Booking.com

terça-feira, maio 21, 2013

Seniores : GD Pelariga derrota Lisboa e Marinha

Campo Dinis dos Pinheiros, na Pelariga
Árbitro: José Pereira, assistido por Ricardo Carreira e Joni Correia
Assistência: cerca de 80 pessoas
.
GD Pelariga 2
Treinador: Ricardo Silva
João Matias, Jimmy, João Gonçalves (Fábio Roxo, 89m), Nélson, Paulito, Fábio Pereira, Henrique (Damien, 72m), Eduardo Marto (Bruno Ferreira, 83m), Bajedas e Felipe.

Sl Marinha 0
Treinador: Vítor Duarte
Nuno Rodrigues, Simão, Edgar, Tiago André, João Paz (João Roldão, 53m), Joaquim Pedro, Nando (Roslan, 79m), Nuno Santos, Diogo Marques , Figueiredo (Jorge, 69m) e JP.
.
Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Eduardo Marto (12m e 58m)
Acção disciplinar: Amarelo a Joaquim Pedro (25m), Felipe (34m), Edgar (37m), Bajedas (56m). Vermelho por acumulação a Felipe (64m).
.
Num jogo nem sempre bem disputado, a Pelariga derrotou o Lisboa e Marinha por 2-0. A figura do encontro foi o médio Eduardo Marto, que apontou os dois golos do encontro.
Os primeiros minutos da partida foram equilibrados, até que ao minuto 13 a Pelariga chegou ao golo por Eduardo Marto, que perante Nuno Rodrigues inaugurou o marcador.
O golo foi muito contestado pelo banco do SL Marinha, dado que o jogador do SL Marinha marcou rapidamente a falta com a bola a bater no jogador da Pelariga que estava perto do lance. José Pereira mandou seguir a jogada.
Reagiu o Lisboa e Marinha, com Nando a estar perto do golo. A meio do primeiro tempo foi a vez de Edgar ter oportunidade de marcar, mas não teve discernimento para bater o guarda-redes João Matias.
Nesta fase era a formação de Vítor Duarte que estava com sinal mais no encontro, mas sem conseguir marcar. O intervalo chegou e o resultado era lisonjeiro para a Pelariga, dado que as melhores oportunidades pertenceram ao seu adversário.
No segundo tempo entraram melhor os locais e, nos primeiros dez minutos, esteve com sinal mais na partida. Nesta fase, o avançado Diogo Neves esteve muito perto do golo, mas perante Nuno Rodrigues foi demasiado perdulário. Aos 58 minutos, Eduardo Marto chegou ao 2-0 na transformação de um livre direto. Seis minutos depois, a Pelariga ficou reduzida a dez elementos por expulsão de Felipe.
Até final, o SL Marinha dispôs de três oportunidades para marcar, mas algum azar e João Matias impediram o golo dos visitantes. Na parte final do encontro teve lugar a despedida emotiva do defesa-central João, que saiu do campo emocionado sob um forte aplauso da massa associativa.
José Pereira realizou uma má arbitragem. Na primeira parte esteve desastrado, melhorou um pouco no segundo tempo. Decisão duvidosa ao expulsar Felipe por simulação, quando nos pareceu haver razão para a marcação de uma grande penalidade.
O defesa João Gonçalves despediu-se dos relvados.

 Cid Ramos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook