Booking.com

segunda-feira, julho 01, 2019

UD Leiria: “A SAD nunca respeitou as suas obrigações para com o clube”

O presidente da UD Leiria acusa a administração da SAD unionista de nunca ter respeitado “as suas obrigações para com o clube”, devendo “mais de 200 mil euros” à entidade que preside.
As declarações de Nuno Cardoso surgem no seguimento do comunicado da UD Leiria SAD - tornado público no passado domingo -, em que organismo presidido por Alexander Tosltikov mostrou o seu descontentamento pelo facto de o clube ter ‘reivindicado’ a equipa de juniores para a sua alçada, isto depois de quatro anos sob gestão administrativa e financeira da SAD.
“Mesmo não sabendo quais as intenções da direcção do clube e qual a estratégia que têm para o escalão de juniores, temos que aceitar e respeitar a decisão”, pode ler-se no comunicado da SAD, que ‘caiu mal’ no seio dos directores do clube.
Contactado pelo Diário de Leiria na segunda-feira, Nuno Cardoso não quis responder ao comunicado da SAD, mas depois de uma reunião de direcção, o presidente da UD Leiria decidiu ‘abrir o livro’, acusando a SAD de ter feito um comunicado que está “repleto de inverdades”.
“Eles dizem no comunicado que tinham planos para, na próxima época, melhorarem as condições de treino da equipa [de juniores] e garantirem a qualificação para a fase final, mas é muito fácil falar e depois não cumprir com ninguém”, salientou Nuno Cardoso, acrescentando ainda que a SAD tem uma dívida para com o clube que “já ultrapassa os 200 mil euros”, segundo o que está protocolado entre as duas partes.
Em relação ao facto do clube ter reivindicado para si a equipa de juniores, Nuno Cardoso explica que o mesmo se deve a dois factos. O primeiro, porque a UD Leiria “só pode receber o certificado de Entidade Formadora se tiver todos os escalões” – juniores inclusive -, e o segundo pretende-se com o facto de a direcção do clube considerar que a equipa de juniores estar mais virada para a competição do que para a formação.
“Os juniores são um escalão de formação e não de competição. O que temos vindo a sentir é que tem havido dificuldades dos nossos jogadores na transição de juvenis para juniores por acharem que não há sequência. Os juniores têm servido de ‘barriga de aluguer’ de uma equipa da distrital de Aveiro e isso é insustentável, entre outros casos. Queremos que os juniores sejam da região, tenham uma identidade”, vincou Nuno Cardoso.
E acrescenta: “Vamos mostrar que é possível fazer um trabalho competente com jogadores nossos, estabelecendo durante dois anos um processo de formação. Este ano a equipa de juniores tinha três ou quatro jogadores provenientes da nossa formação. É incompreensível”, frisou.
Recorde-se que o Acordo de Formação entre a UD Leiria SAD e o clube foi assinado em 2015, sendo renovado automaticamente todos os anos até que uma das partes decidisse denunciar o acordo. Mas não se pense que essa denúncia apenas aconteceu agora. É que em Fevereiro de 2018 o clube já tinha pedido a denúncia do acordo, mas a SAD, após conversações com o clube, conseguiu que a mesma caísse por terra, no pressuposto de serem cumpridos uma série de pressupostos, nomeadamente a nomeação de um coordenador técnico que liderasse o processo de certificação, algo que, segundo Nuno Cardoso, “nun­ca aconteceu”.
Além disso, o clube diz-se prejudicado pelo facto de não ser ressarcido pelos direitos de formação na transferência de jogadores. “Com os juniores na SAD, o clube estava a abdicar de dois anos de direitos de formação em prol de uma entidade que nunca respeitou as suas obrigações para com o clube”, sublinhou Nuno Cardoso, dando ainda o exemplo da transferência de Bruno Jordão para o SC Braga: “O clube tinha direito a 10% do valor da transferência do atleta que ascendeu a mais de 670 mil euros. Pois os 67 mil euros que nos são devidos nunca foram pagos”, acusa o presidente da UD Leiria.
A finalizar, Nuno Cardoso diz que esta tomada de posição da direcção do clube não é “contra ninguém”, mas sim para “salvaguardar” os interesses da UD Leiria. |

Texto: José Roque - Diário de Leiria
Foto: Luis Filipe Coito

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook