Booking.com

sexta-feira, dezembro 29, 2006

Crise na Arbitragem

Há falta de árbitros nos quadros da Associação de Futebol de Leiria (AFL). No espaço de duas épocas, mais de 100 juízes abandonaram a actividade, levando a uma crise na arbitragem distrital.O abandono deve-se, sobretudo, à obrigatoriedade dos árbitros declararem os subsídios para efeitos de IRS. Um facto que levou muitos jovens a abandonar a arbitragem. O problema começou a notar-se no final de 2005, quando a administração fiscal comunicou a intenção de tributar os prémios, mas tomou dimensões drásticas no início da presente temporada. A AFL está a tentar inverter a situação e começou a dar os primeiros passos há cerca de duas semanas, com uma reunião com os clubes associados. Mas a tarefa não de adivinha fácil. Afinal, na temporada 2004/05, a AFL contava com um quadro de 275 árbitros. Na época, a meta era atingir os 350. Porém, com as mudanças no regime fiscal a situação mudou. Actualmente existem 146 árbitros nos quadros da AFL. A associação socorre-se ainda de ex-juízes com idade superior aos 45 anos, totalizando 161. Isto, para arbitrar cerca de 172 jogos por fim-de-semana. A associação “está a pedir um esforço suplementar aos juízes para cobrir todos os jogos”, revela o presidente da AFL, Júlio Vieira. Porém, continua a existir um número significativo de partidas sem árbitros. “Precisamos de reforçar o quadro de arbitragem. Estamos a tentar envolver os núcleos de árbitros e os clubes. Vamos voltar a recrutar jovens junto dos escalões de formação dos nossos associados”, explica o responsável.Júlio Vieira estima que seja necessário chegar aos 300 árbitros para acabar com os jogos sem juízes oficiais. Mas teme que a questão da fiscalidade continue a afastar os jovens da arbitragem. “Enquanto não for encontrado um e solução para o regime desportivo não profissional, o fisco vai continuar a afastar os jovens estudantes. É um problema do futebol e, também, das outras modalidades”, afirma. Afinal, os árbitros jovens arbitram, na sua maioria, nos escalões distritais, onde os prémios de jogo variam entre os 20 e os 30 euros. Recorde-se que as associações de futebol, Federação Portuguesa de Futebol e Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol manifestaram, no início de 2006, a intenção de criar um movimento de contestação junto da Secretaria de Estado do Desporto e dos Assuntos Fiscais, reivindicando um regime de excepção para estes casos.
in ed. 3641, 29 de Dezembro de 2006 do Região de Leiria

União da Serra no topo

A União da Serra é o campeão de Inverno da divisão de Honra distrital. A formação de Francisco Mota bateu (1-0), no último sábado, o Guiense, num jogo em atraso relativo à oitava jornada, e isolou-se no comando da classificação. Soma agora 33 pontos, mais três que Beneditense e Marrazes. O tento do conjunto de Santa Catarina da Serra foi marcado por Parracho a cerca de cinco minutos do final da partida. Apesar da derrota, o Guiense mantém-se no quarto posto da tabela classificativa, com 23 pontos, e parte para a próxima fase do campeonato com vantagem de um ponto sobre a Biblioteca.No outro encontro em atraso, o Pedroguense voltou aos triunfos, ao vencer (1-0) o Alqueidão da Serra. No entanto, a equipa de Pedrógão Grande continua abaixo da “linha de água”. O campeonato regressa no próximo dia 7 de Janeiro com jogos que podem alterar o topo da classificação, isto porque o Beneditense recebe o sempre complicado Alqueidão da Serra. Em contrapartida, o Marrazes e a União da Serra têm adversários mais acessíveis, defrontando, respectivamente, Meirinhas e Gaeirense.
in ed. 3641, 29 de Dezembro de 2006 do Região de Leiria

quarta-feira, dezembro 27, 2006

GD Guiense 0 - U.Serra 1

1ª Jornada do Campeonato da Divisão de Honra da A.F.Leiria
Aproveitando a pausa natalicia, Guiense e União da Serra aproveitaram para realizar o jogo que tinham em atraso relativo a 1ªJornada, fruto da presença da equipa da Serra na Taça de Portugal.O Guiense despediu-se do ano de 2006 com uma derrota injusta perante o U.Serra por 1-0, num encontro bem disputado. O resultado castiga a formação de Jorge Rolo, que dispôs de várias oportunidades para marcar.Frente ao União da Serra o Guiense demonstrou que o lugar que ocupa no campeonato, não é fruto do acaso, dado que perante o actual líder do campeonato, foi em alguns períodos do encontro superior.Nos primeiros quarenta e cinco minutos, o conjunto pombalense dispôs das melhores oportunidades, embora o resultado se aceitasse ao intervalo, dado o equilíbrio verificado durante a primeira parte.O U.Serra entrou melhor no segundo tempo e teve perto de marcar, mas não o conseguiu, devido ao acerto defensivo do Guiense e do seu guarda-redes, João Dinis, que regressou ao onze titular. Após o período de maior domínio forasteiro, que durou cerca de vinte minutos, os pupilos de Jorge Rolo assumiram o controlo do encontro e desperdiçaram várias oportunidades.Quando tudo indicava que caso existisse um vencedor seria o Guiense, eis que Parracho contra a corrente do jogo, marca o único golo do encontro, selando uma vitória importante para o conjunto comandado por Francisco Mota, que com este resultado ascende à liderança da classificação, enquanto que o Guiense mantém a quarta posição.

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Juniores de Honra e 1ª Distrital

Depois de algum debate no post por mim colocado no jogo que opôs os 2 primeiros classificados, vou clarificar tudo o que se passou na jornada do f-d-s passado em relação aos juniores da Distrital de Honra.

7ª Jornada:
Nazarenos 2 x SL Marinha 2
Peniche x Pousos - Adiado
Bidoeirense 2 x Alcobaça 2
Marrazes 2 x Bombarralense 2
Caldas 5 x St. Amaro 0
Beneditense 0 x Portomosense 2

Classificação:
1º Portomosense - 7J - 19 Pts
2º Beneditense - 7J - 18 Pts
3º Caldas - 7J - 16 Pts
4º Bombarralense - 7J - 11 Pts
5º SL Marinha - 7J - 11 Pts
6º Alcobaça - 7J - 8 Pts
7º Pousos - 6J - 7 Pts
8º Marrazes - 7J - 7 Pts
9º Bidoeirense - 7J - 7 Pts
10º Peniche - 6J - 6 Pts
11º Nazarenos - 7J - 4 Pts
12º Sto Amaro - 7J - 3 Pts

Após a analisarmos a classificação, na luta pela subida, claramente estão 3 clubes. Já pude ver os 3 primeiros clubes ao vivo e do que vi posso dizer claramente que:
- Portomosense é uma equipa matreira e experiente, sabendo utilizar muito bem a sua linha defensiva e de meio campo. É um candidato.
- Beneditense é uma equipa que gosta de jogar futebol. Joga em todas as linhas do terreno e está muito bem orientada. É mais um forte candidato à subida.
- O Caldas do que vi[disseram-me que aquele jogo foi de facto um mau jogo deles] vi um Caldas fraco e sem ideias, sem apoio condigno nas alas, mas podendo explorar muito bem as mesmas, até porque tem laterais que gostam e sabem subir bem, principalmente no lado direito. A rever, mas até ver parece estar na luta.

Juniores da 1ª Distrital[5ª Jornada]:
U. Serra x Pataiense - Adiado
Gaeirense 3 x Mirense 2
Biblioteca 2 x Maceirinha 1
Batalha 9 x S. Guilherme 1
Folgou: Nadadouro

Classificação:
1º Nadadouro - 4J - 10 Pts
2º Gaeirense - 4J - 8 Pts
3º Pataiense - 4J - 7 Pts
4º U. Serra - 3J - 7 Pts
5º Biblioteca - 4J - 7 Pts
6º Batalha - 4J - 4 Pts
7º Mirense - 5J - 4 Pts
8º Maceirinha - 5J - 4 Pts
9º S. Guilherme - 5J - 1 Pt

Juvenis de Honra e 1ª Distrital

Vou abordar pela primeira vez os Juvenis, tanto de Honra, como da 1ª Distrital. O destaque vai sem dúvida para os Juvenis do SL Marinha no Distrital de Honra, que após 7 jornadas, tem 7 vitórias com 40 Golos Marcados e 5 Sofridos. Brilhante, mas vamos a isto.

Distrital de Honra[7ª jornada]:
Portomosense 2 x Caldas 3
Vieirense 2 x Gaeirense 0
Bombarralense 1 x União da Serra 1
Alcobaça 2 x Bidoeirense 1
SL Marinha 6 x Pombal 1
Avelarense 0 x Nazarenos 1

Classificação:
1º SL Marinha - 7J - 21 Pts
2º Alcobaça - 7J - 17 Pts
3º Caldas - 7J - 16 Pts
4º Nazarenos - 7J - 14 Pts
5º Pombal - 7J - 11 Pts
6º Bombarralense - 7J - 10 Pts
7º Vieirense - 7J - 9 Pts
8º Avelarense - 7J - 7 Pts
9º U. Serra - 7J - 6 Pts
10º Portomosense - 7J - 6 Pts
11º Gaeirense - 7J - 3 Pts
12º Bidoeirense - 7J - 0 Pts

Já a 1ª Divisão Distrital[7ª Jornada]:
Nadadouro 8 x Pataiense 2
Alcobaça B 1 x Caldas B 2
Atouguiense 3 x Marinhense B 1
Folgaram: Peniche, GD Peso e Pousos B

Classificação:
1º Peniche - 6J - 16 Pts
2º Pousos B - 6J - 10 Pts
3º GD Peso - 5J - 8 Pts
4º Nadadouro - 5 J - 7 Pts
5º Marinhense B - 5J - 7 Pts
6º Atouguiense - 4J - 6 Pts
7º Caldas B - 6J - 4 Pts
8º Alcobaça B - 3J - 4 Pts
9º Pataiense - 6J - 3 Pts

Bem, na classificação após a 7ª jornada à equipas com muitos jogos em falta, o que ainda não dá para ter uma ideia correcta do 2º lugar até ao 8º. Quanto ao 1º e ao 9º e último, dificilmente vão largar os seus lugares, isto, na teoria.

Alterações de Menu

Existem algumas alterações no menu do vosso lado esquerdo a partir de hoje, com tudo mais organizado:
- Organização de espaços e de Links.
- Adição de alguns links, edição de outros que não funcionavam, eliminação de alguns links.
- Contactos dos clubes de forma directa consoante o editor de e-mail que têm pré-definido.
- Todos os colaboradores têm e-mail, bastando para isso clicar no colaborador que querem que abre logo o vosso editor de e-mail pré-definido com o e-mail do colaborador, bastando enviar o e-mail.
- Clicando nos links, abrirá uma nova janela com o link seleccionado, desta forma podem continuar a navegar no futeboldistritaldeleiria.blogspot.com

Aguarda-se a colaboração de todos, nomeadamente em relação a links de clubes que ainda não estejam no blog, bem como contactos desses mesmos clubes. Todos a ajudar será certamente melhor. Continuem a participar e utilizem os comentários que têm abertura de nova janela de há umas semanas para cá.

Obrigado pela vossa visita.

quarta-feira, dezembro 20, 2006

Artigo de opinião

O Futebol para além do Apito Dourado...

O Apito Dourado marca a actualidade em Portugal. São graves todas as suspeições que andam no ar, e é bom que de uma vez por todas se resolvam finalmente todas estas especulações para que possamos voltar a acreditar no nosso futebol. É lugar-comum, hoje em dia a critíca aos dirigentes desportivos. De facto, muitos deles, e talvez os mais mediáticos são de facto, muito polpulistas e dão pouca credibilidade ao futebol, mas estes são uma minoria. Não podemos cair no lugar-comum da critíca fácil a toda esta classe. Por todo este país fora existem milhares de dirigentes, que após um dia de trabalho, deixando de estar muitas vezes com a sua família, lutam para que os seus clubes se desenvolvam e que seja possível a muitos milhares de jovens a prática de desporto gratuita, tarefa essa que deveria ser do Estado e que este delega nas colectividades , muitas das vezes sem lhes dar os apoios para isso.Em vez da patrocinar este tipo de actividades, muitas das vezes o Estado financia clubes profissionais com atletas com ordenados de milhões. São milhares de dirigentes que ás escondidas da família ajudam financeiramente os seus clubes sem nada pedir em troca, que assinam letras de forma a tornar viáveis os clubes, que do seu bolso pagam lanches e equipamentos aos atletas. Por tudo isto, não podemos cair no erro de por no mesmo saco, todos os dirigentes desportivos deste país, pois muitos deles são verdadeiros heróis, que num mundo cada vez mais materialista, contribuem para o sorriso e felicidade de muitos jovens...Por isto eu digo sem rodeios, muito Obrigado a todos eles!!!

terça-feira, dezembro 19, 2006

GD Guiense 2 - R.Pedroguense 1

13ªJornada da Divisão de Honra
Campo das Cabecinhas
Árbitro: Márcio Ferreira (AF.Leiria)




Guiense: Prancha; Bruno Cabral (João Vasco, 45 m.), João Cardoso, Gonçalo Ramos e Gildo; Pedro Simões, João Carlos, Luís Simões e Tiago Marques (Tiago Lavos, 75 m.); Sandro e Jó (Bruno Teixeira (80m.)
Treinador: Jorge Rolo
.
Pedroguense: Bruno Valente; João Palheira, Miguel, Paulo Jorge (Marcolino, 45 m.) e Paulito; Tatá (Paulino, 80m.), Toni e Filipe Barata; Mário Tó, Luís Filipe (Sergito , 70 m.)
e Likas.
Treinador: Zé Pele

Marcadores: Tiago Marques (30 ?), Likas (50 ?) e Luís Simões (80 ?).

O Guiense venceu no passado domingo o Pedroguense, num encontro em que a formação de Jorge Rolo realizou um exibição quanto baste, para conquistar mais três pontos, que lhe conferem o estatuto de quarto classificado do campeonato.
Começou melhor a equipa de Zé Pele que nos primeiros quinze minutos ameaçou a baliza de Prancha em duas situações. Após este período o conjunto pombalense assumiu o controlo do jogo, mas sem criar oportunidades de golo.
Na primeira oportunidade que teve o Guiense, não desperdiçou e Tiago Marques inaugurou o marcador para o conjunto da casa. A três minutos do intervalo, Sandro esteve muito perto do golo, num lance acrobático.
A um minuto do intervalo, Likas esteve perto de marcar, mas a bola bateu no poste. Ao intervalo, o resultado permeava a eficácia da turma de Jorge Rolo
No segundo tempo o Pedroguense entrou melhor e logos nos primeiros minutos chegou ao golo por intermédio de Likas. Pouco tempo depois, a formação de Zé Pele ficou reduzido a dez elementos devido a uma expulsão de Mário Tó.
Esta situação condicionou bastante o conjunto de Zé Pele e quem aproveitou foi o Guiense que assumiu as despesas do jogo. A dez minutos do final, João Vasco cai na área e Márcio Ferreira apontou para a marca da grande penalidade. Chamado a converter Luís Simões selou mais uma vitória para o Guiense.
Márcio Ferreira realizou trabalho irregular, errando no lance da grande penalidade que dá a vitória ao Guiense.

in www.oderbie.com

G.D.Atouguiense 3 - Praia da Vieira 1

13ªJornada do Campeonato Distrital
1ªDivisão - Série Sul
Tarde fria com o sol a espreitar meio envergonhado.Cerca de 50 pessoas a assistirem a este jogo frente ao Praia da Vieira, que vinha de uma vitória folgada sobre o Alfeizerão por 5-0. Num encontro arbitrado por Rui Batista o Atouguiense alinhou com Sérgio na Baliza, ele que vinha sendo suplente, na defesa Tiago e Super nas laterais, Luis Ferreira e Ganhão no meio. No meio campo Constantino mais recuado com Mikel, nas laterais Kafanfa e Vando e David nas costas do Avançado P.C..O Praia da Vieira alinhou com Gil, Cacau, Lemos, Mário, Telmo, depois Febras, Simão, Rogério e Ricardo, na frente Vando e Renato.Leiria tinha no banco para futuras opções Augusto, Vando II, Ruizinho, Celso, Leonardo e Calé.Bruno Ramusga do Praia da Vieira tinha a seu lado no banco, Choné, Alex, Truby, Tito, Lavos, Lota e Zéquinha.Começou melhor o G. D. Atouguiense com um canto e um livre perigoso logo nos primeiros 10 minutos. Ao minuto 11 o 1º amarelo para Máro do P. da Vieirapor entrada dura e 3 min. depois para Constantino pela mesma situação. Na sequência do amarelo a Constantino, um livre perigoso à entrada da área do G. D. Atouguiense com Febras a chutar muito torto.Voltou a reagir o G. D. Atouguiense e numa jogada de insistência de Vando pelo lado direito o jogador do P. Vieira faz falta, dai resultando um livre muito perigoso. David chamado a bater a falta, bate com força contra a barreira eno ressalto dispara para o fundo da baliza de Gil. Estavam jogados 20 min. e o G. D. Atouguiense passava a vencer por 1-0.Dos 20 aos 30 min. tentou reagir o P. Vieira, ganhando neste periodo mais 2 livres para de novo Febras atirar muito mal.À passagem do min. 38, Rogério fugia pela esquerda com algum perigo mas Ganhão segurou-o, tendo o Sr. Rui Batista mostrado mais um amarelo.Quando se esperava já pelo intervalo o P. Vieira beneficiou de um pontapé de canto. Boa batida ao 1º poste e Vando a desviar para o fundo da baliza do desamparado Sérgio. Chegava-se ao intervalo com um empate a uma bola.Ao intervalo Leiria mexeu no seu meio campo, tirando o autor do golo David e colocou Celso no apoio a P.C.. Voltou a entrar melhor o G. D. Atouguiense, mas sem criar muito perigo. Ao min. 57 Luis Ferreira viu um amarelo por uma falta que a existir não merecia tal admoestação e do livre nada resultou. Na jogada seguinte o G. D. Atouguiense num pontapé de canto chega aos 2-1 com P.C. a saltar mais alto que os centrais e a não dar qualquer hipótese ad G.R. Gil.Bruno Ramusga tinha que fazer alguma coisa e retirou Telmo entrando Zequinha. Logo de seguida saiu P.C. no G. D. Atouguiense e entrou Ruizinho.Ao min. 70 o P. Vieira por 2 vezes podia ter chegado ao empate. 1º foi Rogério que já dentro da área disparou à barra e depois ganhão ao tentar aliviar chutou de novo a bola à barra com Sérgio batido e sem reacção possível. Na confusão Sérgio pegou-se com um jogador do P. Vieira e viu o amarelo. A partir daqui Sérgio mostrou-se seguro efectuando 2 ou 3 defesas de bom nível.Respirou fundo o G. D. Atouguiense e num alivio da sua defesa Lemos do P. Vieira desviou mal a bola e isolou Vando que passou pelo G. R. e fez o 3-1. Estávamos a entrar nos ultimos 10 min. e agora o G. D. Atouguiense controlava o jogo com Micael a sobressair no meio campo e a cotar-se com uma excelente exibição. Mexia de novo o P. Vieira saindo Simão e entrando Alex. No G. D. Atouguiense, saia Kafanfa e entrava Calé. Tentava reagir o P. Vieira, mas já não tinha forças.Resultado Justo para o G. D. Atouguiense que foi sempre a equipa mais esclarecida. Nos 90 min. não gostámos do trabalho do Sr. Rui Batista, que não teve mão no jogo e a qualquer "ai" marcava falta contra o G. D. Atouguiense. Mas o nosso clube venceu e está de parabéns!Por fim votos sinceros de um bom Natal e um Feliz Ano de 2007!!!
Para o ano estamos de volta!!! Viva o G. D. Atouguiense!!!
Por Rui Costa

domingo, dezembro 17, 2006

Juniores: Liderança da Honra em jogo

Este Sábado fui assistir ao Beneditense 0 Vs Portomosense 2 no Parque de Jogos Fonte Senhora na Benedita com cerca de centena e meia, duas centenas de espectadores.
Este jogo iria dar a liderança isolada ou não do campeonato, com o Caldas a uns kms a intrometer-se[ganhou 5-0 ao St. Amaro].


[Portomosense a inicar o seu jogo na linha de meio campo]

Falando do jogo, o Beneditense entrou a pressionar forte, com um Portomosense muito bem na cultura táctica e bem posicionado em campo para este jogo, conseguindo travar bem a linha mais ofensiva do Beneditense. O 1º golo do Portomosense foi aos 20 minutos da 1ª parte após um canto e um cabeçeamento fácil de um jogador do Portomosense. A 1ª jogada de perigo da equipa de Porto de Mós deu golo. A equipa do Beneditense levantou a cabeça e continuou a trabalhar o seu jogo, quando 5 minutos depois do 1º golo da partida um jogador do Portomosense foi expulso com um vermelho directo após indicação do fiscal de linha[do lado atacante da equipa da casa] à árbitra internacional, Márcia. Alegadamente terá sido expulso por tentativa de agressão, algo que me passou ao lado porque não estava a olhar para aquela zona de terreno, mas partindo do principio que o jogador expulso e os seus colegas não protestaram muito, foi bem expulso. Expulsão essa que fez animar os jogadores da casa e empolgá-los mais para o ataque, mas sempre controlado e com calma.

[Mais um ataque finalizado sem nada de relevante para a equipa da casa]

A equipa do Portomosense se até aqui tinha apostado em contra-ataques controlados e bem geridos, depois da expulsão as ordens seriam mesmo essas, contudo na entrada para a 2ª parte viu-se diversas vezes o Portomosense atacar com vários jogadores, parecendo por vezes que não estava a jogar com 10.

A equipa do Beneditense tentou fazer um jogo apoiado, mas com pouca precisão e garra na linha ofensiva, a prova é que durante o jogo conta-te com os dedos de uma só mão as jogadas de verdadeiro perigo da equipa da casa.



[Mais um dos muitos contra-ataques da equipa do Portomosense]

O Portomosense na 2ª parte soube ocupar muito bem o terreno dificultando e muito a vida ao Beneditense que nunca soube criar verdadeiras ocasiões de perigo, tendo por diversas vezes "ido para cima deles" com jogadas individuais, tanto nas altas como pelo meio do terreno.


[Aqui, "Xá" a ir para os balneários ao intervalo pensando em como iria dar a volta ao resultado com um jogador a mais]

O treinador do Beneditense, "Xá" tentou arriscar tudo com a saida de um defesa central e a entrada de mais um homem para a frente, reorganizando o meio campo. A zona de campo era mais jogada no meio campo do Portomosense, mas as jogadas de perigo teimavam em não aparecer e quando apareciam os jogadores mais avançados desperdiçavam as oportunidades, algumas infantilmente ou com falta de confiança.
E como se ouve muita vez, quem não marca ... sofre e foi verdade. Quando nada o fazia prever num contra-ataque muito rápido o Portomosense aproveitou e bem a linha defensiva estar mais fragilizada e conseguiu o 2º golo, mesmo no último minuto da partida. Inglório para os jogadores do Beneditense, pelo contrário os jogadores do Portomosense fizeram uma enorme festa.



[Os festejos dos jogadores do Portomosense após o 2º golo, bem como o desânimo evidente dos jogadores da casa]

E assim terminou o encontro com um resultado final inglório para a equipa da casa. O resultado mais justo é dificil de dizer qual seria.



[Os jogadores do Portomosense a festejar após o apito final, por outro lado os jogadores da Benedita desolados e pelo chão por esta derrota]

Se por um lado o Beneditense atacou mais, teve mais posse de bola, tentou jogar por todos os sectores do terreno, também é verdade que não criou oportunidades de verdadeiro perigo e as que tinha boas hipoteses para tal, não conseguiu que assim fosse pelo que já relatei atrás. O Portomosense aproveitou bem os contra-ataques, fazendo os seus dois golos no 1º lance de perigo e no último com um forte contra-ataque. Digamos que a eficácia foi uma ajuda de ouro para a equipa visitante, mas também é verdade que se posicionou muito bem no terreno, mesmo com 10. A partir desta 7ª jornada o 1º classificado é o Portomosense com 19 pontos, em 2º o Beneditense com 18 pontos e em 3º o Caldas com 16.
A próxima jornada é interessantissima, pois o Portomosense recebe o Caldas e o Beneditense vai a Lisboa e Marinha.
Por último não vou mencionar nenhum jogador em especial, apesar de haver seleccionáveis da Selecção Sub-18 da AFLeiria por exemplo, mas não tive acesso à ficha de jogo para me facilitar essa análise, até porque não sou jornalista. Em relação à arbitragem esteve regular e não complicou, tendo interferido mais nos lances das expulsões e alguns amarelos.

Nota: O treinador do Portomosense foi expulso provavelmente por bocas, mas não influenciou nada as instruções para a equipa já que ficou na bancada atrás do banco que estava vazia. Já agora, para além do jogo dos meus miudos na parte da manhã, segui à tarde com a ida à Benedita e de seguida fui para Lisboa assistir ao jogo do Sporting. Já hoje de manhã voltei a assistir a um jogo de iniciados. Um f-d-s em cheio no que a futebol diz respeito.

13ªJornada - 1ªDivisão Distrital - Resultados e Classificações

Resultados
1ª Divisão - Zona Norte

Ilha 1 - Carreirense 2
Motor Clube1-Ranha 0
Arcuda 2 - Pelariga 1
Moita do Boi 0 - Alvaiázere 2
Pousaflores 2 - Alegre Unido 2
Simonenses 0 - Cast. Pera 3
Casal Novo. 3 - Matamourisca 0
Ramalhais 2 - Avelarense 1
Classificação
1º -Avelarense 31 (-1jogo)
2º - Alvaiázere 28
3º -Pelariga 26 (-1jogo)
4º -Ramalhais 26
5º -Casal Novo 25
6º -Ilha 24 (-1jogo)
7º -Ranha 23
8º -Motor Clube 22
9º -Carreirense 18
10º -Arcuda 15 (-1jogo)
11º - C.Pêra 14 (-1jogo)
12º -M.Boi 11
13º -U.Matamourisquense 8 (-1jogo
14º -Pousaflores 7
15º -A.Unido 6
16º -Simonenses 2
-----------------
Resultados
1ª Divisão - Zona Sul

Maceirinha 6 - Turquel 1
Vieirense 4- Outeirense 1
Vidreiros 3 - Unidos 0
22 Junho/Amor 2 - Santo Amaro 1
Atouguiense 3 - Praia da Vieira 1
Alfeizerense 3 - Pilado 1
Folgaram: Moitense e Ferrel.
Classificação
1º Maceirinha 27
2º Vieirense 25

3º Vidreiros 24
4º Outeirense 21
5º Pilado Escoura 20
6º Atouguiense 19
7º Ferrel 17
8º Santo Amaro 16
9º Praia Vieira 16
10º Alfeizerense 13
11º Unidos 11
12º 22 De Junho/Amor 10
13º Turquel 4
14º Moitense 4

13ªJornada - Divisão de Honra

Distrital Divisão de Honra
Boavista 1 - Gaeirense 1
Figueiró dos Vinhos 4 - Nazarenos 1
Guiense 2 - Pedroguense 1
Alqueidão da Serra 2 - Ansião 1
Meirinhas 0- Beneditense 3
Juncalense 0 - Marrazes 2
Biblioteca 4 - Pataiense 1
União da Serra 4 - Pousos 1
Classificação
1ºMarrazes 30
2ºUnião Serra 30

3ºBeneditense 30
4ºGuiense 23
5ºBiblioteca 22
6ºAlqueidão Serra 20
7ºAnsião 19
8º- Nazarenos 17
9º- Figueiró dos Vinhos 16
10º- Juncalense 15
11º- Pataiense 13
12º- Meirinhas 13
13º- Gaeirense 11
14º- Amigos Paz 8
15º - Pedroguense 7
16º- Boavista 4

sábado, dezembro 16, 2006

G.D. GUIENSE COMEMORA 32º ANIVERSÁRIO

O Grupo Desportivo Guiense foi presenteado com casa cheia no almoço comemorativo do 32º aniversário de filiação na Associação Futebol de Leiria, realizado na passada sexta-feira.
"A vossa presença constitui um forte estímulo ao nosso trabalho!", afirmou o presidente do clube, Carlos Mota Carvalho, agradecendo o apoio dos associados e forças vivas da freguesia em torno da colectividade que está a atravessar um momento ímpar na sua história com a renovação e a requalificação da zona desportiva da vila que deve "orgulhar todos os guienses", permitindo à colectividade ser hoje "um ATL do futebol", com a inscrição de oito equipas de formação.
Segundo aquele responsável, no início do próximo ano, vai ser promovida uma campanha de angariação de fundos porta a porta, com o objectivo de concluir o pagamento do empréstimo bancário contraído pela direcção do clube para a instalação do relvado sintético, pois só dessa forma, será possível avançar para novos projectos sem comprometer as finanças do Guiense, nomeadamente, a construção de bancadas no parque desportivo das Cabecinhas.
Devido à situação climatérica, foi adiada a inauguração do relvado sintético no polidesportivo local, destinado às camadas jovens, um equipamento que deve ser uma "referência regional", sublinhou o presidente da junta, Manuel António, proporcionando às colectividades da Guia e das freguesias limítrofes a utilização do referido espaço, adaptado à prática de várias modalidades.
O presidente da Câmara de Pombal, Narciso Mota elogiou a dinâmica da direcção do Guiense e das várias instituições da freguesia reconhecendo o trabalho do presidente da junta:
"Tem sido um excelente interlocutor na câmara sobre os anseios da população", salientou.

artigo retirado do jornal online www.oderbie.com

Jogos do Fim de Semana - Séniores - 27/12/2006 - 15 Horas

Divisão de Honra
Boavista - Gaeirense
Fig.Vinhos - Nazarenos
Guiense - Pedroguense
Alq.Serra - Ansião
Meirinhas - Beneditense
Juncalense - Marrazes
Biblioteca- Pataiense
U.Serra - G.R.A.Pousos
----------
1ª Divisão - Série Norte
Ilha - Carreirense
Ranha - Motor Clube
Arcuda - Pelariga
Moita do Boi - Alvaiázere
Pousaflores - Alegre Unido
Simonenses- Cast.Pera
Casal Novo - Matamourisca
Ramalhais - Avelarense
----------
1ªDivisão - Série Sul
Maceirinha - Turquel
Vieirense - Outeirense
Vidreiros - Unidos
22 Junho/Amor - Santo Amaro
Atouguiense - Praia da Vieira
Alfeizerense-Pilado
Descansam - Ferrel e Moitense

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Análise da jornada

São já sete os pontos que os três líderes da divisão de Honra distrital de Leiria - Beneditense, União da Serra e Marrazes - levam de avanço sobre o segundo classificado, o Guiense. As três equipas venceram nesta jornada e beneficiaram da derrota da Biblioteca e do empate do Guiense, equipas que estavam na perseguição aos comandantes. A União da Serra bateu (3-1) o Boavista, enquanto o conjunto da Benedita goleou o Juncalense (4-2). O Marrazes, por seu turno, venceu (2-0) a Biblioteca. Guiense, Biblioteca, Ansião e Alqueidão da Serra (tem menos um jogo) são os conjuntos que, apesar da distância, ainda continuam a ter aspirações a entrar na luta pela subida de divisão. Destas, só o Ansião triunfou, ao levar a melhor sobre o Meirinhas. No fundo da tabela, o destaque vai para o GRAP/Pousos, que regressou às vitórias. A equipa do concelho de Leiria já não vencia desde o final de Outubro, quando bateu o Boavista.
Na primeira divisão sul , o Vieirense voltou a subir ao segundo lugar. A equipa de Vieira de Leiria venceu (4-3) o Ferrel e beneficiou do empate entre Outeirense e Vidreiros para voltar aos lugares cimeiros da classificação. O Maceirinha, apesar de ter folgado, continua a liderar a prova com mais dois pontos que o Vieirense e três que Vidreiros e Outeirense, equipas que se encontram no terceiro lugar da tabela classificativa.O Pilado/Escoura, por seu turno, também se mantém na luta. Com 20 pontos, a formação do concelho da Marinha Grande ainda tem uma palavra a dizer na prova. Na zona norte, o Avelarense continua a comandar a classificação. A formação de Avelar bateu (5-0) o Matamourisquense e está isolado no primeiro lugar da tabela com cinco pontos de vantagem em relação ao segundo classificado, o Pelariga. Alvaiázere, Ilha, Ramalhais, Ranha e Casal Novo, apesar de alguma distância, ainda estão na luta pelos lugares cimeiros.

quarta-feira, dezembro 13, 2006

GD Santo Amaro 3 - GD Atouguiense 1

12.ª Jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão -Série Sul
Campo Estrela do Lis



GD Santo Amaro – Ivan; Marinho; Ricardo; Ticks; Didi; Oliveira(c); Portugal; Carlos; Marco; João Pedro; Kevin.
Suplentes – Micael; Hélio; Jorge; João; Bajouco
Treinador – Sandro

G.D. Atouguiense: Augusto; Sousa(c); Luís (Kafanfa aos 33m); Ganhão; Constantino; Super; Michael; Mata (Vando aos 33m); Tiago (Vando II aos 70m); João Russo; PC
Suplentes não utilizados: Sérgio; Xaxo; Calé;
Treinador: Leiria
Delegados: Ricardo Silva; Vítor
Massagista: Agostinho

Disciplina: Cartão amarelo a Sousa, João Russo; Vando;
Marcador: Oliveira (g.p. 2m); João Pedro (20m); Kevin (35m) e PC (79m)
Ao intervalo: 3 – 0


Assim é difícil pontuar


Havia a perspectiva de ser um bom jogo de futebol entre duas equipas que apesar de estarem tranquilamente a meio da tabela classificativa queriam ganhar para se aproximarem ainda mais dos lugares cimeiros, mas não foi assim tão bom porque houve alguém que não quis. Assistiu-se a uma primeira parte muito equilibrada mas com o Santo Amaro a ter um ligeiro ascendente.
Aos 2 minutos da partida começou o “espectáculo” com um penálti assinalado favor do Santo Amaro por uma falta de Ganhão sobre um avançado do Santo Amaro, falta essa que existiu e começa bem fora da área de rigor. A vontade de assinalar penálti era tanta que o árbitro até se esqueceu de expulsar o central Ganhão. Chamado á conversão Oliveira não perdoou.
Tentou reagir ao golo o Atouguiense como podia, até com uma boa circulação de bola entre os seus jogadores, mas por vezes era pouco esclarecido na forma como atacava. Ainda assim de vez em quando causava algum perigo na área do guardião Ivan. O Santo Amaro era uma equipa também com uma boa circulação de bola, mais tranquila e conseguia causar maior perigo junto da baliza de Augusto.
Foi numa dessas investidas à área forasteira que após a marcação de um pontapé de canto e após vários ressaltos em que nenhum jogador Atouguiense conseguiu aliviar a bola, depois de um remate à queima roupa de um outro jogador da equipa da casa, João Pedro desviou para o fundo da baliza do Atouguiense. Iam decorridos 20 minutos de jogo.
À passagem do minuto 35 novo golo para a equipa da casa desta vez por intermédio de Kevin que após jogada pela direita do ataque, isolou-se e á entrada da área Atouguiense “chapelou” Augusto. Estava feito o terceiro para equipa da casa. Neste lance tudo normal não fosse o facto de Kevin estar, sem exagerar, uns ligeiros 3 metros adiantado em relação ao penúltimo defensor Atouguiense.
Nesta altura os jogadores do Atouguiense estavam de cabeça perdida por assistirem a tamanhas injustiças e nada poderem fazer para debelar esta situação, pois eram literalmente ameaçados, recebendo inclusive lições de moral da parte do árbitro da partida.
Até ao intervalo registou-se uma melhoria no futebol praticado pelo Atouguiense, mas ainda assim nunca conseguiu facturar nas ocasiões criadas.
Na segunda parte a equipa do Atouguiense entrou mais calma e expedita sobre o terreno de jogo e apesar das primeiras ocasiões de golo surgirem junto da baliza de Augusto, encostaram a equipa do Santo Amaro ao seu reduto defensivo na tentativa de reduzir a vantagem no marcador. Logo no início, penálti que ficou por assinalar por mão deliberada de um defesa amarense dentro da área, após um lançamento lateral. Mais uma vez ao protestar, de uma forma sempre correcta pela decisão tomada, o árbitro da partida ameaçava de modos por vezes ofensivos os jogadores do GDA.
Poucos minutos volvidos e nova decisão polémica dentro da área do Santo Amaro, desta vez Vando ao rodar sobre um adversário é derrubado por este quando se virava para a baliza.
A persistência premiou o Atouguiense com um golo que veio a acontecer aos 79 minutos por PC após um cruzamento da esquerda do ataque, este recebe a bola na área, desvia-a de dois oponentes e remata para golo. É um golo que peca por tardio face ao caudal ofensivo produzido pela equipa Atouguiense. Passados poucos minutos novo golo forasteiro por PC após novo cruzamento na esquerda do ataque mas desta vez invalidado. Nem jogadores nem muitos dos espectadores do jogo se aperceberam de falta passível para se invalidar o golo. Mas mais uma vez reclamar para quê?
Até ao fim do jogo, o Atouguiense a jogar quase sempre no meio campo adversário, tentou reduzir a desvantagem mas não conseguiu, enquanto que o Santo Amaro espreitava o contra ataque e não aumentou a vantagem por mérito de Augusto que fez 2 excelentes defesas a evitar golo.
Estou convencido que não se assistiu a uma melhor partida de futebol, devido à actuação do árbitro que teve uma actuação intimidadora e ameaçadora para com os jogadores do Atouguiense, uma coisa a lembrar que estávamos num regime ditatorial. Chegou-se ao ridículo de ser assinalada uma falta quando o árbitro se encontrava de costas para o lance, e nenhum dos auxiliares dá indicação de falta, por ouvir um simples “Ai”.
Situações destas não se devem repetir, seja em que campo for. Tal como os jogadores os árbitros também erram, mas serem arrogantes ameaçadores e provocadores é inadmissível nos tempos que hoje correm e devem merecer toda a atenção por parte dos responsáveis da A.F.Leiria.
Não entenda o prezado leitor que tento desculpar a derrota do Grupo Desportivo Atouguiense no campo do Santo Amaro com a actuação do árbitro da partida e seus pares, mas que contribuíram de maneira directa ninguém pode negar.
Por Luis Sousa (Xuxa)

terça-feira, dezembro 12, 2006

U.Matamourisquense 0 - Avelarense 5

12ª Jornda da 1ªDivisão da A.F.Leiria - Zona Norte
Campo dos Arneiros, na Mata Mourisca
Árbitro: Rui Batista (AF.Leiria)

U.Matamourisquense: Sérgio; Gameiro (Ezequiel, 69'), Miguel, Giló e Pedro Ereira; Tito (Rato, 78'), Escalhorda e Renato; Marquito, Serralheiro (Joni, 88') e Cigano
Suplentes não utilizados: Rodolfo e Henrique
Treinador: Henrique Rato
Avelarense: João Pedro; Nuno Henriques, Eduardo, Rui e André, Tito (Neto, 60'), Góis e Pedro Almeida; Fernando (Tiago Sardinha, 79'), Pedro Jacob e Pedro Ferreira (Silvério, 62').
Suplentes não utilizados: Cláudio; Sérgio, Rafael e Boa Vida
Treinador: Fernando Silva
Marcadores: Pedro Jacob (10') e (70'), Eduardo (50'), Fernando (76') e Pedro Almeida (84').
A U.Matamourisquense sofreu uma pesada derrota no seu reduto diante do líder Avelarense, numa partida em que a formação pombalense desperdiçou duas grandes penalidades.O primeiro golo surgiu aos dez minutos, por intermédio de Pedro Jacob, que aproveitou alguma confusão na área para facturar. A perder a equipa mourisquense e durante os primeiros quarenta e cinco minutos dispôs de algumas boas oportunidades.Ao intervalo resultado mais justo seria o empate, face ao que as duas equipas produziram no primeiro tempo.No regresso dos balneários, a equipa do Avelarense entrou melhor e aos cinco minutos aumentou a vantagem para 2-0, face a um adversário que entrou bastante mal na segunda parte.Aos sessenta minutos a U.Matamourisquense teve uma oportunidade soberana para aumentar a vantagem, mas Miguel rematou ao lado na transformação de uma grande penalidade. Dez minutos depois, o avançado Pedro Jacob voltou a marcar, fazendo o terceiro golo para a equipa visitante. Na parte final do encontro o Avelarense marcou ainda mais dois golos, o primeiro por intermédio de Fernando e o segundo por Pedro Almeida na transformação de uma grande penalidade.Realce ainda para mais uma grande penalidade desperdiçada pelo conjunto da casa, com Pedro Serralheiro a permitir a defesa a João Pedro e na recarga rematou ao poste.
Ana Patrícia Fernandes

S.C.L.Marrazes 2 - Biblioteca 0

12ª Jornada da Divisão de Honra da A.F.Leiria
Parque desportivo do Sport Clube Leiria e Marrazes
Árbitro: Carlos Romão, do CRA da AF Leiria



Leiria e Marrazes: Gonçalo; Lagoa (Mauro, aos 54 minutos), Portugal, Brás e Pedro Felizardo; Sandro (Cap.); João Alves, Marco e Miguel (Diogo Jorge, aos 68 minutos); Alberto (André, aos 83 minutos) e Ruben.
Suplentes não utilizados: Bruno, David, Parreira e Pedro Seco.
Treinador: Gonçalo Moleirinho.
Biblioteca: Pistolas; Pombinha, Telmo, Nuno Jorge e Gago (Ricardo Mafra, aos 66 minutos); Paulo Ganau (Cap.); Bruno Bento (Marco Aço, aos 68 minutos), Carapau e Luís; Keka e Tropa (Fábio Preto, aos 26 minutos).
Suplentes não utilizados: Tarzan, Dário, Nuno Gala e César.
Treinador: Paulo Ribeiro.
Golos: 1-0, Mauro, aos 70 minutos; 2-0, Sandro, aos 85 minutos.
Acção disciplinar: cartões amarelos para Marco Aço (85 m) e Pistolas (87 m).
Não era um jogo fácil para os marrazenses, como aliás ficou comprovado em determinadas fases do jogo. Não que o Biblioteca tenha efectuado uma partida exuberante, que não fez, mas soube postar-se no campo de forma a dificultar a progressão do seu adversário, tornando-lhe a tarefa muito complicada, sobretudo ao nível dos cortes das linhas de passe.
Apesar disso, reconheça-se, o Leiria e Marrazes foi dono e senhor do jogo, exercendo um domínio territorial inquestionável e plenamente justificativo dos três pontos averbados pelo conjunto orientado por Gonçalo Moleirinho.
Em termos ofensivos que fez a equipa de Valado de Frades? ... tentou, simplesmente, surpreender nos primeiros dez minutos de cada parte, o que foi muito pouco. Vinte minutos num contexto de 90, foi de facto produção parca para o grupo de Paulo Ribeiro que, ainda por cima, perdeu o seu ponta-de-lança (Tropa) logo aos 26 minutos, por lesão.
De resto, muito do jogo foi travado a meio campo, sempre com maior predomínio dos marrazenses que, na primeira parte, desperdiçaram duas soberanas oportunidades de golo, aos 21 e aos 40 minutos, respectivamente por Miguel e Marco (ao poste), pelo que nulo que se verificava ao intervalo já era lisonjeiro para os valadenses.
No segundo tempo, para além dos tais dez minutos iniciais da praxe, o Leiria e Marrazes voltou a pegar no jogo, normalmente sob o comando de Marco, mas denotava alguma improdutividade no último terço do rectângulo. Isto é, dominava mas não conseguia chegar ao golo. Até que aos 70 minutos, numa bola que sobrou no interior da área à guarda de Pistolas, Mauro tentou a sorte e, de calcanhar, abriu o activo. O mais difícil estava feito.
A partir daqui o Biblioteca quis reagir, mas ficou-se pelo mero processo de intenção. A equipa não tinha força para o desdobramento defesa/ataque, pelo que as suas transições acabavam sempre na moralizada defesa dos locais. Melhor ainda, muitas vezes nem sequer ultrapassavam os opositores colocados no meio campo. Indubitavelmente, o golo sofrido ?matou? os valadenses. Muito cedo se adivinhou que os três pontos já não iriam sair de Marrazes, tendência plenamente confirmada quando, aos 85 minutos, novamente numa bola de sobra, Sandro carimbou a vitória.
Em síntese, triunfo inquestionável do Leiria e Marrazes, perante um opositor difícil, mas do qual esperávamos mais ao nível ofensivo.
A arbitragem de Carlos Romão pautou-se pela regularidade. Todavia, terá de chamar a atenção à sua assistente Inês Ferreira, para o facto de não existirem foras-de-jogo quando a bola vem directamente de um lançamento lateral.
Ângelo Gomes (Diário de Leiria)

Futebol distrital de Leiria em números - Dados relativos a 2005-2006

Clubes Filiados - 171
Número de Equipas
- Futebol 11 - 190
- Futebol 7 - 176
- Futsal - 198
Número de Atletas
- Futebol 11 - 4378
- Futebol 7 - 2315
- Futsal - 2650
Número de Jogos
- Futebol 11 - 2150
- Futebol 7 - 1643
- Futsal - 2038
- Futebol de Praia - 6
Número de Dirigentes/Treinadores/Outros Cargos - 2232

Caçadores de Ansião 1 - Meirinhas 0

12ª Jornda da Divisão de Honra Distrital
Campo da Mata em Ansião
Árbitro - Hugo Pires auxiliado por Cristiano Pereira e Tiago
Clube C.Ansião - Pierre, Pokinh, Jorge Fazenda (cap.) , Samuel e Rogério Fazenda, Caló, João Raposo ( Eduardo, 86') , Lima (Bajedas, 72') , Zé da Mota , Pandeca e Marco Brás (João Pedro,80')
Não Utilizados - Marco, Cordeiro, José António e Palhais
Treinador - Paulo Neves
A.R.Meirinhas - Ivo, Claúdio, Gonçalo, Tiago, Dica , Smaine, Alex, João Pinto, João Soares (Leonel,66'), Bruno Antunes e Lourenço
Não utilizados - Fifas, Ortega, José Carlos, Fua, Coimbra e Abel
Treinador - Pedro Ramos
Golo : 1-0 Marco Brás (1')
Disciplina : Cartões amarelos a Marco Brás (15'), Poquinha (42'), Caló (66'), Bakedas (85'), Pierre (86'); Smaine (22') e João Soares (53'). Cartão Vermelho directo a Rogério Fazenda (89')
O C.C.Ansião voltou às vitórias, ao receber e vencer a formação das Meirinhas por uma bola a zero. Voltou a ficar bem expressa a grande eficácia caseira dos locais que em seis jogos no Campo da Mata somam cinco vitórias e um empate.
Passe o exagero podemos dizer que, ao contrário da maioria dos jogos, este não "começou" 0-0 . Ainda não tinha decorrido o primeiro minuto e já Marco Brás fazia balançar as redes do seu opositor.
Não há de facto melhor tónico para uma equipa do que começar uma partida com um golo. Assente nessa vantagem, o C.C.Ansião partiu para uma exibição segura e regular, sem correr grandes riscos, fruto da tranquilidade granjeada com o golo que nasceu de uma jogada à linha, autoria de Zé da Mota, carimbada pelo avançado Marco Brás de cabeça.
As Meirinhas foram sempre uma equipa inconformada mas jamais mostraram capacidade de de importunar seriamente o último reduto ansianense. Apenas no minuto 45, Pierre esteve em apuros, mas a cabeçada de Bruno Antunes saiu ao lado do poste.
Do lado dos da casa e à passagem da meia hora, Pandeca poderia ter elevado o score na marcação de um livre directo, mas a bola embateu na trave da baliza de Ivo.No resto, a primeira metade apenas foi pródiga em lutas "estéreis" a meio-campo.
Na segunda metade os visitantes foram em busca do prejuíso enquanto os locais se retaíram e passaram a ter menos a bola. Em resultado do dom´´inio no jogo logo aos 47' Smaine cabeceia em grande estilo à trave e aos 71' é Lourenço, que, também de cabeça, leva a bola a passar perto do poste da baliza de Pierre. O C.C.Ansião já só chegava á baliza adversária de bola parada e o inevitável Pandeca, novamente de livre, proporciona a defesa da tarde a Ivo aos 79' .
Até final assistiu-se a um domínio inócuo das Meirinhas que não conseguiram furar a defensiva local, mesmo reduzidos a 10 elementos.
Vitória difícil mas justa do C.C.Ansião num jogo bemarbitrado por Hugo Pires e seus pares.
Marco Marques - in Diário de Leiria

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Evolução dos Clubes

A A.F.Leiria está em funções desde a época 89/90. Iniciou-se com 117 clubes federados espalhados por todo o distrito. Tem existido quase sempre um crescimento progressivo, mas sem ser muito exponencial, assim, as últimas épocas têm estes dados:
2000/2001: 132 clubes
2001/2002: 141 clubes
2002/2003: 163 clubes
2003/2004: 166 clubes
2004/2005: 165 clubes
2005/2006: 171 clubes
É importante existir um crescimento, mesmo que pequeno, mas mais importante é que os jovens possam evoluir e ser formados convenientemente. Há clubes que preferem vencer a formar, existem outros que preferem formar do que vencer. Existem diferenças e grandes entre o formar e o vencer, obviamente que se pode conjugar os 2, mas não é qualquer clube que o consegue. Tem de existir um projecto sério, capaz, com uma boa base montada para durar e poder prosseguir com esse mesmo projecto.

domingo, dezembro 10, 2006

1ª Divisão Distrital - 13ª Jornada - Resultados e Classificações

Zona Norte
Resultados
Ilha 5 - Ramalhais 0
Carreirense 0 - Ranha 2
Motor Clube 2 - Arcuda 1
Pelariga 1 - Moita do Boi 0
Alvaiázere 1 - Pousaflores 0
Alegre Unido 3 - Simonenses 0
Cast.Pera 0 - Casal Novo 3
Matamourisca 0 - Avelarense 5
Classificação
1º Avelarense - 31 Pontos
2º Pelariga - 26 Pontos
3º Alvaiázere - 25 Pontos
4º Ilha - 24 Pontos
5ºRanha - 23 Pontos
6º Ramalhais - 23 Pontos
7º Casal Novo - 22 Pontos
8º Motor Clube - 19 Pontos
9º Carreirense - 15 Pontos
10º Arcuda - 12 pontos
11º Moita do Boi - 11 Pontos
12º Cast.Pera - 11 Pontos
13º Matamourisca - 8 Pontos
14º Pousaflores - 6 Pontos
15º Alegre Unido - 5 Pontos
16º Simonenses - 2 Pontos
---------------------------------------------
Zona Sul
Resultados
Unidos 1 (Leandro)- 22 de Junho/Amor 3 (Fabio , Cadete 2)
Outeirense 1 - Vidreiros 1
Ferrel 3 - Vieirense 4
Praia da Vieira 5 - Alfeizerense 0
Santo Amaro 3 - Atouguiense 1
Pilado 7 - Moitense 1
Descansaram: Turquel e Maceirinha
Classificação
1º Maceirinha - 24 Pontos
2º Vieirense - 22 Pontos
3ºVidreiros - 21 Pontos
4º Outeirense - 21 pontos
5º Pilado e Escoura - 20 Pontos
6º Ferrel - 17 Pontos
7º Praia da Vieira - 16 Pontos
8º Santo Amaro - 16 Pontos
9º Atouguiense - 16 Pontos
10º Unidos - 11 Pontos
11º Alfeizerense - 10 Pontos
12º C.R.C.22 de Junho/Amor - 7 Pontos
13º Turquel - 7 Pontos
14º Moitense - 4 Pontos

Divisão de Honra - 13ª Jornada - Resultados e Classificação

Resultados
Marrazes 2 (Mauro e Sandro) - Biblioteca 0
Pedroguense - Alq. Serra (Adiado)
Boavista 1 - U.Serra 3
Gaeirense 1 - Fig.Vinhos 1
Nazarenos 2 - Guiense 2
Ansião 1 - Meirinhas 0
Beneditense 4 - Juncalense 2
Pataiense 1 - Pousos 2
Classificação
1º Marrazes - 27 Pontos
2º U. Serra - 27 Pontos ( - 1 Jogo)
3º Beneditense - 27 Pontos
4º Guiense - 20 Pontos (- 1 Jogo)
5º Ansião - 19 Pontos
6º Biblioteca - 19 Pontos
7º Alq. Serra - 17 Pontos ( - 1 Jogo)
8º Nazarenos - 17 Pontos
9ºJuncalense - 15 Pontos
10º Meirinhas - 13 Pontos
11º Pataiense - 13 Pontos
12º Figueiró dos Vinhos - 13 Pontos
13º Pousos - 11 Pontos
14º Gaeirense - 10 Pontos
15º Pedroguense - 7 Pontos (-1 Jogo)
16º Boavista - 3 Pontos

sexta-feira, dezembro 08, 2006

Clubes do distrito nos nacionais

Decidi fazer uma pequena pesquisa e análise a esta época 2006/2007 e ver as prestações dos clubes do distrito nos nacionais dos vários escalões.


Juniores:
A União de Leiria tem a sua equipa de Juniores no Nacional - Zona Norte. A meu ver a Zona Sul é mais forte e homogénea, mas os clubes da Zona Norte cada vez trabalham melhor a sua formação, algo que em Lisboa e zonas limitrofes se trabalha muito e bem à largos anos.

A União de Leiria à 13ª jornada é 10º classificado com 14 pontos e menos um jogo, como variadas equipas devido ao caso mateus que não permitiu os Juniores do Gil Vicente jogarem no nacional. O 1º classificado é o FC Porto com 28 pontos e o último, o 15º classificado é o Infesta com 6 pontos.

Futuro no Nacional: A União de Leiria está a fazer um campeonato estável para a manutenção e quer-me parecer que o vai conseguir fazer calmamente.


Juvenis:
Beneditense e União de Leiria disputam a Série C do principal campeonato de Juvenis. A União de Leiria, tal como nos juniores está confortavelmente instalada pela meia tabela com 16 pontos à 11ª jornada, já o Beneditense está em último lugar com apenas 3 pontos. O 1º classificado é o Sporting com 29 pontos.

Futuro no Nacional: A União de Leiria confortavelmente irá manter-se no nacional e está a 5 pontos de ir à Fase final, mas não será tarefa fácil porque ser apurado para a fase final é preciso ter muita consistência ao longo da época e parece-me que o União de Leiria ainda não tem essa consistência para poder lutar ombro a ombro com Belenenses, Estrela da Amadora, Cultural ou Alverca, mas, a ver vamos.
Já o Beneditense parece ter a sua sentença lida. Com apenas 3 pontos e no último lugar da classificação, resta poder olhar para cima e lutar f-d-s a f-d-s por bons resultados, exibições e ir amealhando o máximo de pontos possíveis. Em penúltimo está o Entroncamento com 7 pontos, ou seja 4 pontos a mais que o Beneditense.


Iniciados:
É sem dúvida o Escalão com mais clubes do distrito a lutar nos nacionais. Fruto também, de ser o escalão com mais séries. União de Leiria, Caldas, SL Marinha e Vieirense são os clubes a representar o distrito. A União de Leiria está muito bem lançada para seguir à fase seguinte, faltando ainda muitos jogos é certo. Em 2º lugar a União de Leiria com 28 pontos, tendo 1 a menos que o primeiro classificado, a Académica. Em 6º lugar encontra-se o Caldas depois de uma má entrada no nacional, parece que até lhes fez bem entrar com o pé esquerdo, tendo feito já brilhantes resultados, inclusivé fora de casa. Está em 6º com 17 pontos. Em 8º está o SL Marinha com 14 pontos e em 9º o Vieirense com 11 pontos. Em 12º lugar e último está a Ac. Fundão com 6 pontos após 12 jornadas decorridas.

Futuro no Nacional: A União de Leiria irá disputar um lugar na fase final e pode muito bem fazê-lo. Já o Caldas está bem embalado para poder assegurar o seu lugar no Nacional para a próxima época enquanto SL Marinha e Vieirense esperam fazer o mesmo, mas provavelmente com mais dificuldades.

Bom resto de época a todas estas equipas e estaremos atentos ao desenrolar do campeonato de cada uma delas.

Atouguiense 5 - Unidos 2

11.ª Jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão Série Sul
Campo de Jogos do Grupo Desportivo Atouguiense
Árbitro: Rui Figueiredo

G.D. Atouguiense: Augusto; Sousa(c); Luis (Mata aos 60m); Ganhão; Constantino; Michael (Vando II aos69m); David (Kafanfa aos 14m); Tiago; João Nuno; João Russo; Pasteleiro
Suplentes não utilizados: Sérgio; Super
Treinador: Leiria
Delegados: Ricardo; Caju
Massagista: Agostinho
.
GDCR Unidos: Cristiano (Bruno aos 65m); Sérgio; Joel (c); Énio (Hélder ao Int.); Edi; Pedro Miguel; João Paulo (Nuno aos 73m); Fábio Leandro; Tiago Bom; Mário
Suplentes não utilizados: Hugo
Treinador: Mário Rui

Disciplina: Cartões amarelos a Joel (21m); João Paulo (38m); Énio (45m); Pasteleiro (51m); Tiago Bom (69m)
Marcadores: João Russo (8m); Kafanfa (19m, 23m e 60m); Michael (56m); Mário (74m) e Leandro (91m)
Ao intervalo: 3 – 0

Resultado justo

Numa partida entre duas equipas que estavam classificadas a meio da tabela e que queriam ganhar para não se distanciarem dos seus directos adversários, a expectativa era de um jogo equilibrado, mas tal não veio a acontecer, porque o Atouguiense foi nitidamente superior em todos os aspectos.
Entrou forte a equipa do Atouguiense a fazer uma pressão muito alta que quase não deixava jogar a equipa dos Unidos o que deixou os jogadores algo desorientados. A pressão foi tal que deu frutos à passagem do minuto 8 após a marcação rápida de um livre a meio campo em que Constantino viu e desmarcou João Russo que mesmo com a pressão de um defesa contrário, aguentou a carga e rematou rasteiro e colocado inaugurando o marcador.
Este golo intranquilizou a equipa dos Unidos e não foi de estranhar que aos 19 minutos o recém entrado Kafanfa, após boa jogada pela direita, fintou o guardião Cristiano e aumentou a vantagem.
Nesta altura os jogadores dos Unidos quase não faziam outra coisa que contestar algumas das decisões do jovem árbitro Rui Figueiredo, por este não assinalar algumas faltas favoráveis à equipa do Casal dos Claros. Alguns destes protestos têm toda a razão de o ser, mas vá-se lá perceber o porquê da atitude deste jovem árbitro.
Apesar de não estar a ser um jogo muito bem jogado o Atouguiense jogava de forma prática e convertia 3 das oportunidades que teve. Até ao intervalo foi gerindo o resultado, ao passo que a equipa dos Unidos nunca conseguiu incomodar verdadeiramente o guardião Augusto que era quase um mero espectador.
A segunda parte começa tal como acabou a primeira, mas com a equipa dos Unidos um pouco mais ousada e de vez em quando conseguia chegar à área do Atouguiense o que obrigava a defesa e o guarda-redes caseiros a uma atenção mais redobrada.
Aos 56 minutos, desta vez após jogada pela esquerda e desvio de Kafanfa ao primeiro poste, Michael aparece na pequena área a empurrar para golo, batendo o desamparado Cristiano.
Volvidos 4 minutos o endiabrado Kafanfa volta a fazer das suas e após uma jogada pela direita, já dentro da área faz um chapéu a Cristiano, conseguindo assim um golo de belo efeito.
O Atouguiense ia tirando partido das facilidades concedidas pela equipa adversária e não aumentou a vantagem no marcador por demérito dos seus jogadores em particular duas perdidas de Sousa que à boca da baliza enviou por cima e também por mérito do adversário, essencialmente do recém entrado Bruno que substituiu Cristiano ao 65 minutos e que por duas vezes negou dois golos certos a Pasteleiro, primeiro numa recarga a uma jogada algo confusa dentro da área e depois num cabeceamento após cruzamento da esquerda a efectuar a defesa da tarde.
Os Unidos nunca desistiram de alcançar o seu tento de honra e conseguiram o primeiro à passagem do minuto 74 por intermédio de Mário que aproveitou um desentendimento entre o central Sousa e guarda redes Augusto já fora da área e intromete-se, ganha o ressalto e marca com a baliza deserta.
O segundo golo nasce já nos descontos depois de um ataque pela direita, Leandro isola-se e à saída de Augusto efectua-lhe um chapéu do qual resulta um golo de belo efeito.
Quanto ao trabalho do árbitro Rui Figueiredo, pode-se dizer que certamente que não esteve ao seu melhor nível, pois teve algum desacerto no aspecto técnico e disciplinar, essencialmente na primeira parte, sendo algumas vezes também mal auxiliado pelos seu assistentes, mas sem intervenção directa no resultado final.Acaba por ser um resultado justo face às muitas ocasiões criadas e conseguidas pela equipa do Atouguiense que apesar de não ter feito um grande jogo, foi sempre mais equipa e demonstrou mais união e coesão dentro das quatro linhas.
Por Luis Sousa (Xuxa)

quinta-feira, dezembro 07, 2006

Distrital de Honra - Juniores - 6ª jornada

Disputou-se este f-d-s a 6ª jornada do Distrital de Honra em Juniores.
Destaques para a 1ª derrota do Caldas, depois da perca dos primeiros pontos na 5ª jornada, da boa campanha do Portomosense e do Beneditense que só soma vitórias, tendo um jogo a menos. Uma nota positiva também para o Alcobaça que parece ter despertado fazendo 4 pontos de 7 nestas duas últimas jornadas.

Resultados da 6ª jornada:
Nazarenos 2 x Beneditense 4
SL Marinha 3 x Peniche 2
Pousos 3 x Bidoeirense 1
Alcobaça 2 x Marrazes 0
Bombarralense 1 x Caldas 0
Sto Amaro 0 x Portomosense 3

Classificação à 6ª jornada:
1º - Portomosense - 6 J - 16 Pts
2º - Beneditense - 5 J - 15 Pts
3º - Caldas - 6 J - 13 Pts
4º - Bombarralense - 6 J - 10 Pts
5º - SL Marinha - 6 J - 10 Pts
6º - Pousos - 6 J - 7 Pts
7º - Alcobaça - 6 J - 7 Pts
8º - Peniche - 5 J - 6 Pts
9º - Marrazes - 6 J - 6 Pts
10º - Bidoeirense - 6 J - 6 Pts
11º - Nazarenos - 6 J - 3 Pts
12º - Sto Amaro - 6 J - 3 Pts

Futebol Distrital de Luto

Faleceu hoje o Presidente da Direcção do Recreio Pedroguense, Exmo. Sr. Paulo Palheira, facto que motivou o adiamento de todos os jogos onde o mesmo Clube intervinha.Em todos os jogos do Campeonato Distrital da Divisão de Honra deste fim de semana Futebol de 11 será efectuada a cerimónia de um minuto de silêncio.O blog Futebol Distrital de Leiria e todos os seus colaboradores apresentam ao Clube e familiares sentidas condolências.

70º Aniversário S.C.L.Marrazes

O Marrazes comemorou no passado sábado o seu 70º aniversário. Oportunidade para ouvir o seu presidente, Paulo Clemente:
O Marrazes fez 70 anos no passado dia 2. Na mesma semana foi anunciado o início da Aldeia do Desporto pela Junta de Freguesia. Este projecto é importante para o clube?Sem dúvida que é. Com as infra-estruturas vamos poder ter melhores condições e vamos melhorar em termos técnico, além de conseguirmos chamar mais atletas ao clube.
Com este projecto da Aldeia do Desporto cai por terra a construção de um relvado sintético no actual campo?Sim. Os sócios chegaram à conclusão que o futuro do clube passa pela Aldeia do Desporto. Só assim é possível levar este projecto para a frente, que vai ser bom não só para o Marrazes como para toda a freguesia. Quais são os objectivos para os próximos anos?Temos perto de 1.500 sócios e queremos atingir os 2.000. Com as novas infra-estruturas passamos a ter condições para receber mais atletas e também vamos trabalhar neste aspecto. Actualmente temos cerca de 400, mas penso que podemos crescer até aos 500.

quarta-feira, dezembro 06, 2006

Paulo Sousa convoca João Guerra

O Seleccionador Nacional de Sub-16, Paulo Sousa convocou 26 jogadores para um Estágio da Selecção Nacional nos dias 12 e 13 de Dezembro no Estádio Nacional.

O SL Marinha teve um atleta seu seleccionado. João Guerra vai estagiar com a Selecção Nacional.
As equipas Leirienses presentes no Nacional do seu escalão têm os olhos postos nelas.

Sub-18 - Fase Zonal "T. M.Quaresma"

De 17 a 19 de Novembro os Sub-18 para representar a Selecção da AFLeiria deslocaram-se à Guarda para o Torneio "Manuel Quaresma" na sua fase Zonal.

A AFleiria defrontou a AFGuarda e perdeu por 2-1, ganhando nos penalties por 4-2, defrontou também a AFPortalegre e empatou 2-2.

Penso que os penalties foram só para os primeiros jogos das equipas no caso de haver empates em casos pontuais. Pelas minhas contas, a Selecção da AFLeiria ficou em 3º nesta fase de grupos, mas pelos resultados podemos ver que os jogos foram certamente bem disputados e com jogos sempre equilibrados.

Como nota final ficam os convocados para este torneio[os da foto] e os seus respectivos clubes:
André Perre - A.Beneditense C.D.
João Boa Vida - A.C.Avelarense
Paulo Pintor - A.C.Marinhense
Nuno Sobreiro e João Camacho - Caldas SC [2]
Tiago Batalha - G.D. "Os Nazarenos"
Miguel Maia - I.D.Vieirense
Ricardo Cadete - S.L. Marinha
João Pereira, Ludovic, João Rafael, Luis Carlos, Ricardo Viralhada, Timmi Pollard, Carlos Inácio, Airton Chora, Sérgio Neves e Emanuel - U.D. Leiria
[10]

Campo sem condições? Frio, chuva?

Ontem ia e fui dar treino aos miudos. A 30 minutos de começar o treino recebo um telefonema de um director a dizer que os Escolas não iam treinar e provavelmente os Iniciados também não. A razão era simples, o campo estava mau, havia muita chuva e frio durante o dia/previsão para a noite.
A minha resposta foi que iria ao treino, nem que seja para falar com eles 10 minutos[algo que já tinha planeado].

Quando cheguei e passado pouco tempo tinha 70% dos meus jogadores prontos para treinar. Os Escolas já se tinham ido embora, os Iniciados não foram treinar. Os directores ainda insistiram que não havia condições, os miudos olharam para o campo, foram ligar as luzes e buscar 2 bolas. Fantástico pensei eu. Dei-lhes uma pequena palestra em relação ao nosso próximo jogo, ao futuro da equipa e apresentei-lhes alguns dados estatisticos.

E lá fomos treinar, mesmo com o campo razoavelmente mau mas permitia treinar, com muito frio e chuva de quando em vez.
Ter miudos destes vale bem mais que vitórias que ao nível da formação são importantes, mas não é o fundamental para os treinar.

terça-feira, dezembro 05, 2006

Futebol Formação

Viva,
A partir de hoje começo a ajudar este excelente blog. A minha ajuda e colaboração será sobretudo nas camadas jovens e futebol formação do distrito. Como treinador de uma equipa de Sub-12, poderei dar mais informações e noticias das séries que melhor conheço, mas, não vou descurar Escolas, Iniciados, Juvenis ou Juniores, até porque, de quando em vez vou assistindo uns jogos aqui e ali.

Espero que possa engradecer o blog com a minha ajuda, no que puder tirar as dúvidas a quem as tenha e noticiar sempre que possa ou saiba o que se passa pelo nosso distrito em relação às camadas jovens.

Nota: Irei tentar noticiar de Norte a Sul do distrito, mas o meu conhecimento é mais na zona de Caldas da Rainha e zonas limitrofes e, obviamente os grupos dos clubes de toda a zona abragente.

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Pousos 1 - S.C.L.Marrazes 1

Num derbie concelhio de Leiria, o Grap/Pousos impôs um empate ao líder Marrazes a uma bola, num encontro bem disputado. A formação dos Pousos entrou a todo gás no encontro e logo aos dois minutos, da sequência de um erro defensivo, Nelson inaugurou o marcador para a equipa da casa.Após o golo, a equipa de Gonçalo Moleirinho reagiu e assumiu as despesas do jogo, mas em contra-ataque a formação da casa, poderia ter aumentado a contagem. No segundo tempo o Marrazes assumiu novamente jogo e partiu para cima do seu adversário, em busca da igualdade. Apesar das vários oportunidades, apenas Lagoa conseguiu facturar, num cabeceamento à boca da baliza.O resultado acaba por aceitar-se dado que apesar do maior domínio do Marrazes, o conjunto dos Pousos bateu-se bem e tentou sempre incomodar o sector defensivo da equipa adversário.

domingo, dezembro 03, 2006

C.R.C 22 de Junho/Amor 3 - Outeirense 3

11ª Jornada da 1ª Divisão - Série Sul
Campo do C.R.C. 22 de Junho/Amor
Árbitro - José Salgueiro
C.R.C. 22 de Junho/Amor - Hugo , Miguel (Cap.)(Fábio 60 m.), Jorge Grácio , H.Confraria , R.Confraria , Silvio , A.Carvalho , Marco, R. Carmo (Nelo 33 m.) , Ivan (Cadete 33 m.) e Wilson
Suplentes não utilizados - David , Abreu
Treinador - Fernando Gil
Massagista - Fernando Inácio
Delegado - Dinis Matias
Outeirense - Micas , Pailé , P.Fortunato , Sandro Lavos, Serginho, Daniel , Rui Lobo , João Portugal ( Hugo Vicente 75 m.) , Chedas , Telmo ( Cap.) (Nemo 66 m.) e Kewin (Mulato 82 m.)
Suplentes não utilizados - Rui Pires e Telmo Baroso
Treinador - Chavinha
Adjunto - Rui Botas
Acçao Disciplinar - amarelo - 38 m. Telmo e 83 m. Rui Lobo
Ao intrevalo - 0-2
Este era um jogo de elevadas expectativas. Apesar da enorme distância pontual entre as equipas, este é um jogo entre duas equipas vizinhas, e esperava-se com curiosidade ver se se confirmava a melhoria da equipa de Amor nos últimos jogos.
O jogo começou equilibrado, com muita luta no meio campo e com as equipas a chegarem poucas vezes com perigo às áreas adversárias. O primeiro lance propriamente de perigo deu-se aos 18 m., com Chedas a aproveitar uma falha de Marco e a rematar com algum perigo para uma boa defesa de Hugo. Um minuto depois, o mesmo Chedas voltou a provocar perigo, num lance em que o guardião do Amor facilitou um pouco, Chedas criou perigo, mas o remate saí desenquadrado com a baliza. Aos 21 m. , o irrequieto Telmo, ganha espaço e remata com algum perigo para a baliza amorense. Começava o Outeirense a criar bastante perigo e foi naturalmente que chegou ao 0-1 , aos 36 m. , num bom golpe de cabeça de Sandro Lavos, após um canto marcado por Serginho. Por esta altura já o treinador da equipa da casa tinha feito duas substituições, tirando Wilson e R.Carmo, e tornando o Amor uma equipa mais rápida no ataque . No entanto , aos 44 m. , e num lance quase tirado a fotocópia do primeiro, mas do lado oposto, Rui Lobo bate um canto e Telmo cabeceia para o 0-2, com que se chegou ao intrevalo. Sem nunca ter imposto um domínio esmagador, este era um resultado que se aceitava ao intrevalo, pois a equipa do Outeirense foi sempre mais perigosa e foi muito mais prática.
A segunda parte começou tal como a primeira, equilibrada, mas a notar-se um Amor mais atrevido e não foi de estranhar que aos 55 min., Cadete , após uma boa jogada colectiva , tenha feito o 1-2 e relançando novamente a partida. A partir daí pensava-se que o Amor iria carregar para chegar ao 2-2 e assim foi, mas foi o Outeirense quem chegou ao 1-3 num lance que deixou algumas dúvidas. Rui Lobo fez o 1-3 , na marcação de um livre directo que deixou algumas dúvidas da sua existência e no qual dá a sensação do guarda-redes do Amor ser mal batido. A ganhar por 1-3 pensava-se que o Outeirense já não deixaria fugir esta vitória, mas o Amor reagiu bem e foi em busca do golo. Aos 70 m., Cadete após uma boa jogada leva a bola a bater no poste e dois minutos depois, Fábio marca o 2-3 e lança mais uma vez a discussão do jogo. O Amor continuou a carregar, mas também a abrir mais espaços e o golo podia acontecer em qualquer baliza. E foi mesmo já em cima da hora, aos 88 m. que o Amor chegaria ao 3-3 , na sequência de um canto , onde Nemo, num lance infeliz, marca na sua própria baliza num mau alivio.
Este acaba por ser um resultado justo, pois se na primeira parte o Outeirense foi sempre superior, na etapa complementar o Amor foi em busca do prejuíso, lutou muito e deu ideia de um certo comodismo da equipa do Outeiro da Fonte, que foi assim castigada com a perca de 2 pontos mesmo em cima do apito final . Boa arbitragem.

Arcuda 3 - Carreirense 4

11ª Jornada da 1ª Divisão Distrital - Série Norte
Campo: Estádio Vale das Éguas.
Árbitro: José Principe auxiliado por Paulo Ferreira e Eduardo Seco

Arcuda: Pedro, Hélder Silva (Jopinha 75 m.), Beto Malho, André Malho, Rodinhas, Miguel (Deco 85m.), Micha, Dinis Maurício, Igor, Wilson (Paulo 44m.) e Stephane.
Suplentes não utilizados: Chipanga, Bruno e Tó-Zé.
Treinador: Fernando Neves

Carreirense: Pedro, Esperança, Rui, Telmo, Joca, Ricardo (Nuno Bento 90 m.), Cristofe, Nélson, João Paulo, Pragosa (Nuno 92 m.) e Marco (João Nuno 80 m.)
Suplentes não utilizados: José Gaspar e Mário
Treinador: Manuel Domingues

Disciplina: Cartão amarelo para Dinis Maurício (26 m.), Beto Malho (90 m.) e Jopinha (94 m.) do Arcuda e Cristofe (25 m.), Rui (47 m.), Esperança (85 m.) e João Nuno (89 m.) do Carreirense
Resultado ao Intervalo: 1-1
Resultado Final: 3-4

Num encontro entre duas equipas a meio da tabela a precisar de vencer para não deixar fugir os seus adversários directos, esperava-se um jogo equilibrado e, em termos de golos, foi o que realmente aconteceu, apesar de, em jogo corrido, a equipa da casa ter sido claramente superior. Aos dez minutos da partida, a equipa da Carreira abriu o activo. Falta de Wilson na direita. Nélson cobrou, em género de canto, Pedro defende mas não agarra e Pragosa aproveita para marcar o primeiro do jogo. O Arcuda reagiu bem, empurrando a equipa forasteira para o seu meio-campo. Igor, aos 20?, cria a primeira oportunidade, rematando com a bola a passar muito perto do alvo. Bastaram dois minutos para Dinis Maurício corrigir a pontaria e igualar a partida, com um grande golo fora de área. À passagem dos 35?, Stephane rematou cruzado mas ninguém apareceu para virar o resultado. No minuto seguinte, Rui conseguiu tirar a bola a Igor quando este ia rematar perigosamente. Antes do intervalo, mais duas ocasiões de golo desperdiçadas pelos locais. Primeiro, é o chapéu de Igor que fica curto, e depois é o remate do recém entrado Paulo que levou pouca força. O segundo tempo começou com a reviravolta albergariense. Miguel, fora de área, enche o pé e faz o 2 a 1. Aos 50?, grande jogada de Paulo na linha de fundo, a cruzar e Igor, em esforço, a rematar e a enviar a bola ao poste. Contudo, dez minutos depois, Stephane isola-se na esquerda e, frente a Pedro, não perdoa, marcando o terceiro. A equipa do Carreirense tentava atacar mas a defensiva local não dava hipóteses. Todavia, são os forasteiros que, de livre directo cobrado por João Paulo, que conseguem reduzir para 3 a 2. O Arcuda teve, de seguida, algumas hipóteses para ?matar? o jogo, mas quem marcou foram novamente os visitantes. Cruzamento da esquerda para a pequena área, a defesa local não consegue sacudir e Pragosa aproveita para bisar, aos 86?. Aos 90?, balde de água fria para a equipa do Concelho de Pombal. João Paulo, a meio do meio campo, marca um livre directo, forte, e consegue virar o resultado novamente, fixando-o num 4 a 3 final.

Adelino Malho - www.oderbie.com

1ª Divisão Distrital - 11ª Jornada - Resultados e Classificações

Série Norte
Resultados
Ilha 1 - Ranha 0
Arcuda 2 - Carreirense 4
Moita do Boi 0 - Motor Clube 3
Pousaflores 0 - Pelariga 1
Simonenses 1 - Alvaiázere 3
Casal Novo 2 - Bajouca 2
Avelarense 1 - Cast. Pera 0
Ramalhais 1 - Matamourisquense 1
Classificação
1º-Avelarense 28 Pontos (-1jogo)
2º- Pelariga 23 Pontos (-1jogo)
3º-Ramalhais 23 Pontos
4º- Alvaiázere 22 Pontos
5º-Ilha 21 Pontos (-1 Jogo)
6º- Ranha 20 Pontos
7º-Casal Novo 19 Pontos
8º-Motor Clube 16 Pontos
9º-Carreirense 15 Pontos
10º-Arcuda 12 Pontos (-1jogo)
11º-C.Pêra 11 Pontos (-1jogo)
12º-M.Boi 11 Pontos
13º-U.Matamourisquense 8 Pontos (-1jogo)
14º-Pousaflores 6 Pontos
15º-Simonenses 2 Pontos
16º -A.Unido 2 Pontos
Série Sul
Resultados
Vieirense 3 - Turquel 0
Vidreiros 1 - Ferrel 0
22 de Junho/Amor 3 (Cadete , Fábio e Nemo p.b)- Outeirense 3 (Sandro, Telmo e Rui Lobo)
Atouguiense 5 - Unidos 2
Alfeizerense 1 - Santo Amaro 0
Moitense 1 - Praia da Vieira 4
Descanasaram - Maceirinha e Pilado
Classificação
1º Maceirinha - 24 Pontos ( 10 Jogos)
2º Vidreiros - 20 Pontos ( 9 Jogos)
3º Outeirense - 20 Pontos (9 Jogos)
4º Vieirense - 19 Pontos ( 9 Jogos)
5º Ferrel - 17 Pontos ( 10 Jogos)
6º Pilado - 17 Pontos (9 Jogos)
7º Atouguiense - 16 Pontos ( 9 Jogos )
8º Santo Amaro - 13 Pontos ( 9 Jogos )
9º Praia Da Vieira - 13 Pontos ( 9 Jogos)
10º Unidos - 11 Pontos ( 10 Jogos)
11º Alfeizerense - 9 Pontos ( 10 Jogos )
12º Turquel - 4 Pontos ( 11 Jogos)
13º Moitense - 4 Pontos ( 10 Jogos)
14º C.R.C 22 de Junho /Amor - 4 Pontos ( 9 Jogos)

Divisão de Honra - 11ª Jornada - Resultados e Classificação

Resultados
Figueiró 3 - Boavista 3
Guiense 2 - Gaeirense 0
Alq. Serra 0 - Nazarenos 0
Meirinhas 2 - Pedroguense 1
Juncalense 1 - Ansião 0
Biblioteca 2 - Beneditense 2
Pousos 1 - Marrazes 1 (Lagoa)
União da Serra 1 - Pataiense 1
Classificação
1º S.C.L.Marrazes 24 Pontos
2º União da Serra 24 Pontos ( -1 jogo)

3º Beneditense 24 Pontos
4º Biblioteca 19 Pontos
5º Ansião 19 Pontos
6º Guiense 19 Pontos ( - 1 Jogo )
7º Alq.Serra 17 Pontos
8º Nazarenos 16 Pontos
9º Pataiense 13 Pontos
10º Meirinhas 13 Pontos
11º Figueiró dos Vinhos 12 Pontos
12º Juncalense 12 Pontos
13º Gaeirense 9 Pontos
14º Pousos 8 Pontos
15º Pedroguense 7 Pontos
16º Boavista 3 Pontos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook