Booking.com

quinta-feira, março 20, 2014

Seniores : Bis de Héber dá vitória ao AC Marinhense

Num fraco jogo de futebol, com muitas paragens e quezílias, o AC Marinhense impôs-se à equipa da Moita do Boi por 2-1 e conquistou assim três importantes pontos na luta pela fuga à despromoção.
 21ªJornada da Divisão de Honra
Campo da Portela, na Marinha Grande
Árbitro: José Oliveira
Assistentes: Rúben Rebelo e Hélio Baptista
Espectadores: 120
AC Marinhense 2 – Moita do Boi 1
 .
AC Marinhense 2: Pedro Duarte (Cap.), David Nascimento, René, Figueiredo, Cláudio, Leandro Falé (Marcelo, 82 min.), Amaro (Marco Brás, 90+ 5 min.), Timmie, Testas (Nando, 64 min.), Héber, Ari
Não Jogaram: Rúben Lopes, Marco Azenha, João Gomes, Edgar
Treinador: Marco Aurélio
Adjunto: Pimenta
 .
Moita do Boi 1 : Emanuel, Paulito, Fábio Parracho, Fábio Ferreira, Sandro, Pato (Zé Pedro, 45 min.), André Magalhães, Micael (Cap.) (Dani, 62 min.), Calixto (Ruizinho, 70 min.), Jô, David
Não Jogaram: Prancha, Caizeres, Rafael, Fred
Treinador: João Pereira
Adjunto: Kévin
Delegado: Marco Gomes
.
Ao Intervalo: 2-0
Resultado Final: 2-1
Marcadores: 1-0 Héber (10 min.), 2-0 Héber (11 min.), 2-1 Jô (90+2 min.)
Acção Disciplinar: Amarelo a Cláudio (40 min.), Timmie (44 min.), Amaro (69 min.), Héber (70 min.), Dani (83 min.), Ari (90+4 min.), Testas (90+5 min.), David Nascimento (90+5 min.). Marco Gomes foi expulso do banco de suplentes.
 .
Em mais um jogo da Divisão de Honra de futebol, o AC Marinhense recebeu e venceu a equipa da Moita do Boi por 2-1.
E melhor início de jogo não se podia pedir aos comandados de Marco Aurélio, que aos 12 minutos, e aproveitando algum desnorte defensivo momentâneo da equipa da Moita do Boi, já venciam por 2-0, com o rapidíssimo Héber a bisar, em dois lances plenos de oportunidade. Em desvantagem no marcador, a equipa da Moita do Boi tentou reagir, e principalmente através do inconformado Jô, ia procurando alterar o rumo dos acontecimentos. Ainda assim, tardava em conseguir traduzir essa reacção em lances de perigo, e o AC Marinhense lá ia conseguindo controlar o jogo.
Para a 2ªParte a equipa da Moita do Boi intensificou ainda mais a sua pressão ofensiva, mas apesar disso, tardava em conseguir concretizar em golo algumas das boas oportunidades que ia criando. Com a equipa balanceada para o ataque, também o AC Marinhense ia aproveitando, para lançar perigosos contra-ataques através dos rapidíssimos Héber e Ari, mas o marcador teimava em não se alterar. Aos 79 min., depois de um lance de desentendimento entre Emanuel e Fábio Parracho, Nando, sem qualquer oposição, falha de uma forma escandalosa aquele que seria o 3-0 para o AC Marinhense. Até que já em cima do tempo regulamentar, e na marcação de uma grande penalidade, algo discutível, o inevitável Jô faz o 2-1 para a equipa da Moita do Boi e fixa assim o resultado final.

Quanto a arbitragem de José Oliveira e seus pares, num jogo em os jogadores também não facilitaram, teve uma tarde em que acumulou muitos erros, alguns deles relevantes. Pareceu-nos claro que ficou uma grande penalidade por marcar a favor da Moita do Boi, por falta sobre David, assim como a grande penalidade marcada a favor da Moita do Boi, deixou algumas dúvidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook