Booking.com

segunda-feira, julho 29, 2019

Filipe Cândido: “Vamos dar a vida pela UD Leiria todos os dias”

O treinador da UD Leiria promete aos sócios e adeptos da UD Leiria uma equipa à sua imagem, ou seja, com espírito guerreiro e vencedora. Contudo, Filipe Cândido pede paciência já que o trabalho que está a ser feito parte praticamente da estaca zero.
“Vamos dar a vida pelo clube todos os dias, em prol de satisfazer aquilo que são os desejos dos adeptos, que é pensar em vencer jogo a jogo, sem criar uma expectativa demasiado alta. É uma equipa totalmente nova e é preciso alguma paciência, mas os adeptos podem ter a certeza que tudo vamos fazer para que a equipa esteja o mais bem preparada possível, para que jogue um futebol atractivo e ofensivo, que possa criar mais oportunidades que o adversário e que possa estar mais perto de vencer. Da nossa parte, vamos trabalhar muito para honrar a camisola que vestimos e que os adeptos adoram”, resumiu o jovem técnico unionista, que na época passada levou a UD Leiria ao ‘play-off’ de subida.
Com duas semanas de trabalho de pré-época, Filipe Cândido diz que ainda é cedo para fazer balanços, ainda para mais quando o plantel não está fechado. “Estamos no início daquilo que é a preparação de uma época desportiva que acabou por ser condicionada porque acabámos a época anterior mais tarde do que praticamen­te todas as outras equipas que tiveram mais tempo para se prepararem. Nesse sentido, ain­da estamos numa fase embrionária de construção de qualquer coisa que queremos que seja positiva em prol dos objectivos que o clube tem que é andar no cimo da tabela classificativa, procurar jogar de forma positiva, tentar vencer pensando jogo a jogo. É dessa forma que estamos a orientar os trabalhos nesta fase inicial. O facto de grupo ainda não estar fechado limita um bocado as nossas conclusões da pré- -época”, explicou.
Relativamente aos resultados nesta fase de preparação, Filipe Cândido diz que não são importantes. “Não há uma valorização muito grande dos resultados. É óbvio que é sempre um indicador e nem que seja um jogo a feijões com os amigos queremos sempre ganhar, mas sinceramente não é o que nos orienta neste momento. O que nos orienta é preparar o grupo o melhor possível, dar as condições a todos de evoluírem de forma igualitária em termos de tempo de jogo, e fazer algumas experiências. Claro que isso depois pode reflectir--se num resultado menos positivo”, adiantou.

Começar da estaca zero
O facto de apenas seis jogadores transitarem da época passada está a dificultar o trabalho do técnico leiriense que terá que ‘perder’ mais tempo até que os novos elementos compreendam o que é pretendido. “É uma equipa praticamente nova e a exigência terá que ser ligeiramente diferente. Uma coisa é uma equipa transitar de uma época para outra com uma base, outra coisa é quando se juntam 16, 17 jogadores novos. É normal que, até cimentarmos as ideias, as coisas levem um pouco mais de tempo. Mas isso não me assusta, até acho que entusiasma qualquer treinador pelo desafio em si”, sublinhou Filipe Cân­dido.

Técnico confiante por trabalhar com jovens atletas
Até ao momento, o técnico conta com um plantel bastante jovem (média de 24 anos) o que Filipe Cândido até considera “aliciante”, tendo em con­ta que os jogadores contratados têm uma “vivência de relevo, nomeadamente na formação”, que lhe dá garantias de qualidade.|

Texto: José Roque - Diário de Leiria
Foto: Luis Filipe Coito

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook