Booking.com

sexta-feira, maio 11, 2007

Resultado justo ou não

29.ª Jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão

Campo de Jogos do Grupo Desportivo Atouguiense

Árbitro: Domingos Lavinha

G.D. Atouguiense: Augusto, Xaxo (Ganhão aos 78m), Sousa, Celso, Constantino (Tiago aos 60m), Super, Mata (David aos 60m) Kafanfa, João Russo, Vando
Suplentes não utilizados: Sérgio, Michael
Treinador: Ricardo Silva
Delegados: Caju
Massagista: Agostinho

Pilado: Ricardo, José Salvado, Sérgio, Nélio, Félix, Rui Fábio, Flávio (Pedro aos 65m), Renato (Filipe aos 70m), Garcia, Ruben, Neuton (Fábio aos 80m)
Suplentes não utilizados:
Treinador: José Ricardo


Disciplina: Kafanfa, David e Sousa, Félix e Sérgio
Marcadores: Félix aos 50 m
Ao intervalo: 0 – 0


Depois do mau resultado menos positivo obtido na Praia da Vieira, queria o Atouguiense despedir-se dos seus sócios e adeptos com uma vitória no último jogo disputado em casa, mas tal não veio a acontecer.
O jogo começou praticamente com uma boa oportunidade para o Pilado que Félix desperdiça na antecipação a Augusto e atira ao lado após cruzamento da direita.
Além da situação acima mencionada não houve mais nenhuma ocasião digna e a mais parecida acaba por ser um livre indirecto cobrado por Mata que faz passar a bola junto ao poste de Ricardo.
Apesar de não se estar a assistir um grande jogo no que diz respeito ao futebol jogado, a entrega dos jogadores era bastante.
A primeira acaba por pertencer quase na sua totalidade à equipa do Pilado apesar de não ter tido situações de grande perigo junto da baliza do Atouguiense, enquanto que estes apesar de chegarem á área do Pilado também não conseguiam causar grande perigo.
No regresso dos balneários a formação da casa entrou melhor e começou a dominar a partida e foi nessa altura que logo aos 50 minutos Félix aproveita uma falha na marcação e faz o único golo da partida após um lançamento de linha lateral em rodou sobre o seu marcador directo e desfere o golpe fatal, não dando hipóteses a Augusto.
A equipa da casa não sentiu o golo e foi em busca do golo da igualdade mas era, por vezes, pouco esclarecida na forma como atacava a baliza do Pilado.
Tentou de todas as formas o Atouguiense chegar à igualdade, mas quer a defesa do Pilado, quer a desinspiração dos jogadores da casa não permitiam a obtenção do golo. O Pilado por seu turno, não enjeitava a possibilidade de aumentar a vantagem, mas também aqui a defesa do Atouguiense com maior ou menor dificuldade levava a melhor sobre o ataque forasteiro.
Da segunda parte apenas duas oportunidades de golo dignas de registo. Primeiro Kafanfa remata em jeito tentanto fazer um chapéu a Ricardo mas a bola bate no travessão ao que responde a equipa do Pilado com um remate forte de fora da área por Nélio (?) mas esta também bate com estrondo no travessão da baliza de Augusto.
A formação do Pilado acabou por ser mais feliz porque soube aproveitar da melhor forma o erro alheio e conquistou a vitória no encontro com um golo no início da segunda parte e que em principio terá desfeito o sonho do Atouguiense terminar o campeonato no quarto lugar, o que pelas diversas adversidades que teve ao longo da época seria muito gratificante.Trabalho regular da equipa de arbitragem liderada por Domingos Lavinha.
Por Luis Sousa (Xuxa)

1 comentário:

  1. quem nao viu o jogo basta ler esta cronica... 100% correcta parabens

    ResponderEliminar

Pense duas vezes antes de comentar.
Moderação e bom senso é o que se pede!
Difamações e picardias valerá apena?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Wook