Booking.com

sexta-feira, maio 25, 2007

A vida de árbitro!

Para quem pensa que a vida de árbitro é fácil, aqui fica uma amostra do que é essa vida difícil da arbitragem!

E, o que é mais difícil na vida de um árbitro? É a vida da pessoa que é o árbitro. Até começar o jogo, passámos uma semana de trabalho, treinos semanais, recebemos a nomeação do jogo, comunicámos com os colegas de equipa, discutimos com a nossa família (“nunca estás cá ao fim-de-semana” – “nunca podemos contar ctg”), tentamos descansar no final de cada dia de trabalho para que no fim-de-semana de jogos possamos estar em perfeitas condições (“que raio, hoje não consigo dormir pq?!”) arrumámos o saco de equipamentos (“não sei se me falta alguma coisa?!”) comunicámos ao patrão que vamos precisar sair mais cedo na sexta-feira ou faltar nesse dia porque vamos ter que fazer uma viagem para um sitio distante para arbitrar um jogo ( será que vou ser despedido?), preparámos o carro para a viagem (“será que o carro vai conseguir resistir a mais 1000 km num dia?!”), evitámos contactos telefónicos dos amigos (“Vamos tomar um copo logo, dançar até amanhecer” – “ai, não dá, tenho jogo amanhã, fica para a próxima”) reunimos com os colegas às 7 da manhã para estar no campo mais do que uma hora de antecedência, resolvemos o imprevisto da falta de um árbitro assistente (“Oi, sei que é muito em cima da hora, mas estou muito doente”), fizemos refeições adequadas (“ai, essa alheira está com um aspecto delicioso mas…”), olhámos para o mapa inúmeras vezes para tentar encontrar o caminho (“ups, estamos perdidos. Olhe, se faz favor, pode indicar-nos onde fica o campo de futebol?”), encontrámos o campo e vamos para o balneário dos árbitros (“ui, que grande! Podemos pôr as malas em cima uma das outras e vestimo-nos à vez?!”) enfrentamos alguns percalços (“Desculpem senhores árbitros, mas hoje não temos água quente, rebentou-se a caldeira, espero que compreendam…” – “E principalmente ou coincidência, quando estamos em pleno Inverno!!!”). Antes de começar o jogo, verificamos tudo: equipamento, relógio, apito, moeda, cartões, caneta, bloco de notas, bola, cabeça, tronco, membros, juízo, árbitros assistentes, bandeiras, disposição, espelho para ver a pinta, respirar fundo, sair do balneário, intervenientes em sentido, público que já começou a falar connosco (“que queridos, antes do jogo já começam a tratar-nos bem!”), identificação dos jogadores, sorteio, saudação, balizas em ordem, troca de olhares entre os árbitros, cronómetro a postos… e começou o jogo! Até aqui parece ser uma vida fácil?! Depois digam que não é normal um árbitro falhar durante um jogo… Pudera, somos pessoas como as outras… E se os jogadores, alguns até bem remunerados, falham, porque é que nós árbitros temos de ser perfeitos para todos?!

Um abraço a todos...

15 comentários:

  1. isso que escreves-te e tudo muito bonito o problema e quando falham de proposito, o que acontece muito com os arbitros deste distrito comecando pelo principal (quem em todos jogos faz merda, ate a cagar deve ter mania esse benquerença..) por alguma coisa o nosso distrito era dos que tinha mais senhores envolvido no apito dourado... concordo que deviam de ter um aumento de salario maas para isso a qualidade tinha de aumentar e deixar de haver menos corrupcção (como é possivel antes de comecar uma epoca, ja se saber qual e o arbitro que vai subir aos nacionais, porque sera a quem e que ele fez um favor??????)

    ResponderEliminar
  2. O sr.Apito tá a tentar enganar quem? Há pessoas que já andam no futebo, há mt mt tempo e de arbitros percebem eles. N vale a pena escrever todas estas coisas bonitas... Grande parte das pessoas que andam no futebol já conhecem mt bem os arbitros. Se n gostam da vossa vida (toda mt bem retratada no artigo) façam-nos um favor e saiam do futebol, pk a maior parte de vós, estão a mais... Se n sabem, saiam do futebol. Pensam que enganam quem? É tudo uma corrupção e voçes é que são os principais culpados. Só teorias e conversas, deviam era ser todos analisados a nível psicologico para se provar que grande parte de vós, tem grandes e graves problemas mentais.

    ResponderEliminar
  3. Pois bem parece que o blog continua a evoluir e agora a até tem um colaborador árbitro , bem vindo. Quanto ao essencial , penso que há bons e maus árbitros, como há bons e maus jogadores.

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente com o Sr Torresmo, e para os Srs que aqui dizem para os árbitros desistirem deixo-vos uma frase que um colega meu muitas vezes diz "eu quero é que os árbitros se lixem todos, mas eles são precisos"

    ResponderEliminar
  5. Concordo com dois comentarios anteriores. Sendo que temos a partir de agora tambem um árbitro como colaborador deste blog, podemos colocar algumas das questoes que muitas vezes nao compreendemos. Eu pessoalmente vou ja fazer uma pergunta ao Sr.do Apito: Como se explica que para jogos fracos por vezes haja árbitros e muitas vezes em bons jogos a A.F.L nao designa árbitro?

    ResponderEliminar
  6. Existem bons e maus árbitros e depois há o Herculano Barril Santos. Eh,eh, eh...

    ResponderEliminar
  7. É giro vermos que quem manda umas cavacas para a fogueira é tudo pessoal que n consegue dar a cara, (são os anónimo)... Meus amigos eu gostava de saber se vocês para estarem ai a falar, sabem alguma coisa de futebol, ou se falam do que ouvem falar nos "media"... Porque a maneira como vocês falam e mesmo de quem é um papagaio e diz o que ouve dizer (desculpem me o pleonasmo ) erradamente ou n, n serei eu a desmentir ou confirmar isso. Convido-vos a entrar de maneira ordeira no futebol e a verem os erros dos árbitros de maneira natural, " epah o arbitro errou naquele lance, mas e normal foi tudo muito rápido para ajuizar correctamente..." , porque é assim que se analisam também os erros dos jogadores, "falhou o passe porque escorregou ou assim..." e deixem se de alaridos a meter corrupção em tudo o que mexe e tem olhos... Em relação aos maus árbitros, são árbitros qualificados para apitar o futebol distrital porque os pés dos jogadores no futebol distrital tb são muito fraquinhos... Cumprimentos a todos

    ResponderEliminar
  8. Compreendo perfeitamente o o "Sr. do Apito" aqui nos conta pois tambem os dirigentes e os jogadores e os treinadores passam pelo mesmo, agora não se podem esquecer que são os juizes do jogo e muitas vezes as suas decisões erradas poem em causa uma semana de trabalho ou mesmo um campeonato e isso é importante reflectir se depois dessa hora e meia têm a consiciência tranquila de que valeu a pena todo o seu sacrificio.

    ResponderEliminar
  9. A questão na minha opinião é como é que o árbitro reage ao próprio erro.Se tem humildade,consegue lidar com o erro,se não tem aumenta de tal forma a pressão à sua volta que é difícil ser bom.O cerne da questão está na humildade.Uma coisa é «pinta» como diz no seu artigo outra coisa é uma arrogância tal que faz com que as pessoas deixem de ter tolerância(já pouca à partida é verdade)ao tal erro que,como se disse mais atrás decide jogos e campeonatos..

    ResponderEliminar
  10. tudo bem, todos os erros dos arbitros devem ter uma certa justificção...
    ERRAR E HUMANA :D
    1 pessoa é normal, duas já começa a ser um pouco esquecito... mas ter é demais...
    nao venham ai com coisas, pois existem 3 arbitros em campo, e duvido que nenhum nao consiga ver um lance duvidoso.... é precisso ser mesmo burro....
    os fiscais de linha nao cervem só para levar a bandeirola e assinar fora de jogo ou lansamento, cerve tambem para mostrar a sua opiniao ao arbitro quando acontece algo de enrado...
    pois isso muitas vezes nao acontece... já chegeu a ver varios lances onde ficava uma falta por assinalar ou outra coisa qualquer, o bamdeirolas ver e nao dizer nada ao arbitro, mas depois quando falava com os adeptos, dizia-lhes que o arbitro tinha errado...

    na minha opiniao, nao sao os arbitros os principais responsaveis, tambem erram, mas os bamdeirolas é que tem a responsavilidade, pois conseguem ver melhor esses lances...

    ResponderEliminar
  11. Isto é como em tudo, brad pito... Ha pessoas humildes e pessoas sem humildade em todo o lado, seja os arbitros seja os próprios jogadores... agora n podemos e pensar desta forma :"o erro do jogador n é tão importante nem decide jogos como o do arbitro..." ( e esta atitude que as pessoas tem no subconsciente) agora eu vou meter as coisas de outra maneira ja que andamos aqui a empurrar culpas de uns intervenientes do futebol para os outros... o erro do treinador no inicio de um jogo a fazer uma equipa mal, ou a n ter o tipo de trino adequado para determinado jogo é maior do que um penalty que o arbitro não assinala e que até dava a vitoria a determinada equipa, isto pk se a equipa estivesse bem formada n iria precisar daquele penalty para ganhar o jogo, iria ganha-lo pelas proprias capacidades... outra situação: se por acaso o arbitro até assinala um penalty que é claro e o jogador na cobrança n marca o golo da vitoria, este erro para mim é tão grave como o arbitro n ter assinalado um penalty... temos que ter atenção que um arbiro n faz jogos, pode e ter uma falha tal como outros intervenientes a podem ter como referi anteriormente, o que pode até inclinar o jogo para um lado... Agora temos e que ser todos humildes para aceitarmos os erros de cada um e n andarmos a dizer que o culpado disto oudaquilo foi o arbitro... o culpado disto ou daquilo e quem comete erros no decorrer do jogo, por isso teram de ser os arbitros os jogadores os treinadores os massagista... (todos os que erram e nunca só uma pessoa)

    Joguem futebol e façam jogar futebol e o resto e tretas de portugues

    ResponderEliminar
  12. Pedro...um árbitro durante um jogo tem poderes,é isso que aumenta a responsabilidade e a necessidade de colocar a tal humildade ao serviço de uma melhoria constante na sua actuação.Eu até concordo contigo em praticamente tudo.Mas durante 90´ é DEUS e gosta de ser DEUS por isso é que escolheu essa actividade não pode sê-lo só às vezes.Há erros e erros!Não podemods colocar tudo ao mesmo nível.Não são tretas só não sou 100% da tua opinião.Aceito o erro mas não aceito decisões que só têm por objectivo dizer:«olha aqui eu que sou a estrela da companhia»

    ResponderEliminar
  13. Bom post, gostei muito de "ser" arbitro durante o post.

    Alias uma das coisas que sempre quis ser era árbitro, até porque jogador federado já fui, embora nao de futebol 11.

    Ha tambem muita gente com razao em comentarios aí em cima, de terem todo e qlq poder dentro do campo e poderem estragar toda uma semana de preparaçao e as vezes até mais tempo se for um jogo especial.

    Mas tambem lhe digo uma coisa só vai para arbitro quem quer, ninguem vai para lá obrigado, e mais, o arbitro pode errar tanto como um avançado que falha de baliza aberta e perde o jogo, ou o guarda-redes que dá um frango e perde o jogo, ou o treinador que nao mexe na equipa, ou o que substitui mal, ou qlq jogador que nao se esforce como os demais.

    Todos eles serao criticados e vaiados, sem duvida alguma.


    E chamo para o caso os jogos do SLB em que quem mais foi vaiado foi o treinador do Benfica e o seu magnifico ponta de lança que so marcou na ultima jornada. Alias um dos jogadores que mais deu ao clube tb tem sido imensamente vaiado ultimamente.

    Ou mesmo no meu clube, em que a pessoa mais vaiada esta época (seja jogador, dirigente, arbitro ou treinador) foi aquela que estava ao leme da mesma e foi considerado umas das revelaçoes do campeonato, o treinador Dauto Faquirá.


    Mas normalmente temos mais vontade de criticar quem decide o que quer que seja ou quem tem o Poder na mao, seja num campo de futebol, seja ao nivel do patrao-empregado, seja ao nivel da politica, seja com agentes de autoridade, etc etc.

    Acho e deve-se considerar-se normal para a mentalidade do povo português e/ou latino.

    Qt a meu ver so teem que se habituar, senao so ha um caminho...

    Volto a frisar, muito bom post!

    ResponderEliminar
  14. Em resposta ao sr saloio, isso de para certos maus jogos haver arbitros, e para outros melhores não haverem, tudo se deve ao facto de todos os clubes serem tratados da mesma forma, ou seja, pagam o mesmo inicialmente á AFL, e como tal não devem ser sempre as mesmas equipas, mesmo sendo fracas, a serem as sacrificadas com falta de arbitros... Isso é tudo feito com o intuito de não serem sempre as mesmas equipas sem arbitros... Só é pena existir o problema da falta de árbitros, quando há tantos arbitros de bancada...
    Cumprimentos sr saloio...

    ResponderEliminar

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook