Booking.com

sexta-feira, maio 11, 2007

Nem o Santo (Amaro) lhes valeu

Jogo disputado no Campo do Tojal, em Picassinos
Árbitro: Luciano Gonçalves (CA AF Leiria), auxiliado por João Lamas e Luís Calado
Os Vidreiros: Makê, Paulito, Marrazes (Cap.), João Paulo (Catarino, 75’), Inácio, Vitinho, Chico, Pedro Matias, João Luís (Valdo, 75’), Daniel e Gito (Guedes, 65’)
Suplentes não utilizados: Radar, João Domingues e Cláudio
Treinador: Vítor Duarte
Santo Amaro: Mica, Jardim, Ricardo (Marinho ao intervalo), André Gil (Cap.), Ricardo Fernandes, Didier, Kewin, Filipe (João Pedro, 33’), Verdasca, João André (Fábio Duarte ao intervalo) e Tiago Fernandes
Suplentes não utilizados: Fábio, Marco, Hélio e Yanick
Treinador: Sandro Ferreira
Ao intervalo: 4-0
Golos: Pedro Matias (1’, 20’ e 32’) e Xico (22’ e 70’)

O Grupo Desportivo “Os Vidreiros” goleou o Santo Amaro, no Tojal. Numa fase da prova em que os golos marcados e sofridos poderão fazer a diferença, a equipa de Picassinos não foi além da chapa cinco
Cinco golos sem resposta foi o melhor que “Os Vidreiros” conseguiram diante do frágil Santo Amaro, uma das equipas mais modestas desta campeonato distrital da I divisão.O jogo começou logo com um golo dos locais, apontado no primeiro minuto por Pedro Matias, na transformação de uma grande penalidade, a castigar uma falta sobre Paulito. Estava aberto o caminho para a goleada, que ganhou expressão com mais dois golos de Pedro Matias, aos 20 e 32 minutos. Xico, aos 22 minutos, fez também o gosto ao pé.O segundo período trouxe menos golos, talvez pelo mau desempenho que o Vieirense ia tendo em Vieira de Leiria (ao intervalo vencia apenas por 1-0). Ainda assim, Xico introduziu a bola na baliza de Mica, aos 70 minutos. Foi o melhor que “Os Vidreiros” conseguiram.O triunfo é justíssimo mas faltaram golos à equipa de Vítor Duarte, uma vez que perdeu o 2º lugar para o Vieirense, que venceu os Unidos por 10-0, um resultado que já não se usa e que poucos esperavam.
Retirado do Jornal da Marinha

5 comentários:

  1. «o frágil Santo Amaro, uma das equipas mais modestas desta campeonato distrital da I divisão»
    estão mesmo no gozo....
    é k o santo amaro ao contrairo do k andam a dizer, é uma das equipas que mais luta dá...
    os resultados tem vindo a provar esto mesmo....
    e não é assim tão fragil como dizem...
    domingo, foi um dia não, como muitos clubes o tem....
    atenção kom o k excrevem...

    ResponderEliminar
  2. Caro anónimo, como está referenciado no fim do artigo, este artigo foi retirado do Jornal da Marinha.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo do Santo Amaro não estranhes esta atitude do jornal da Marinha Grande, já é normal eles fazerem isto. Conseguem ser menos isentos do que muitos adeptos. Lembro-me na crónica do jogo Pilado - Maceirinha onde durante a crónica o jornalista que a escreveu nunca deixou de dar a sua opinião pessoal sobre a equipa da Maceirinha, em vez de comentar o jogo jogado, falou nos lances capitais da partida e o resto da crónica foi a dizer mal dos jogadores, adeptos e da própria instituição A.C.R.Maceirinha. Depois ainda ficaram muito chocados quando os directores da ACRM se recusaram a dar o 11 inicial para as seguintes crónicas do Jornal. Toda a gente sabe que o jornal é da Marinha mas só falar bem das equipas do concelho e todas as outras não prestam não é ético para um jornalista nem um jornal que pretendam ser sérios

    ResponderEliminar
  4. nem das do concelho fala bem... alias eu acho e que eles nao falam bem de nada

    ResponderEliminar
  5. bem, eu vi o jogo Vidreiros - Santo Amaro e vi também o Santo Amaro - Vidreiros, na primeira volta e posso afirmar que a equipa da Ortigosa tem alguns bons jogadores, nomeadamente o 5, de barbas, mais alguns outros atletas que sacam uns lances que só quem sabe mexer na bola é que pode fazer... no entanto, a equipa é desequilibrada. Não aguenta os 90 minutos a um nível aceitável.
    A segunda parte em Picassinos demonstrou que a equipa não é assim tão fraca, também não concordo com a apreciação de que é feita, até porque um jornalista, mesmo que em crónicas de futebol distrital, num jornal local, não deve colocar opinião numa peça jornalística, para isso existem os artigos de opinião e os blogues...
    No JMG já é normal confundirem tudo, aquilo é um autêntico "pasquim", como lhe chama o actual presidente da CMMG.
    Quem fez a peça, é, imagine-se, o Director do jornal, com Carteira profissional de Jornalista, ao contrário da peça do Pilado - ACRM, que na altura foi feita por uma senhora, que vende publicidade e também escreve umas coisas, não é jornalista, passa por tal... mas já nem essa teve paciência para aquilo.
    Depois há uns quantos reformados e voluntários fracotes que ajudam graciosamente escrevendo umas coisas e falando para a RCM, que é dos mesmos donos...
    Enfim, a Marinha tem os órgãos de Comunicação Social que merece...
    Caríssimos, não se pode exigir deontologia a quem não é obrigado a tê-la e a quem já há muito a deixou, os interesses já são outros... agora é o quero, posso e mando... Não há concorrência.

    ResponderEliminar

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook