Guilherme (Miguel aos 69 min.).
Suplentes: Bruno Tavares e Rui Santos.

O Recreio Pedroguense partia para esta jornada no lugar cimeiro da tabela classificativa, enquanto a equipa de Ansião se encontrava no 3º lugar da série.
Começou melhor a turma de Ansião, que abriu o marcador logo aos 5 minutos. A resposta do Recreio veio através de Pinotes aos 10 minutos, restabelecendo a igualdade. A equipa visitante viria no entanto a adiantar-se de novo no marcador 3 minutos depois, desfazendo a igualdade. De novo Pinotes, e depois Camacho, aos 20 e 32 minutos deram a vantagem ao Recreio Pedroguense, tendo o primeiro tempo acabado com 3-2 no marcador.
No segundo tempo só deu Recreio, e Telmo aos 40 minutos, e Pinotes aos 50 elevaram a vantagem para os 5-2 finais.

Texto e Foto: Jornal Ribeira de Pera

quarta-feira, janeiro 20, 2016

Convocatória para estágio da Selecção Distrital de Seniores

Vai realizar-se nos próximos dias 26,27,e 28 de Janeiro, no Campo da Floresta em Pataias, mais um estágio da Selecção Distrital de Seniores. Estão convocados os seguintes atletas: 

Beneditense (2): Diogo Soares, Dário Marquês
Moita do Boi (1): Nelson Marques
AC Marinhense (5):  Frederico Machado, Daniel Oliveira, Miguel Vinagre, João Madruga, Rúben Coelho
GC Alcobaça (6): Rui Oliveira, Rúben Pereira, André Oliveira, Rui Rodrigues, Yassine Kalda, Paulo Virtudes
GD Guiense (1): António Pedro
Grap/Pousos (4): Nelson Brites, Cristiano Matos, Pedro Li, Ricardo Carvalho
SCL Marrazes (1): André Lourenço

Marcóides (GD "Os Vidreiros") suspenso por um ano

SENIORES
1 jogo: Vítor Rodrigues (CC Ansião), Filipe Neves e Bruno Codinha (GD "Os Nazarenos"), Fred Machado (AC Marinhense), João Gomes (ID Vieirense), Yulian Gorytsya (UDRC Matamourisca), Celso Marques (Chão de Couce), Fernando Santos e Henrique Ferreira (AD Ranha), Marco Fernandes (GD Ilha), Aladje Fati (ACR Nadadouro)
2 jogos: Luís Gomes (AD Ranha), Jonahtan Silva (GD Santo Amaro)
3 jogos: Douglas Camilo (SCL Marrazes), Yann Santos (UDRC Matamourisca)
Suspensões: Cristian Delmoro (Caseirinhos / 30 dias), Nélson Lopes (GD Santo Amaro / 15 dias), Marcóides (GD "Os Vidreiros" / 1 ano)
Multas: Cristian Delmoro (Caserinhos / 25 €), Nélson Lopes (GD Santo Amaro / 10 €), Marcóides (GD "Os Vidreiros" / 100 €)

JUNIORES
1 jogo: Rafael Mendes (SC Pombal B), Miguel Silva (GD Ilha), José Pereira (UD Serra), Lucas Eugénio (ID Vieirense B)
2 jogos: João Dias (Recreio Pedroguense)
3 jogos: Tomás Mendes (Chão de Couce)
4 jogos: Diogo Ramalho (AC Avelarense), Leonardo Antunes (Recreio Pedroguense)
Suspensões: Lauro Florência (GD "Os Nazarenos" / 15 dias), Adelino Malho (Arcuda / 15 dias)
Multas: Lauro Florência (GD "Os Nazarenos" / 10 €), Adelino Malho (Arcuda / 10 €), GD Peniche (30 €)
Diversos: Francisco Serra (Recreio Pedroguense / Processo Disciplinar - Suspensão Preventiva), GD Peniche (Derrota jogo contra Guiense)

JUVENIS
1 jogo: Nuno Gomes e Alexandre Santos (Caseirinhos), Samuel Ladeira (GD Ilha)
2 jogos: Diogo Matias, Ricardo Silva e Tomás Caetano (Beneditense)
3 jogos: Guilherme Serrão (AC Marinhense B)
4 jogos: Tiago Gomes (GD Ilha)
Suspensões: Hugo Mota (Beneditense / 20 dias)
Multas: Hugo Mota (Beneditense / 15 €)

INICIADOS
2 jogos: Francisco Ferreira (SCL Marrazes B), Francisco Guarda (GDR Boavista)
Suspensões: Sérgio Marques (SCL Marrazes B / 15 dias), Luís Santos (SL Marinha B / 15 dias), João Costa (SL Marinha B / 15 dias), Luís Santos (UD Batalha / 15 dias)
Multas: Sérgio Marques (SCL Marrazes B / 10 €), SCL Marrazes B (10 €), Luís Santos (SL Marinha B / 10 €), João Costa (SL Marinha B / 10 €), Luís Silva (UD Batalha / 10 €)
Diversos: AC Carnide e GDR Boavista (Processo de Averiguação)

Empate justo em jogo ‘acidentado’

Campo da Guarita, Moita do Boi
Árbitro: Nuno Gonçalo Rodrigues.
Espectadores: 100.

Moita do Boi 1
Luís Lourenço, Nelson, Paulo Gonçalves, Calixto, José Domingos, Fábio (Paulo Ferreira, 89'), Diogo, João Gomes (Roberto, 84'), Sandro Russo (c), Frederico Ruivo (Mário Jorge Ribeiro, 69'), Mickael.
Não jogaram: Bruno Pinto, Mário Jorge Santos e Bruno Santos.
Treinador: Ricardo Silva.

GRAP 1
Gordalina, Armando (c) (Taras, 70'), Lomba, Oliveira, Celso B., Nelson Brites, Rica, Ricardo Silva, Pedro Li (Miguel Carvalho, 60'), Cristiano (Celso Pereira, 18'), Aliú Camará.
Não jogaram: André, Steve, Nuno Magro e Capão.
Treinador: Carlos Ribeiro.

Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 (Calixto, 45+15') e 1-1 (Aliú Camará, 86').
Disciplina: Amarelo a Fábio (32'), Armando (45'), Nelson (45+11'), Ricardo Silva (49'), Aliú Camará (66'), João Gomes (80'), Paulo Ferreira (90+4').

Um golo de Camará já perto do apito final evitou que o GRAP sofresse uma derrota na deslocação a Moita do Boi, num jogo que esteve interrompido logo na fase inicial devido à lesão de Cristiano na disputa de uma bola pelo ar, em que o extremo caiu desamparado, o que obrigou a que tivesse que ser transportado para o hospital para ser avaliado.
Antes disso, o primeiro sinal de perigo pertenceu ao GRAP após um pontapé de baliza que deu origem a uma bela jogada criada por Camará que cruzou para a área e Rica, à boca da baliza, não conseguiu acertar no alvo, ao rematar por cima.
Depois da interrupção de 15 minutos para assistência a Cristiano, foi a Moita do Boi quem criou perigo quando Mickael cruzou para a área, com a bola a sobrar para Diogo que cabeceou para boa defesa de Gordalina para canto. O guarda-redes do GRAP voltou a estar em destaque pouco depois ao impedir o golo a Diogo que tinha tudo para inaugurar o marcador.
No último lance da primeira parte, a Moita do Boi chegou mesmo ao golo após cruzamento de João Gomes para a área, em que Calixto apareceu no meio dos centrais e cabeceou ao segundo poste fazendo sem dificuldade o primeiro golo da partida.
Na segunda parte não houve grandes motivos de interesse, já que as oportunidades de golo foram uma raridade. Foi preciso esperar até ao minuto 86 para a emoção regressar ao relvado com o golo do empate do GRAP na sequência de um contra-ataque rápido em que Nelson Brites desmarcou Camará que, na cara de Luís Lourenço e fazendo uso da sua qualidade técnica individual, desta vez não vacilou e fez o 1-1.
Arbitragem regular de Nuno Rodrigues, contudo usou e abusou do apito, não ajudando à qualidade do futebol praticado.

Texto e foto: Catarina Pereira - Diário de Leiria

Padeiro mantém SC Pombal invencível em casa


Estádio Municipal de Pombal
Árbitro: Diogo Amado. 
Auxiliares: Nuno Cadete e Diogo Jorge.
Espectadores: 80.

SC Pombal 1
Mocheco, Frade (Diogo Padeiro, 63'), Miguel Cá, Digo e Fidalgo; João Pinto, André Costa; Paulo Martins (João Ribeiro, 63'), Marco e Pateiro (Testas, 20').
Não jogaram: Duarte, André Branco, Tiago Gomes e Joel.
Treinador: Marco Ferreira.

CCR Alqueidão Serra 0
Domingos, Miguel, Pauleta, Plim e Oli; Telmo (André Neves, 71'), Rachida e Conca; Rafael, Galinha e Paulo (Rúben, 6').
Não jogaram: Doni.
Treinador: Juliano Roque.

Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Diogo Padeiro (87').
Disciplina: Amarelo a Frade (60') e Marco (90+4').

Um golo a três minutos do fim de Diogo Padeiro, selou mais uma vitória para o SC Pombal que se mantém invicta a jogar em casa.
A primeira situação de perigo pertenceu aos locais, com João Pinto a obrigar Domingos a uma boa intervenção, após a cobrança de um livre. Aos 31', registo para mais um lance de perigo com Fidalgo a cruzar, e a bola a embater num defesa da formação visitante, quase traindo Domingos.
Já perto do intervalo, foi Testas quem esteve perto do golo num remate de meia distância, mas sem o destino pretendido.
No segundo tempo, a toada de jogo manteve-se com o SC Pombal a ter maior domínio perante um adversário que apostava em contra-ataques no sentido de surpreender o último reduto adversário.
A primeira situação de perigo pertenceu ao SC Pombal num cabeceamento de Miguel Cá. Pouco depois, Vladimir, em boa posição, não conseguiu finalizar após bom cruzamento de Paulo Martins.
A meio do segundo tempo, o Alqueidão da Serra esteve perto do golo num livre apontado por Conca, em que Telmo cabeceou com a bola a passar rente ao poste.
Seguiu-se mais um lance de perigo para o SC Pombal, com Diogo Padeiro a proporcionar uma defesa segura a Domingos. Reagiram os visitantes, com Conca a rematar de meia distância e Mocheco a defender com dificuldade.
Na etapa final, o SC Pombal voltou a somar oportunidades de golo com Vladimir e André Costa a não serem felizes na finalização. Até que, aos 87', surgiu o golo do SC Pombal num cabeceamento de Diogo Padeiro. Um balde de água fria para os visitantes que tudo fizeram para não sair derrotados na partida.
O árbitro Diogo Amado rubricou uma arbitragem regular, mas pecou no capítulo disciplinar. Muito bem auxiliado.

Texto: Cid Ramos - Diário de Leiria

Maceirinha cimenta liderança com goleada


Campo do Outeiro, Maceirinha
Árbitro: José Agostinho.
Espectadores: 120.

ACR Maceirinha 6
Nuno, Kikó (c), Diogo Soares, João Miguel (Luís Pedro, 56'), Bertolino (Ruizinho, 56'), Hélio Aurélio (João Russo, 71'), Picamilho, Réne, Pedro Filipe, André e Félix Carvalho.
Não jogaram: Vítor Maranhão, Gila, João Silva e Hugo Trezentos.
Treinador: Flávio Azenha.

SU Alfeizerense 0
Idra, André Siopa, Marcelo Sousa, Diogo Duarte, Luís Mendes (c), Tiago Machado, André Leitão (Rodrigo Carriche, 39'), Tomás, Rúben Sá, Rogério Godinho (Marco Ferreira, 71') e Carreira (Pedro Sousa, 63').
Não jogaram: Rui Santos, Wilson e André Romão.
Treinador: Filipe Brás.

Ao intervalo: 3-0.
Golos: 1-0 René (7'), 2-0 André (24'), 3-0 Pedro Filipe (35'), 4-0 Picamilho (65'), 5-0 Félix Carvalho (81'), 6-0 Picamilho (90+1').
Disciplina: Amarelo a Mendes (56'), Marcelo Sousa (89').

Na tarde de domingo, Maceirinha e Alfeizerense protagonizaram um encontro desnivelado, com sentido único, em que a diferença entre as duas formações ficou bem reflectida.
Os donos da casa entraram dominantes, com boa circulação de bola, perante um Alfeizerense que, apesar de um bloco baixo, não pressionava e dava espaço para que as oportunidades de golo surgissem com frequência.
Logo cedo, René (o melhor em campo) surgiu isolado perante Idra, mas atirou por cima. Pouco depois, o mesmo René não facilitou e correspondeu com um grande golpe de cabeça a um belo cruzamento de Bertolino e abriu o activo.
Com um futebol fluído, a Maceirinha dominava a seu belo prazer e, numa grande jogada colectiva, Felix Carvalho assistiu André e este aplicou um bonito chapéu, fazendo o 2-0.
Sem tirar o pé do acelerador, os comandados de Flávio Azenha desenvolveram boa jogada de envolvimento pela direita, com a bola a chegar a Pedro Filipe, com o médio a rematar rasteiro e colocado para o 3-0. Ainda antes do descanso, André proporcionou a defesa da tarde a Idra.
No reatamento, a Maceirinha entrou com menor intensidade, mas continuou a dominar com grande percentagem de posse de bola, com René a dar o mote com um grande remate que saiu a centímetros da barra.
Picamilho, também ele com uma bela exibição, aproveitou uma bola perdida e já dentro da área, ampliou a vantagem para quatro bolas sem resposta. Com o Alfeizerense inexistente em termos ofensivos, o jogo passou por uma fase morna, e foi René que, de fora da área, rematou forte, com a bola a embater com estrondo na barra.
Félix Carvalho, algo apagado até então, teve um momento de rara beleza e dando sequência a um cruzamento de René, fez o 5-0 com um toque de calcanhar. No minuto seguinte, o avançado poderia ter bisado, mas Idra opôs-se com qualidade. Não marcou, mas assistiu para o sexto e último golo da Maceirinha, ao deixar uma bola caprichada para Picamilho que, já dentro da área, fechou a contagem.
Arbitragem tranquila de José Agostinho e seus pares.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

GD Atouguiense vence Vidreiros


Campo do GD Atouguiense, Atouguia da Baleia
Árbitro: Pedro Narciso.

GD Atouguiense 1
João, Marco, Ruben Anjos (Telmo Jesus, 72'), Rui Pinto, Edilson, Jonathan (c), Micael Ferreira, Bruno Costa (João Neto, 90'), Raul, Tiago Dionisio e Adriano Bento (Miguel Ferreira, int.).
Não jogaram: Gonçalo, Paulo Pinto, João Garcia e Ricardo.
Treinador: Paulo Neves.

GD Vidreiros 0
Tiago Amado, Marco, Renelson, Pedro Maia, João Pedro (João Paz, 72'), Gonçalo, Carlos Matias, Miguel Maia (c), André Amaro, Jorge Carneiro e Ricardo Santos.
Não jogaram: Nuno Salgueiro, Alexandre e Bernardo Valente.
Treinador: Marcóides.

Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Telmo Jesus (90+3').
Disciplina: Amarelo a André Amaro (33'), Edilson (52'), Ruben Anjos (53'), Miguel Ferreira (55'), Marco Nascimento (60'), João Pedro (60'), Bruno Costa (65'), Carlos Matias (68'), Gonçalo Dias (78'), Jorge Carneiro (90+5'), Rui Pinto (90+5').

Na tarde de domingo, Atouguiense e Vidreiros proporcionaram um bom espectáculo de futebol, com duas equipas a jogaram de olhos nos olhos, com a vitória a recair para a equipa da casa que foi premiada pelo esforço e pela perseverança.
Entrou melhor o Atouguiense, conseguindo acercar-se com relativo perigo da baliza adversária. Com o passar do tempo, o Atouguiense começou a perder o fulgor inicial e as suas jogadas começavam a ser mais previsíveis, facto aproveitado pelo Vidreiros para contra-atacar com algum perigo.
Até ao intervalo, assistiu-se a um jogo em que os sectores defensivos se superiorizavam aos atacantes, não existindo, por isso, lances de real perigo.
Na segunda parte, o Atouguiense voltou a entrar mais forte, com uma boa intensidade, mas encontrou pela frente uma equipa bastante aguerrida e muito forte nos duelos individuais não dando espaços e procurando sempre explorar a velocidade de André Amaro.
Aos 60', surgiu a primeira grande oportunidade quando Ruben Anjos surgiu solto no segundo poste e cabeceou para uma enorme defesa de Tiago.
À medida que o cronómetro avançava, o domínio do Atouguiense acentuou-se e adivinhava-se que o golo podia surgir a qualquer momento, até que já em cima do minuto 90, Rui Pinto proporcionou ao guarda-redes Tiago a defesa da tarde, após um livre directo.
Na sequência do canto, surgiu o único golo da partida quando Telmo Jesus assumiu a cobrança e introduz directamente a bola na baliza do Vidreiros, num lance em que a defensiva visitante não ficou isenta de culpas.
O árbitro Pedro Narciso rubricou uma arbitragem bastante irregular, com muitos erros, nomeadamente em dois lances dentro da área do Vidreiros que deixaram muitas dúvidas.

Texto: Carolina Neves - Diário de Leiria

Resultado justo num bom jogo de futebol

Campo da Ordem, Marinha Grande
Árbitro: João Paulino.
Espectadores: 80. 

SL Marinha   2
André Cardoso, Rick, Gameiro, Leandro, Jhony (Rafael Ribeiro, 62'), Mousinho (Cláudio Negão, 51'), Oliveira (c), Nuno Vieira, Manu, Nico Treccossi, Rúben Brilhante.
Não jogaram: Ricardo Ezequiel, Alexis.
Treinador: Edgar Viana.

GDR Boavista    2
Jorge Bajouco, Pedro Simão (c), David Silva, Fábio Jorge, Mário, Edgar Martins (Francisco Lopes, 36'), Bruno Pasteleiro, João Sapinho, Micael, Francisco Ramos (Capela, 76') e Henrique Jesus (Miguel, 62').
Não jogaram: Nelson Pequeno, Diogo, João Paulo e Bruno Gomes.
Treinador: Ricardo Paraíso.

Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Rúben Brilhante (26'), 1-1 Leandro (26', a.g.), 1-2 Francisco Ramos (49'), 2-2 Rúben Brilhante (53').
Disciplina: Amarelo a David Silva (57'), João Sapinho (71').

SL Marinha e Boavista (2-2) protagonizaram no sábado à tarde, um jogo extremamente interessante de se seguir, com duas partes distintas, onde na primeira parte os donos da casa foram ligeiramente superiores, enquanto a Boavista teve supremacia na etapa secundária.
O primeiro lance de perigo nasceu cedo num bom trabalho de Micael sobre a direita, com um defensor vidreiro a cortar o lance 'in extremis'. Na resposta, Manu permitiu a primeira boa defesa de Jorge Bajouco. Depois foi Gameiro, na sequência de um livre lateral, a pôr o guardião contrário à prova.No minuto seguinte, Rúben Brilhante, com um grande remate, obrigou Jorge Bajouco a efectuar uma defesa a todos os níveis notável. Contudo, o número um da Boavista nada pôde fazer quando o mesmo Rúben Brilhante lhe apareceu isolado e concluiu excelente jogada colectiva.
Não demorou muito a resposta dos axadrezados, em que Bruno Silva, numa grande jogada pela direita, viu o central Leandro interceptar o seu cruzamento para dentro da própria baliza, num lance de infelicidade.
Com o jogo aberto e repartido, Jorge Bajouco (o melhor em campo) voltou a mostrar serviço ainda antes do intervalo, com nova intervenção de qualidade a remate de Mousinho.
Na segunda parte, Francisco Lopes foi o primeiro a criar perigo, mas o seu remate saiu à figura de André Cardoso.
Quem não perdoou foi Francisco Ramos que, com um chapéu perfeito, fez a reviravolta no marcador (1-2) para a Boavista.
Também não demorou muito a resposta vidreira com Rúben Brilhante (o mais inconformado) a aproveitar uma bola solta dentro da área para encostar para o fundo da baliza, fazendo a igualdade, num lance em que Jorge Bajouco pareceu ter sido carregado em falta.
Empolgados pelo golo, o SL Marinha continuou a carregar novamente por Rúben Brilhante que ofereceu o golo a Nico Treccossi, mas cabeceou por cima quando podia ter feito bem melhor.
Perto do fim, foi Francisco Lopes que ultrapassou três adversários, mas, na conclusão, Pedro Simão não deu o melhor seguimento ao lance.
A actuação do árbitro ficou marcada pelo lance que deu a igualdade ao SL Marinha, onde nos pareceu ter errado.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

sexta-feira, janeiro 15, 2016

Juvenis do GD Peniche desistem da Honra

Falta de atletas nos treinos e jogos precipitou a decisão de abandonar a Divisão de Honra distrital a meio da época.

A equipa de juvenis do GD Peniche desistiu de participar na Divisão de Honra distrital, ao cabo de 10 jornadas disputadas. A formação do Sul do distrito deparou-se com a falta de atletas para treinar e jogar, pelo que notificou a Associação de Futebol de Leiria (AFL) da sua desistência.
"Quando começamos o campeonato já sabíamos que tínhamos um plantel curto e ponderámos a inscrição da equipa. Decidimos avançar usando alguns jogadores iniciados, mas ao longo do tempo foi-se tornando incomportável. Na pausa de Natal ainda tentámos ir buscar alguns miúdos, mas ninguém quer ir para uma equipa que não ganha", sublinhou o coordenador do futebol do GD Peniche, Marco Cerveira.
Com apenas um ponto, fruto de um empate, nas dez primeiras jornadas do campeonato, a gota de água acabou por ser o jogo da jornada passada, em que o GD Peniche foi até ao terreno da UD Leiria perder por 15-0, numa partida que nem sequer chegou ao fim. A história é simples de contar. O GD Peniche chegou ao campo da Mata, em Santa Eufémia, com apenas o treinador e 10 jogadores. A jogar em inferioridade numérica, não foi de estranhar que ao intervalo a UD Leiria já ganhasse por 11-0. Nos balneários, houve dois jogadores penichenses que se recusaram a regressar ao relvado, pelo que o GD Peniche disputou a segunda parte com apenas oito elementos. A diferença no marcador foi-se avolumando até aos 15-0, altura em que dois jogadores visitantes simularam que estavam lesionados para que o jogo fosse dado por concluído, já que o limite mínimo de jogadores em campo é de 7.
"Obviamente que lamentamos o que aconteceu e tudo fizemos para que não tivéssemos que passar por isto, mas chegou a um ponto em que já não era possível", explicou Marco Cerveira, acrescentando que o aumento de colectividades na região com múltiplas ofertas desportivas complica o recrutamento de jogadores.
A desistência do GD Peniche irá ter consequências na Divisão de Honra distrital já que todos os jogos disputados até aqui pela formação penichense serão anulados, acabando o GRAP por ser a equipa mais beneficiada, já que foi a única equipa que perdeu pontos no confronto directo. Para além de uma coima aplicada pela AFL, a equipa de juvenis terá que disputar a 1.ªdivisão distrital na próxima época.

José Roque - Diário de Leiria

quarta-feira, janeiro 13, 2016

Rui Vieira (AE Óbidos) suspenso por 4 jogos

Seniores
1 jogo - João Mendes (GD Alvaiázere), João Graça (AD Figueiró dos Vinhos), Gonçalo Fernandes (AC Avelarense), Rui Ferreira (AR Meirinhas), Tiago Marques e Rafael Silva (Caseirinhos), Ricardo Ferreira (Almagreira), Tiago Diogo (ACR Nadadouro), Samuel Meneses (AD Portomosense), Vasco Pinto (GD "Os Vidreiros")
2 jogos - Filipe Leal (Moita do Boi), Mário Rodrigues (GD Alvaiázere), Rafael Ramalho (Beneditense), João Fernandes (Caseirinhos), Nélson Pereira (ACR Maceirinha)
4 jogos - Rui Vieira (AE Óbidos)
Processo Disciplinar - Francisco Mota (GD "Os Nazarenos"), GD "Os Nazarenos
Suspensões - Orlando Fernandes (GD "Os Nazarenos" / 25 dias), Luís Silva (Caseirinhos / 15 dias)
Multas - Orlando Fernandes (GD "Os Nazarenos" / 30 €), Luís Silva (Caseirinhos / 10 €)

Juniores
1 jogo - Wilson Oliveira (GRAP), David Santos (AE Óbidos), Diogo Vicente (GDRC Unidos), Guilherme Silva (SC Pombal B)

Juvenis
1 jogo - Rodrigo Roque (Arcuda), Diogo Carvalho (GD Ilha)
Processo Disciplinar - GD Peniche
Multas - EAS Marinha Grande (10 €)

Iniciados
2 jogos - Gabriel Figueiredo (UD Batalha A)
3 jogos - António Henriques (GD "Os Nazarenos")
Suspensões - António Carvalho (AD Figueiró dos Vinhos / 15 dias), António Robalo (GD "Os Nazarenos" / 15 dias)
Multas - António Carvalho (AD Figueiró dos Vinhos / 10 €), António Robalo (GD "Os Nazarenos" / 10 €), GD "Os Nazaremos (10 €)

GC Alcobaça vence e aproxima-se da liderança

Dois golos, um em cada parte, acabaram por ditar o GC Alcobaça como vencedor do jogo do passado domingo diante do GD Alvaiázere, um triunfo que colocou a equipa de Filipe Faria mais perto do líder, sendo agora a diferença de quatro pontos para o Marinhense.

Numa tarde típica de Inverno, o desafio acabou por resultar num jogo pobre em que o primeiro golo surgiu cedo quando Miguel Pinheiro aproveitou um desentendimento entre um defesa e o guarda-redes João Mendes, com o médio alcobacense a aproveitar para inaugurar o marcador.

A partir daí, a equipa de Paulo Neves, que orientou a sua equipa a partir da bancada, conseguiu reagir e entrou na discussão do resultado, mas sem grandes oportunidades, embora se tenha destacado o extremo Gonçalo Figueira com alguns bons pormenores.

Já perto do intervalo, registo para uma bonita jogada de entendimento da equipa azul com Alexandre Cruz a cruzar de forma perfeita para o coração da área onde surgiu Yassin a atirar fora do alvo.

Na parte complementar, o GC Alcobaça entrou com outra postura e a pressionar mais a baliza do Alvaiázere, destacando-se pela positiva o 'irrequieto' Alexandre Cruz que, por várias vezes, testou os reflexos de João Mendes que respondeu com boas intervenções.

Paulo Neves mexeu na sua equipa, tornando-a mais ofensiva e colocando em sobressalto o último reduto do Ginásio. A resposta veio do técnico Filipe Faria que fez saltar do banco Rui Rodrigues que, logo na primeira jogada, cruzou de forma perfeita para o coração da área onde Alexandre Cruz, de primeira, rematou para o fundo das redes.

O GD Alvaiázere sentiu o peso da derrota e pior ficou quando, o guarda-redes João Mendes travou em falta Alexandre Cruz, levando o árbitro a mostrar-lhe o vermelho. Já em período de desconto, num gesto irreflectido, foi a vez de Mário Rodrigues sair mais cedo da partida ao castigar um adversário com uma carga para além dos limites.

Com excepção destes dois registos foi uma partida onde reinou a disciplina, tendo sido bem dirigido pelo árbitro Marco Gomes.

GC Alcobaça 2
João Pedro, André oliveira, Farruba, Luís Silva, Tiago Cerejo, Hugo Meca (João Candeias), Fábio Rosado, Miguel Pinheiro, Rafael Tereso (Rui Rodrigues), Alexandre Cruz e Yassine.
Não jogaram: Francisco Caetano, Carlos Marques, Wilson Cabral, Bruno Daniel e Paulo Virtudes.
Treinador: Filipe Faria.

GD Alvaiázere 0
João Mendes, Hugo Viera, Pedro Simões, Pedro Cotas, Flávio Graça (Diogo Pimenta), André Ramos, Gonçalo Figueira (Francisco Ramos), David Minga, Diogo Costa, Diogo Camponês (Mário Rodrigues) e Ricardo Fernandes.
Não jogaram: Miguel Luís, David Castelões, Frederico Duarte e Fábio Ribeiro.
Treinador: Paulo Neves.

Estádio Municipal de Alcobaça
Árbitro: Marco Gomes. Auxiliares: Rudy Silva e Gracindo Vieira.
Espectadores: 150. Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Miguel Pinheiro (13'), 2-0 Alexandre Cruz (76’).
Disciplina: Amarelo a André Oliveira, Fábio Rosado, Pedro Cotas, David Manga, Diogo Costa, Pedro Simões. Vermelho directo a João Mendes (88’) e Mário Rodrigues (90+2’).

Texto e foto: Fernando José - Diário de Leiria

Jogo equilibrado em que só faltaram os golos

Parque de Jogos Fonte da Senhora, Benedita
Árbitro: Bruno Santos. 
Auxiliares: Rafael Marques e Miguel Paciência.
Espectadores: 100.

Beneditense 0
Diogo Soares, Tiago Gonçalves, Rui Santos (c), António Silva, Lucas Grilo (Pedro Patrício, 73'), André Justino, Dário Marquês, Diogo Lopes, Pedro Pimenta (Ruben Santos, 63'), Rafael Ramalho, David Mendes (Herberth, 79').
Não jogaram: Luís Isaac, Jorge Gonçalves, João Matias, Nicolau Constantino.
Treinador: Leandro Santos.
.
GRAP 0
Palecas (Gordalina, int.), Celso B., Oliveira, Nelson Brites, Armando, Nuno Magro (Capão, 66'), Rica, Ricardo Silva (c) (Miguel Carvalho, 82'), Pedro Li, Cristiano, Camará.
Não jogaram: Steve, Lomba, Pedro Pedrosa, Taras.
Treinador: Carlos Ribeiro.
.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: Nada a registar.
Disciplina: Amarelo a Celso B. (27’), Cristiano (41'), António Silva (47'), Ricardo Silva (74'), Diogo Soares (74'), Rica (77'), Herberth (79'). Vermelho directo a Rafael Ramalho (72').
.
Beneditense e GRAP empataram na tarde chuvosa de domingo num resultado que se aceita apesar da formação dos Pousos ter sido aquela que mais situações de perigo criou ao longo do jogo.
Na primeira parte, o jogo foi bem disputado de parte a parte, com o equilíbrio a ser a nota dominante. As duas equipas encaixaram uma na outra e ambas procuravam o golo, apesar de não criarem muitas oportunidades para o fazer.
O primeiro grande lance de perigo pertenceu aos homens da casa quando Pimenta surgiu isolado nas costas da defesa do GRAP, mas o avançado, com tudo para fazer golo, acabou por falhar o alvo.
Já perto do intervalo é que o GRAP conseguiu responder após excelente lance colectivo, com Rica a cruzar de primeira para a área onde estava Camará que não aproveitou a oportunidade, deixando a bola fugir pela linha final.
Logo no inicio da segunda parte, o Beneditense voltou a entrar melhor quando Dário Marquês tirou Oliveira e rematou forte para boa defesa de Gordalina que, com os pés, conseguiu aliviar a bola para canto.
Reagiu bem o GRAP que criou perigo na sequência de um canto de Pedro Li em que Camará, solto na área, cabeceou a bola de baixo para cima como mandam as regras, mas Diogo Soares assinou uma boa defesa.
Com a formação dos Pousos por cima do jogo, a situação ficou ainda pior para a equipa da Benedita quando Rafael Ramalho viu o vermelho por palavras ao árbitro. Apesar da inferioridade numérica, o Beneditense passou a ter mais posse de bola, apesar de o GRAP ter criado mais perigo junto à baliza contrária. Nesse aspecto, Camará voltou a estar em destaque quando rompeu no meio dos centrais, mas, mais uma vez, falhou o golo rematando ligeiramente ao lado.
Já no período de compensação, o avançado dos Pousos voltou a criar perigo ao rematar para defesa apertada de Diogo Soares e, na recarga, a bola sobrou para Miguel Carvalho que rematou para nova defesa do guarda-redes do Beneditense.
Arbitragem regular, apesar de alguma falta de critério no capítulo disciplinar.

Texto: Catarina Pereira - Diário de Leiria
Foto: Hélder Matias


ACR Nadadouro incapaz de travar superioridade do Atouguiense


Campo da ACR Nadadouro
Árbitro: Domingos Miguel.
Espectadores: 50.

ACR Nadadouro 0
Filipe (Nuno, 90'), Rodrigo, Paulo Pereira, Márcio (c), Nelson, José Manuel, Mussa Fati, Diogo Santos (Kevin Boutet, 65'), Tiago Diogo, Ruben Alves (Luís Gomes, 65') e Aladje (João Ribeiro, int.).
Não jogaram: Bruno Gomes.
Treinador: Paulo Simões.
.
GD Atouguiense 5
João, Marco (João Garcia, 65'), Telmo Jesus, Rui Pinto, Edilson, Jonathan (c), Ruben Anjos, Emanuel Caneco (João Neto, 20'), Raul, Tiago Dionisio e Adriano Bento (Paulo Pinto, 65').
Não jogaram: Gonçalo, Claudio Henriques e Bruno Costa.
Treinador: Paulo Neves.
.
Ao intervalo: 0-3.
Golos: 0-1 Tiago Dionisio (12'), 0-2 Emanuel Caneco (18'), 0-3 João Neto (43'), 0-4 Jonathan (65'), 0-5 Telmo Jesus (68').
Disciplina: Amarelo a Ruben Anjos (40'), Raul (44') e Márcio (75'). Vermelho directo a Tiago Diogo (13').
.
No passado domingo, o Nadadouro recebeu a visita do Atouguiense acabando por perder por 0-5 num jogo que se adivinhava de elevado grau de dificuldade para a equipa da casa e cedo se percebeu que a tarefa de contrariar o futebol do adversário não ia ser nada fácil.
O Atouguiense entrou bastante forte, fazendo uma circulação de bola rápida, tentando sempre explorar as costas da defesa do Nadadouro e conseguiu mesmo criar duas situações claras de golo ainda antes dos 10' de jogo.
Adivinhava-se o primeiro golo do Atouguiense, golo esse que surgiu após uma grande penalidade a castigar uma mão na bola de Tiago Diogo em cima da linha de golo, tendo-lhe sido mostrado o respectivo cartão vermelho. Na conversão do castigo, Tiago Dionísio inaugurou o marcador.
Com um jogador a menos e a perder, o Nadadouro ficou um pouco desconcentrado e viu o seu adversário aumentar a vantagem num livre exemplarmente marcado por Emanuel Caneco.
Até ao intervalo, a toada do jogo manteve-se e o Atouguiense podia ter dilatado o resultado por mais duas ocasiões, mas os seus avançados não conseguiram acertar no alvo. Perto do minuto 45 e após uma excelente jogada colectiva, Jonathan isolou João Neto que, à saída de Filipe, atirou para o fundo da baliza deserta.
Na segunda parte, o Atouguiense baixou um pouco a intensidade e o jogo entrou numa fase um pouco incaracterística. O Nadadouro tentava chegar à baliza de João, mas a defesa visitante resolvia sempre os problemas que lhe surgiam.
Mesmo jogando a um ritmo mais baixo, o Atouguiense continuava a criar lances de perigo e acabaria mesmo por fazer mais dois golos: primeiro foi Telmo quem finalizou mais uma belíssima jogada colectiva e depois foi Jonathan com um grande cabeceamento após um canto a fechar a contagem num golo de belo efeito.
Até ao apito final, o Atouguiense limitou-se a gerir o resultado mantendo a posse de bola quase sempre no meio-campo adversário, mas sem criar situações reais de perigo.
Boa arbitragem de Domingos Miguel, num jogo em que tomou as decisões correctas sempre que necessário.

Texto: Carolina Neves - Diário de Leiria

GD Guiense mais feliz no dérbi concelhio

Campo das Cabecinhas, na Guia
Árbitro: Micael Rodrigues.
Espectadores: 70.
.
GD Guiense 1
Sérgio, Fábio, João Diogo, Tarrafa e Tozé; Hugo Monteiro, Félix e Pedrito (André Duarte, 55'); Joni Alberto, Mário (Leiria, 88') e João Gato (Dárcio, 88').
Não jogaram: Tiago Brites e Tiago.
Treinador: José Godinho
.
GD Pelariga 0
Nuno Viseu, Joel, Ste (Junior, 89'), Gui e Miguel; Linas (David, 85'), Ivo, Edgar (Eduardo Marto, 73'), Felipe, Daniel e Tiago Tavares.
Não jogaram: Dani e Pedro.
Treinador: Nuno Pereira
.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 André Duarte (83').
.
O Guiense derrotou a Pelariga por 1-0 num dérbi concelhio em que a formação do Oeste do concelho de Pombal acabou por justificar a vitória perante um adversário que se bateu bem, mas acabou por sofrer mais uma derrota que o atirou para o último lugar da classificação.
O jogo começou com maior pendor ofensivo por parte dos locais, com a Pelariga a tentar explorar o contra-ataque. A equipa de José Godinho dispôs de algumas oportunidades para marcar, nomeadamente por João Diogo, Joni Alberto e Mário. Do outro lado, a Pelariga dispôs de uma soberana oportunidade para marcar na sequência de um lance de bola parada, mas a bola embateu na barra, com a formação de Nuno Pereira a revelar trabalho estudado neste capítulo.
No segundo tempo, o Gui­ense continuou a deter maior domínio territorial, perante uma Pelariga que se mostrava bastante acutilante a nível defensivo e, as espaços, tentava incomodar o guarda-redes Sérgio.
Com o passar do tempo, o perigo rondou por algumas vezes a área da Pelariga, com Joni e Mário a estarem muito perto de marcar. Na resposta, a Pelariga, novamente num lance de bola parada, voltou a criar perigo e, uma vez mais, enviou uma bola ao poste. Sorte neste lance para o Guiense que, ao minuto 83, chegou mesmo ao golo na sequência de um cruzamento, em que o guarda-redes Nuno Viseu abordou mal o lance e André Duarte limitou-se a encostar. Estava feito o único golo da partida.
Até final, a Pelariga subiu as suas linhas na procura do golo da igualdade, contudo não conseguiu criar situações de perigo.
Arbitragem regular de Micael Rodrigues e seus pares.

Texto: André Santos - Diário de Leiria

GDR Boavista surpreende SCL Marrazes em jogo frenético


Campo da Boavista, na Boa Vista
Árbitro: Ricardo Carreira. 
Auxiliares: Henrique Ramos e Pedro Menino.
Espectadores: 70.

GDR Boavista 3
Jorge Bajouco, Pedro Simão (c), David Silva, Fábio Jorge, Mário, Edgar Martins, Bruno Pasteleiro, João Sapinho, Micael (Capela, 72'), Francisco Ramos e Henrique Jesus.
Não jogaram: Nelson Pequeno, Diogo, João Paulo, Bruno Gomes e Bruno Ramos .
Treinador: Fred Santos.
.
SCL Marrazes 2
João Silva, Fábio Conde (Toni Catarino, int.), Hugo, João Roque, Zé Pedro, Diogo José (João Santos (72'), Filipe Duque (c), Danny, João Lagoa, Rafa Agostinho e José Pedrosa.
Não jogaram: André Bumba e Gonçalo.
Treinador: José Fat.
.
Ao intervalo: 2-1.
Golos: 1-0 Francisco Ramos (3'), 2-0 Francisco Ramos (9'), 2-1 José Pedrosa (24), 2-2 David Silva (47', a.g.), 3-2 Bruno Silva (60').
Disciplina: Amarelo a Hugo (29'), Danny (39'), Zé Pedro (62').
.
Na tarde de sábado, Boavista e Marrazes protagonizaram uma grande partida de futebol, com um futebol aberto por parte das duas equipas, jogado em velocidade, entrega e emoção até ao apito final.
A formação da casa entrou de rompante e Francisco Ramos (3') antecipou-se à defensiva contrária na sequência de um canto e abriu o activo de cabeça. Pouco depois, o marcador voltou a sofrer alterações, com o mesmo Francisco Ramos (grande primeira parte), oportuno, a aproveitar uma falha do guarda-redes João Silva para bisar no encontro.
Feridos no seu orgulho, o SCL Marrazes tentou responder de imediato e José Pedrosa surgiu isolado perante Jorge Bajouco e, com tranquilidade, reduziu a desvantagem. Após meia-hora de ritmo frenético, até ao descanso a intensidade do jogo baixou.
No reatamento, a toada manteve-se em que o perigo continuou a rondar ambas as balizas. Após boa jogada de envolvimento, Pedro Simão (um dos melhores em campo) rematou com muito perigo, mas ligeiramente por cima.
O Marrazes não desistiu e Danny, numa jogada de insistência pela esquerda, cruzou tenso com David Silva a introduzir a bola na própria baliza, num momento de infelicidade.
Recuperando a desvantagem de duas bolas, pensava-se que o empate iria ter o condão de moralizar ainda mais o Marrazes, mas aconteceu o inverso. O Boavista reergueu-se e, na resposta, o estreante Micael teve uma boa oportunidade nos pés, mas João Silva opôs-se bem.
E foi na sequência de uma boa jogada colectiva que Bruno Silva desfez a igualdade, ao aparecer solto de marcação ao segundo poste, rematando forte para o fundo da baliza.
Sem nunca baixar os braços, o Marrazes poderia ter chegado ao terceiro, mas Jorge Bajouco, com a defesa da tarde, negou os intentos a José Pedrosa.
Aproveitando o balanceamento atacante do seu opositor, o Boavista, com contra-ataques venenosos, poderia ter ampliado o marcador, mas Francisco Ramos, isolado, falhou o 'hat-trick', e Henrique Jesus, por duas vezes, não foi feliz na finalização, tendo mesmo enviado uma bola ao poste.
Resultado justo, num grande espectáculo, raro nos dias de hoje, perante uma arbitragem regular.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

Rúben Brilhante arranca empate para o SL Marinha nos descontos

Campo da Charneca, Pousos
Árbitro: David Alexandre. 
Auxiliares: Daniel Nicolau e Bernardo Coelho.
Espectadores: 60. 

GRAP 1
Monteirinho (Renato, int.), Rodrigo Vieira, Massas, Bernardo Ramos (Peloli, 75'), Zé Santos (c), Carlitos, Mateus, João Melo, Alex, João Tavares, Lucas.
Não jogaram: Miguel Castro, João Marques, João Antunes.
Treinador: César Matias.

SL Marinha 1
André Cardoso, Cláudio, Nuno Vieira, Nico Treccossi, Rúben Brilhante, Alexandre (Emanuel, int.), André, Ricardo (Rafael Gomes, 62'), Luís (Diogo Costa, 62'), Leandro, João (Ricardo Ribeiro, int.).
Não jogaram: Ricardo Ezequiel, Rafael Ribeiro, Diogo Jordão.
Treinador: Edgar Viana.

Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 (Lucas, 50'), 1-1 (Brilhante, 80+4').
Disciplina: Amarelo a Rodrigo (43'), Luís (53'), Alex (80+2').

O GRAP esteve perto de fugir dos últimos lugares da classificação, mas um golo de Brilhante nos últimos segundos da partida permitiu ao SL Marinha conseguir um empate que se pode considerar de justo. A formação da Marinha Grande mostrou ter uma equipa mais consistente e com mais opções no banco, perante um GRAP que nunca desistiu, criando mesmo as melhores oportunidades de golo.
A primeira parte foi equilibrada, mas nem sempre bem jogada, com muita bola pelo ar e sem grandes lances de perigo junto às balizas. Muito disputado a meio-campo, só aos 38' surgiu o primeiro lance de perigo que pertenceu ao GRAP através de um remata forte de Zé para grande intervenção de André, que conseguiu aliviar a bola para canto
Na segunda parte apareceram os golos e foi a equipa da casa quem abriu o activo pelo estreante Lucas. O avançado recebeu um bom passe de Zé e, à entrada da área, não desperdiçou rematando para o 1-0.
O SL Marinha podia ter empatado pouco depois quando Brilhante surgiu isolado perante Renato, mas falhou o golo, atirando ao lado. Pouco depois foi Cláudio quem tentou a sua sorte na marcação de um livre, mas a bola saiu por cima.
Na resposta, o GRAP podia ter sentenciado o jogo quando Lucas desmarcou Peloli que, só com o guarda-redes pela frente, acabou por rematar a centímetros do poste.
Como quem não marca sofre, já nos últimos segundos da partida, a bola chega à área do GRAP e no meio de uma grande confusão, a bola acabou por sobrar para Brilhante que conseguiu rematar. A bola bateu num jogador do GRAP e traiu Renato que, mesmo tocando na bola, não impediu o empate.
Excelente arbitragem de David Alexandre.

Texto: Catarina Pereira - Diário de Leiria
Foto: Rik Marlen


SC Pombal reforça liderança em Marrazes


Campo Aldeia do Desporto, em Marrazes
Árbitro: Nuno Rodrigues.
Espectadores: 70

SCL Marrazes 0
Roberto, Tiago Sobreira, Vinicius, Zé Rafael, Gonçalo Gomes, Chiquinho (c), Élvis, Joel, Gonçalo Santos (Bernardo, 45'), Deidimar Oliveira (Rabi, 59'), André Marques.
Não jogaram: Dani e Rúben Lauro.
Treinador: Hugo Moreira.

SC Pombal 2
Luís Fernandes, Tomás Martins, Rodrigo Freitas, Leonardo Ferreira, Alexandre Carvalho, Marcos Maia (Ângelo, 90+1'), Alexi Leal (João Nunes, 90+1'), Airton Frade (Sandro Carvalho, 71'), Kévin Alberto, Lucas Pinto (Francisco Robalo, 71'), Paulo Gameiro.
Não jogaram: Duarte Carvalho.
Treinador: Manuel Lopes.

Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Kévin Alberto (36'), 0-2 Paulo Gameiro (87').
Disciplina: Amarelo a Élvis (32'), Alexandre Carvalho (42'), Leonardo Ferreira (78').

Debaixo de muita chuva, o SC Pombal conseguiu uma vitória justa em Marrazes. Depois de uma etapa inicial equilibrada, os 'leões' puxaram dos 'galões' na segunda parte e, pelo que fez, justificou em pleno a vitória e mostrou o porque de ser líder da competição.
O jogo começou equilibrado, com muita bola pelo ar e com as duas equipas a não conseguirem criar perigo. O primeiro remate pertenceu ao Marrazes quando Élvis, na sequência de um canto, remata, mas a bola acaba desviada num adversário. O jogo seguia sem qualquer lance de registo, até que num lance fortuito, e naquela que parecia uma bola inofensiva bombeada para a área do Marrazes, Kévin Alberto acreditou até ao fim e, perante alguma passividade de Roberto, antecipou-se e fez o golo, dando vantagem ai SC Pombal.
Em desvantagem, esperava-se um Marrazes mais acutilante para a etapa complementar, mas tal não veio a acontecer, e foi sempre o SC Pombal quem esteve por cima do jogo, especialmente pelo seu flanco esquerdo, onde Lucas Pinto e Kévin Alberto estiveram em destaque.
A equipa de Manuel Lopes foi criando sucessivos lances de perigo e só alguma precipitação na hora de finalizar, fez com que o marcador não sofresse alterações. Lucas Pinto teve um lance de puro génio, e já depois de passar por dois adversários, permitiu a Roberto uma excelente defesa, com a bola ainda a bater no poste esquerdo da baliza do Marrazes. Pouco depois, e num lance quase a papel químico, Kévin Alberto passou por vários adversários e, já na área, acabou por rematar por cima.
O SC Pombal foi desperdiçando lances atrás de lances até que, num lance de insistência, Paulo Gameiro (87') conseguiu o desvio final e fez o 0-2.
Boa arbitragem de Nuno Rodrigues e seus pares.

terça-feira, janeiro 12, 2016

Futebol Feminino: Convocatória para treino da Selecção Sub 16


A Selecção Distrital Feminina de Sub-16 - Futebol 7 - irá realizar um jogo de treino no próximo dia 18 de Janeiro, no Campo da Floresta, em Pataias. Estão convocadas as seguintes atletas:

ACR Maceirinha (2): Marina Santos, Maria Rodrigues
ARCUDA (1): Micaela Salgado
Biblioteca (1): Patrícia Costa
GDC A-dos-Francos (6): Tânia Ferreira, Vitória Antunes, Filipa Matos, Luana Rebelo, Nicole Filipe, Nádia Nangi
GD "Os Vidreiros" (2): Beatriz Lopes, Mariana Pereira
ID Vieirense (2): Beatriz Guerra, Sofia Vicente

Convocatória para estágio da Selecção Distrital de Seniores

Vai realizar-se no próximo dia 19 de Janeiro, no Campo da Floresta em Pataias, mais um estágio da Selecção Distrital de Seniores. Estão convocados os seguintes atletas: 

Beneditense (2): Diogo Soares, Dário Marquês
Moita do Boi (1): Nelson Marques
AC Marinhense (6):  Frederico Machado, Daniel Oliveira, Miguel Vinagre, João Madruga, Rúben Coelho, Cristiano Rodrigues
GC Alcobaça (6): Rui Oliveira, Rúben Pereira, André Oliveira, Hugo Meca, Yassine Kalda, Paulo Virtudes
GD Guiense (1): António Pedro
GDRC Unidos (1): Marcelo Sousa
Grap/Pousos (4): Nelson Brites, Cristiano Matos, Pedro Li, Ricardo Carvalho
SCL Marrazes (1): André Lourenço
SC Pombal (1): Diogo Rodrigues

Vitória tira Vieirense dos últimos lugares


Estádio Albano Tomé Féteira, em Vieira de Leiria
Árbitro: Joni Correia.
Espectadores: 120.

ID Vieirense     3
João Feliciano, Chano, Rafael Tojeira, Júlio Gomes, Luís Féteira, Sérgio Letra (c), João Matos (Ricardo Neto, 87’), Bernardo Giovety, João Gomes (Rui Rosa, 90+1’), Rúben Ari, Renato Campos (Rodrigo Marques, 78’).
Não jogaram: Miguel Jorge, Ricardo Lavos.
Treinador: Bruno Ramusga.

Matamourisquense    0
Rodolfo, Joel (Tiago Dias, 73’), Ganhar (c), Pedro Dias, Henrique, Dinis, Damien, Brunito, Andrézito (Yann, 77’), Yulian, André.
Não jogaram: Zé, Marco, Dylan, João.
Treinador: Hélder Pereira.

Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Luís Feteira (21’), 2-0 Rafael Tojeira (90’, g.p.), 3-0 Rodrigo Marques (90+3’).
Disciplina: Disciplina: Amarelo a Bernardo Giovety (42’), Sérgio Letra (47’), Andrézito (58’), João Matos (67’), Henrique (89’).

Num jogo disputado sobre difíceis condições atmosféricas, o Vieirense foi superior e venceu a UDRC Matamourisquense por 3-0, dando assim um importante passo na fuga aos lugares de ‘aflição’. A vitória do Vieirense foi justa, ainda que por números algo exagerados, mas a formação da casa foi superior em grande parte do jogo e revelou sempre mais objectividade na hora de finalizar.
Disputado debaixo de muita chuva e vento forte, Vieirense e Matamourisquense proporcionaram aos espectadores presentes o jogo possível, dadas as péssimas condições.
O jogo começou equilibrado, com muita disputa a meio-campo e com a bola sempre longe das balizas. Só aos 23’, e no seguimento de um livre, é que houve perigo num lance em que a bola sobrou para Luís Féteira que, com um remate em esforço, colocou o Vieirense em vantagem no jogo.
Pouco depois, o mesmo Luís Féteira, com um grande remate de longe, levou algum perigo junto da baliza de Rodolfo, mas a bola sai ligeiramente por cima. O sinal mais era claramente do Vieirense, mas até ao intervalo o marcador não voltou a sofrer alterações.
Para a etapa complementar, e a jogar a favor do forte vento, esperava-se uma equipa da Matamourisca mais atacante, e assim foi. Na sequência de uma bola parada, por muito pouco a equipa de Hélder Pereira não chegou a empate e, pouco depois, foi João Feliciano que, com uma excelente defesa, evitou o golo de Yulian.
A partir daqui, o Vieirense pareceu acordar e tomou conta das operações, ficando perto do 2-0, mas a bola desviada a ‘meias’ por João Gomes e Renato Campos, acabou caprichosamente no poste da baliza de Rodolfo.
O Vieirense estava mais forte e foi procurando chegar ao golo da tranquilidade, o que veio a conseguir já em cima do apito final, com Rafael Tojeira a concretizar com sucesso uma grande penalidade muito contestada. Com tudo decidido, houve ainda tempo para Rodrigo Marques, nos descontos, fazer o gosto ao pé, e estabelecer o resultado final em 3-0.
Quanto à arbitragem de Joni Correia, algumas dúvidas na grande penalidade a favor do Vieirense, mas parece ter decidido bem por indicação do seu auxiliar.

Líder perde pontos na Serra


Estádio do CCR Alqueidão da Serra
Árbitro: Pedro Narciso. Auxiliares: Telmo Capataz e Bruno Nicolau.
Espectadores: 100.

CCR Alqueidão Serra 0
Domingos, Miguel Rodrigues, Plim, Oleh, Marco Monteiro, Rachida (André Neves, 72’), Telmo Vazão, Conca (c), Rafael (Pedro Boal, 88’), Paulo Lourenço e Rúben (Chico, int.).
Não jogaram: Não Jogaram: Donny e Soares.
Treinador: Treinador: Juliano Roque.
.
AC Marinhense 0
Makê, Daniel, Nascimento, João Luís, David (c), Vinagre, Rodolfo Cabral (Cláudio Pereira, 88’), Leandro (André Cruz, 59’), Baixinho, Rúben Coelho e Madruga (Marcelo, 64’).
Não jogaram: João Martins, Rúben Lopes, Ivo Brígido, Rúben Fernandes e Dady.
Treinador: Luciano Silva.
.
Ao intervalo: 0-0.
Disciplina: Amarelo a Baixinho (19’), Vinagre (64’), Bruno Monteiro (74’).
.
Em mais uma jornada da Divisão de Honra, o Alq. Serra recebeu o AC Marinhense e foi a segunda equipa a conseguir roubar pontos ao líder isolado do campeonato.
Numa primeira parte interessante, apesar do forte vento que se fez sentir na serra, os vidreiros desde cedo tomaram as rédeas do jogo, mas só em lances de bola parada o perigo rondou verdadeiramente a baliza de Domingos. Foi assim, na sequência de um canto, que João Luís cabeceou com perigo, mas ao lado.
Depois do primeiro quarto de hora, os anfitriões equilibraram a contenda e Miguel Rodrigues, com um bom trabalho na área, viu João Luís roubar-lhe o golo em cima da linha. Minutos mais tarde, foi Baixinho que, de livre directo, proporcionou boa defesa a Domingos (39’). Na jogada seguinte, Leandro, bem posicionado à entrada da área, atirou muito por cima quando poderia ter feito bem melhor.
Na resposta, foi Paulo Lourenço a ter o mesmo desidrato após bom lance do veterano Conca, terminando assim os primeiros 45 minutos em que só faltaram os golos.
Na segunda parte, a qualidade futebolística baixou consideravelmente, com o domínio do AC Marinhense a ser mais acentuado, com maior posse de bola, muita circulação mas, sem a objectividade desejada, perante um Alqueidão da Serra muito bem organizado tacticamente, com grande coesão defensiva e que foi tapando todos os caminhos que davam para a sua baliza, tentando, de quando em vez, o contra-ataque embora nunca pondo Makê em verdadeiro perigo.
As oportunidades de golo foram uma raridade na segunda etapa, excluindo um lance do lateral Daniel (um dos mais inconformados), que rematou com muito perigo, mas ligeiramente ao lado da baliza de Domingos. Arbitragem serena e segura de Pedro Narciso e seus pares.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

sexta-feira, janeiro 08, 2016

Juniores: Rui Miranda de saída do Industrial Desportivo Vieirense


Rui Miranda já não é o treinador da equipa de Juniores do Industrial Desportivo Vieirense. A realizar uma época bastante aquém das expectativas, onde só somam três pontos em seis jogos já realizados, clube e treinador entenderam de mútuo acordo que esta era a melhor solução para a equipa.
Rui Miranda será substituído pela dupla Armindo Fernandes e Júlio Neto, que paralelamente à equipa de Juvenis, passam agora também a assumir o comando da equipa de Juniores.

João Rodrigues é o melhor Marcador da Divisão de Honra

João Rodrigues9 Golos: João Rodrigues (AE Óbidos)
.
8 Golos: Yulian Gorytsya (UDRC Matamourisca)
.
6 Golos: João Pinto (SC Pombal)
.
5 Golos: Alexandre Cruz (GC Alcobaça), Dário Marqûes (Beneditense), Diogo Ribeiro (Moita do Boi), Rafael Tojeira (ID Vieirense)
.
4 Golos: Rodolfo Cabral (AC Marinhense), Pedro Pimenta (Beneditense), Bajedas (CC Ansião), Hugo Carvalho "Conca" (CCR Alqueidão da Serra), Miguel Pinheiro (GC Alcobaça), Camará (GRAP)
.
3 Golos: Daniel Oliveira (AC Marinhense), João Gaspar (AE Óbidos), Tonicha (Beneditense), Diogo Mota (GD Alvaiázere), João Daniel e João Gato (GD Guiense), Álvaro (GD "Os Nazarenos"), Rica (GRAP), João Gomes (ID Vieirense), Diogo Padeiro (SC Pombal)
.
2 Golos: Rúben Coelho, Baixinho, João Luís, João Madruga e Manuel Nascimento (AC Marinhense), Batuto, Tiago Gonçalves (Beneditense), Normando e Pedro Ferreira "Comboio" (CC Ansião), Paulo Lourenço, Fitas e Rafael (CCR Alqueidão da Serra), Yassine Kalda, Rodrigues, Bruno Daniel e Hugo Barqueiro (GC Alcobaça), Nuno Lopes e Ricardo Mobarq (GD Alvaiázere), Tózé (GD Guiense), Pedro Órfão (GD "Os Nazarenos"), Daniel (GD Pelariga), Pedro Li e Nélson Brites (GRAP), Ricardo Neto (ID Vieirense), Mário Ribeiro (Moita do Boi), Douglas (SCL Marrazes), Andrézito (UDRC Matamourisca)
.
1 Golo: Miguel Vinagre, André Cruz, Marcelo, Eduardo Valente (AC Marinhense), Miguel Andrade, Nuno Lopes, Marcelo Paulo e Pedro Maças (AE Óbidos), Rúben Santos, Élio e Lucas Guedes (Beneditense), Rafa e André Dias (CC Ansião), Rafa Silva e Telmo Vazão (CCR Alqueidão da Serra), Diogo Pimenta, Diogo Camponês, Hugo Vieira e Francisco (GD Alvaiázere), André Oliveira, Hugo Meca, Silva, Tiago André, Dinis Quitério, Virtudes (GC Alcobaça), Cédric Jorge, Joni Correia, Dárcio Feliciano e Pedro Canas (GD Guiense), Bruno "Piri", Zé Sousa, Luís Tropa, Célio, Leandro (GD "Os Nazarenos"), Felipe Miranda e Bruno (GD Pelariga), Taras, Celso, Oliveira, Tuga, Nuno Vieira e Ricardo Silva (GRAP), Renato Campos, Héber Pêssego, Sérgio Letra, Rúben Ari (ID Vieirense), Teles, Fiori, David Lopes e Heitor Vitari (SCL Marrazes), Poeta, Joel, João Ribeiro, Miguel Cá e André Costa (SC Pombal), Luizão, Micael e João Pedro (Moita do Boi), André Monteiro, Gonçalo, Ezequiel e Tiago Dias (UDRC Matamourisca)
.

sábado, janeiro 02, 2016

Seniores: Jogo em atraso SCL Marrazes - GD "Os Nazarenos" realiza-se este domingo


O jogo em atraso referente à 1.ªJornada da Divisão de Honra, SCL Marrazes - GD "Os Nazarenos", vai realizar-se este domingo, dia 3 de Janeiro, a partir das 15 Horas, no Campo de Futebol Aldeia do Desporto em Marrazes.
Recorde-se  que este jogo foi adiado, devido à presença da equipa do SCL Marrazes na Taça de Portugal, competição onde conseguiu chegar à 3.ªEliminatória.

União Recreativa Mirense multada em 200 €

SENIORES
1 jogo - João Frazão (GDRC Unidos), André Carvalho (SCL Marrazes), Cristiano Ferreira (AD Portomosense), João Caetano (UR Mirense), João Monteiro (CC Ansião), Gonçalo Dias (GD "Os Vidreiros")
2 jogos - André Carreira (CCR Alqueidão da Serra), Marcelo Paulo (AE Óbidos)
3 jogos - Bruno Ganhão (SCE Bombarralense)
4 jogos - Bruno Santos (AE Óbidos)
Suspensões - Dinis Cintrão (UDRC Matamourisca / 15 dias), Paulo Neves (GD Alvaiázere / 15 dias)
Multas - Dinis Cintrão (UDRC Matamourisca / 10 €), UR Mirense (200 €), Paulo Neves (GD Alvaiázere / 10 €)



INICIADOS
1 jogo - José Silva (COTO)
Diversos - José Martins (Coto / Despenalizado)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook