Booking.com

quarta-feira, maio 11, 2016

GDR Boavista surpreende líder ACR Maceirinha

Campo do Outeiro, Maceirinha
Árbitro: Vânia Almeida. 
Auxiliares: Pedro Alves e João Paulino.
Espectadores: 150. 

ACR Maceirinha 0
Nuno, Kikó (c), Diogo Soares, Bertolino (Nelson, 56'), Hélio Aurélio, João Russo (André, int.), Picamilho, Réne, Pedro Filipe (João Costa, 64'), Chico e Félix Carvalho. Não jogaram: Gila, João Silva, Luís Pedro e Ruizinho.
Treinador: Flávio Azenha.

GDR Boavista 2
Diogo Martins, Pedro Amado (Nuno Joaquim, int.), João Roberto, Nhó, Ricardo Godinho,André Pereira, Mosca, Nelson Santos, Miguel Silva, Paulo Ferreira (c) e Diogo António. Não jogaram: Pena.
Treinador: Paulo Santos.

Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Nelson Santos (18'), 0-2 Diogo António (66').
Disciplina: Amarelo a Bertolino (10'), Chico (43'), Nelson (46'), Nhó (62'), René (71'), Mosca (80'), Diogo Martins (90+1').

O GDR Boavista impingiu a segunda derrota (0-2) ao líder Maceirinha na fase final, num jogo em que os axadrezados justificaram o triunfo, sendo premiados pelo seu jogo inteligente.
Entrou melhor a equipa da casa, com maior maior posse de bola, mas com dificuldades em encontrar espaços na defensiva contrária, enquanto a Boavista tentava explorar o contra-ataque.
Chico teve o primeiro lance de perigo, mas pecou na finalização. Depois foi René com um bom remate para defesa incompleta de Diogo Martins.
Na sua primeira investida à baliza contrária, os boavisteiros chegaram ao golo, com Nelson Santos a isolar-se e, à saída de Nuno, fez um chapéu de classe, abrindo assim o marcador. Na resposta, Bertolino poderia ter empatado, mas, em boa posição, rematou por cima (32').
Na segunda parte, a Maceirinha entrou determinada em anular a desvantagem e Félix Carvalho, num livre directo, esteve perto do golo, mas o esférico embateu caprichosamente na barra (51').
Sem praticar o futebol fluente de outras tardes, a Maceirinha tinha muitas dificuldades em ligar o seu jogo e sofreu novo golpe duro ao consentir novo golo, quando Diogo António enganou toda a gente, marcando de livre directo.
Com a entrada de João Costa, o conjunto de Flávio Azenha melhorou um pouco, mas o poste voltou a ser um entrave, pois parou novo remate desta feita de Chico.
Com a equipa subida no terreno, ficando exposta aos contra-ataques do seu opositor, a Boavista teve perto de aumentar a contenta por mais que uma vez. Primeiro foi Diogo António a rematar muito torto, quando ganhou posição já dentro da área. Depois foi Mosca a decidir mal no último passe e, por fim, Nuno Joaquim a encontrar a oposição do guardião Nuno.
Perto do final, Chico poderia ter reduzido, mas um defesa contrário cortou perto da linha de golo.
Arbitragem fraca e nervosa de Vânia Almeida.

Texto e foto: Fábio Osório - Diário de Leiria

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook