Booking.com

terça-feira, novembro 04, 2008

Anthony brilha e dá vitória ao Arcuda

Arcuda 2-Moita do Boi 1

Campo: Estádio Vale das Éguas.
Árbitro: Quintino Ribeiro auxiliado por Rui Marques e Daniel Nicolau

Arcuda: Luis, André, Dinis Maurício, Beto Malho, Alex, Capão (Marcelo, 61’), Igor, Anthony, Neves, Kikas (Stephane, 20’) e Dádá (Mocas, 80’).
Suplentes não utilizados: Bruno Valente, Rodinhas, André Malho e Bruno Fonseca.
Treinador: Carlos Jorge

Moita do Boi: Artur, Elton, Lino, Micael, Giló, J. Pedro, Marco (Beto, 80’), Fred, Gonçalo, Zé (Nélson, 80’) e Júlio.
Suplentes não utilizados: Cristiano, João Carvalho, Ricoró e Hugo.
Treinador: Carlos Ferreira

Disciplina: Cartão amarelo para Dádá (23’), Neves (56’), Dinis Mauricio (70’), Anthony (81), Alex (91’) e Marcelo (95’) do Arcuda e para Micael (26’), Gonçalo (36’), Júlio (38’), Marco (60’), Zé (78’) e Elton (95’) da Moita do Boi.. Vermelho directo para Gonçalo (70’)

Resultado ao Intervalo: 1-0
Resultado Final: 2-1
Marcadores: 1-0, Anthony (1’); 2-0, Anthony (75’); 2-1, Giló (86’).

Arcuda e Moita do Boi defrontaram-se na I Eliminatória da Taça Distrital, num derbie concelhio nem sempre bem jogado, proporcionando um fraco espectáculo futebolístico. Entrou melhor no jogo a equipa da casa e logo no primeiro minuto, Anthony fez o 1-0 a concluir um cruzamento na esquerda de Igor. O Arcuda balanceava-se para o ataque e aos 14’, Kikas envia a bola ao poste da baliza de Artur, na conversão de um livre directo. Do outro lado, Júlio não quis ficar atas e pouco tempo depois, envia também a bola ao poste do guardião Luis. Aos 23’, e já depois da substituição forçada de Kikas devido a grave lesão no joelho esquerdo, Dádá é derrubado dentro da área da Moita do Boi, mas o árbitro admoestou o jogador albergariense por suposta simulação. O jogo tornou-se muito disputado a meio-campo e até ao intervalo, só Giló e Dádá poderiam ter alterado o marcador, mas tal não aconteceu.Na segunda parte, a equipa de Carlos Ferreira entrou mais agressiva que o seu adversário, tentando a reviravolta no marcador. Aos 53’, Júlio fez grande remate para boa defesa de Luis, mas quem acabou por marcar foi a equipa da casa novamente por Anthony, num forte remate de fora da área sem hipóteses para Artur. A partida encontrava-se repartida entre as duas áreas, e já perto do final, Giló fez o 1-2, na cobrança de um livre directo longe da baliza, um golo já merecido para a equipa da Moita do Boi mas com culpas para o guarda-redes Luis.A turma de Carlos Jorge segue assim em frente na Taça, enquanto que a Moita do Boi deverá também passar à segunda eliminatória, sendo muito provavelmente uma das sete equipas repescadas.O árbitro Quintino Ribeiro esteve bem tecnicamente, havendo poucas dúvidas na grande penalidade não assinalada sobre Dádá (23’), mas não tão bem ao nível disciplinar, prejudicando assim as duas equipas.

Adelino Malho - O Derbie

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook